Notícias

Futebol Brasileiro

Bahia e Internacional se enfrentam buscando Libertadores

fd86e921d7200985c2e89cd3a187a00b

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Bahia e Internacional estão separados por apenas 1 ponto e brigam pelo G-6

Bahia e Internacional se enfrentam neste sábado (26), às 19:00 h, na Arena Fonte Nova, pela vigésima oitava rodada do campeonato brasileiro. Certamente é um confronto poderoso, já que foi final de brasileiro em 1988 e o esquadrão levou a melhor.

Bahia
Bahia foi bicampeão em cima do colorado

Histórico do confronto 

Bahia e Inter já decidiram até campeonato brasileiro em 1988. Naquele ano, o tricolor da boa terra levou a melhor vencendo por 2 a 1 na Fonte Nova e empatando em 0-0 no Beira-Rio, consequentemente o tricolor garantiu seu bicampeonato brasileiro.

Os números do confronto são favoráveis ao time gaúcho. São 26 vitórias do Inter, contra 10 triunfos do Bahia, além disso tivemos 14 empates. O colorado marcou 75 gols e o esquadrão 43 gols.

 

SI_20191025_220124
Esquadrão vem de derrota inesperada para o Ceará

Após derrota inesperada para o Ceará, Bahia tenta voltar a triunfar e chegar ao G6

A derrota para o Ceará frustou bastante o torcedor tricolor. Embora o time não tivesse fazendo e feito um grande jogo, o esquadrão saiu na frente, mas cedeu o empate e, consequentemente, a virada dos cearenses. O resultado frustou bastante o torcedor que, lotou Pituaçu e viu o time desperdiçar uma grande chance de chegar ao G5.

Vencendo o Inter, o Bahia dorme no G6. Como o colorado só tem um ponto na frente dos gaúchos, o tricolor precisa apenas de um triunfo para passar o colorado.

Roger falou sobre uma possível concorrência para vaga de Elber, suspenso. Enquanto o treinador não defini, Marco Antônio e Arthur Caíke são os favoritos.

 

Roger Machado
Roger Machado vai com os pés no chão em busca da Libertadores

Embora tenha bons resultados, Roger falou sobre a frustração do torcedor após derrota para o Ceará 

“Pode ser o momento (do Marco Antônio), pode ser o momento do Arthur Caíke, que tem entrado tão bem quanto ele, pode ser a continuidade do Guerra, que, na minha opinião, jogou bem. Substituição foi mais por conta do cartão amarelo e por procurar outra característica. Tenho boas opções, dependendo da leitura do que o Inter virá, podemos lançar jogadores com características diferentes. Guerra, Marco e Caíke são diferentes em características” – disse Roger.

O técnico entende a frustraçã do seu torcedor, mas ressalta o bom momento vivido pelo Bahia no campeonato.

– Entendo a frustração do torcedor, assim como em outros jogos, mesmo não tendo conquistado a vitória em casa, o torcedor aplaudiu, como na eliminação para o Grêmio. Não há necessidade de fazer um discurso de otimismo. É só olhar para a tabela que ele vai ver o reflexo das boas atuações quando ele esteve presente, de uma campanha regular, que nenhum momento flertou com a parte de baixo, e continuamos vivos e com muita esperança de conquistar. 

O técnico ressalta primeiro e principal objetivo do clube, mas da mesma forma fala que Libertadores é cereja do bolo.

Certamente nosso torcedor, embora muito apaixonado, ele também é muito consciente. Sou muito grato e me sinto muito satisfeito, e, mesmo quando o torcedor não gosta, mas ele esteve lá, e isso faz toda a diferença. Ele sabe que o jogador fez o seu melhor dentro daquele contexto. O que eu falei para os atletas é transmitir a confiança e motivação que temos que ter, para acabar o ano de forma que todos fiquem satisfeitos. Primeiro objetivo, permanência. Segundo, Sul-Americana. E a cereja do bolo? Libertadores.

Zé Ricardo estrear em jogo complicado

O técnico Zé Ricardo terá na estreia uma partida bem complicada. Mesmo vindo de derrota, o Bahia é um adversário duro, principalmente em Salvador. Mas Zé também já encarou o Bahia neste em ano, e empatou por 1 a 1.

Sem contar com Patrick e D’Alessandro, suspensos para o confronto na Fonte Nova, Zé Ricardo aboliu a trinca de volantes e armou a equipe no 4-2-3-1. As principais mudanças foram o retorno do volante Rodrigo Lindoso, recuperado de lesão muscular, e a ausência de Nico López entre os titulares. Guilherme Parede apareceu pela direta, com Neilton centralizado e Wellington Silva pela esquerda.

FICHA TÉCNICA – BAHIA X INTERNACIONAL

Local: Arena Fonte Nova, Salvador Bahia.

Horário: 19:00 h.

Árbitro e VAR: Marcelo Lima de Henrique (RJ); Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

Bahia: Douglas; Nino, Fonseca, Juninho, Giovani; Gregore, Flávio, Guerra; Artur, Marco Antônio e Gilberto. Técnico: Roger Machado.

Internacional: Marcelo Lomba; Heitor, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Zeca; Edenílson, Rodrigo Lindoso, Guilherme Parede, Neilton e Wellington Silva; Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

 

Enzo Matheus (351 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta