Notícias

+ Esportes

Buscando sua segunda vitória seguida, Cruzeiro recebe o Internacional pelo Brasileirão

Gre-Nal – Arte/O Sul

Em situações opostas no Brasileirão, Raposa joga em casa à procura dos três pontos contra o Colorado

Na noite deste domingo (02), a equipe do Cruzeiro recebe o Internacional às 19h, horário de Brasília, no Estádio Mineirão, em duelo válido pela 22ª rodada do Brasileirão.

Posição das equipes

A Raposa é o sétimo colocado com 30 pontos ganhos. Em seu último compromisso pelo Brasileirão, venceu o Fluminense por 2 a 1, no Mineirão, resultado que manteve o time na mesma colocação.

Já o Colorado, é o vice-líder com 42 pontos ganhos e está na cola do líder São Paulo, com uma diferença de três pontos. O Inter vem de empate contra o Palmeiras, jogando em casa no Estádio Beira-Rio com placar de 0 a 0. Também ficou na mesma posição da última rodada.

Cruzeiro sem Lucas Romero e Robinho

O treinador Mano Menezes já teve uma baixa significativa para os próximos compromissos do Cruzeiro. O volante Lucas Romero  deixou o campo no final do segundo tempo no jogo contra o Flamengo,  partida que classificou o time para as quartas de final da Libertadores. O jogador teve um trauma no joelho direito e sente desconforto muscular na coxa direita. Mano Menezes não contará também com Robinho que sentiu desgaste muscular e fica de fora contra o Inter.

Inter com força máxima

Já Odair Hellmann terá o retorno de Leandro Damião, recuperado de uma contratura muscular na região cervical. E do zagueiro Emerson Santos, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

O comandante Colorado não contará com Rodrigo Moledo que cumpre suspensão automática e fica de fora da partida. Em treino nesta sexta-feira (31) o treinador ainda tinha algumas dúvidas sobre a escalação, mas disse que deixava para o último coletivo antes de viajar para Belo Horizonte.

Mano começa a fazer as contas

Após classificação na última quarta-feira (29), o Cruzeiro faz as contas dos possíveis títulos que pode conquistar: “tri da Libertadores” e “hexa da Copa do Brasil”. Já no Brasileirão o time se encontra na sétima posição com 30 pontos e a 15 pontos do líder São Paulo, restam 17 rodadas para o fim da competição.

Isso pode significar que a Raposa de Mano Menezes praticamente abriu mão do Brasileirão e busca o título da CONMEBOL e a da Copa do Brasil. Matematicamente fica difícil uma arrancada para o pentacampeonato brasileiro, mas Robinho ainda acredita e comentou.

“A gente precisa continuar vencendo, e o Inter está na frente. Temos que tentar buscar os pontos dos times na frente, é importante tirar cada vez mais. Quem sabe no final pode estar chegando” – disse o jogador cruzeirense.

Inter em busca de vitória e recorde

Colorado  vem como visitante indigesto, busca a sua quarta vitória jogando fora de casa, no Estádio Beira-Rio e de quebra tenta bater o recorde de 1980, quando conseguiu esta façanha. Além de não perder de vista e colar no líder São Paulo, a diferença dos dois times são três pontos apenas. Coincidentemente a última derrota do Inter no Brasileirão foi em Belo Horizonte contra o América Mineiro no Estádio Independência por 2 a 1.

O Internacional é dono da segunda melhor campanha do Brasileirão como visitante, mas pega um adversário difícil e grande rival neste domingo (02), jogo que promete ser intenso e bem disputado.

“O modelo de jogo vem desde o início do ano. Contra o Cruzeiro (no primeiro turno), a gente fez boa partida aqui (empate sem gols no Beira-Rio). A gente vinha de derrota contra o Palmeiras, tinha quase que obrigação de ganhar em casa. Depois, teve uma sequência ruim fora . Mudou o campeonato, está no segundo turno. Estamos jogando melhor, principalmente fora de casa. Algo que a gente pecou muito. Nos últimos três, vencemos. Vamos preparados” – projeta o volante Rodrigo Dourado.

Histórico de Cruzeiro x Internacional

A rivalidade entre os dois times vem desde o ano de 1962, mas ganhou um capítulo à parte no ano de 1975, quando Cruzeiro e Internacional decidiram o título do Brasileirão. Colorado de Manga, Falcão, Lula, Valdomiro, Figueroa venceram em casa  a Raposa de Raul, Nelinho, Moraes, Darcy Menezes e Vanderlei, Wilson Piazza, Zé Carlos e Dirceu Lopes, Roberto Batata, Palhinha e Joãozinho, por 1 a 0, conquistando o seu primeiro título.

Já o Cruzeiro amargou o seu segundo vice-campeonato seguido, já que em 1974 perdeu para o Vasco da Gama em jogo polêmico. Mas a história mudaria para os mineiros, que em 1976 pela Libertadores fez um dos melhores jogos da história do futebol brasileiro.

Jogando em casa o Cruzeiro venceu o Internacional por 5 a 4 em jogo eletrizante, emocionante até o apito final. Depois venceria o Colorado no Beira-Rio por 2 a 0 e seguindo na Libertadores acabou  sagrando-se campeão pela primeira vez das Américas em 1976.

Com um confronto equilibradíssimo, jogaram 68 partidas pelo Brasileirão unificado, sendo 25 vitórias do Cruzeiro, 24 derrotas e 19 empates. A Raposa marcou 87 gols e sofreu 83 dos gaúchos. Até em maiores goleadas estão empatados: 4 a 1 para cada equipe.

Ficha técnica – Cruzeiro x Internacional

Data: 02/09/2018

Hora: 19h, horário de Brasília

Local: Estádio Mineirão – Belo Horizonte – MG.

Arbitro: Wilton Pereira Sampaio – FIFA – GO

Arbitro Assistente 1: Fabricio Vilarinho da Silva – FIFA – GO

Arbitro Assistente 2: Bruno Raphael Pires – FIFA – GO

Cruzeiro: (Provável escalação) Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egidio; Henrique, Lucas Silva, Rafinha e Thiago Neves; Raniel (Barcos) e Arrascaeta.

Técnico: Mano Menezes.

Internacional: (Provável escalação) Marcelo Lomba; Zeca, Emerson Santos, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Nico López e William Pottker; Leandro Damião (Jonatan Alvez).

Técnico: Odair Hellmann.

Deixe uma resposta