Notícias

+ Esportes

05/08: Dia do Brasil no Pan 2019 com seis medalhas

Brasil leva ouro na Ginástica Ritmica

Com um ouro, duas pratas e três bronzes, Brasil chega a 78 medalhas na competição

O Brasil encerrou o décimo terceiro dia dos jogos Panamericanos de 2019 com o terceiro lugar no quadro geral de medalhas, uma posição abaixo do dia anterior, ultrapassado pelo Canadá.

Quadro de medalhas (Top 5)

1: Estados Unidos – 57 ouros / 46 pratas / 38 bronzes = 141 medalhas

2: Canadá – 23 ouros / 38 pratas / 27 bronzes = 88 medalhas

3: Brasil – 23 ouros / 18 pratas / 37 bronzes = 78 medalhas

4: México – 21 ouros / 18 pratas / 37 bronzes = 78 medalhas

5: Colômbia – 16 ouros / 12 pratas / 16 bronzes = 44 medalhas

Ginástica Ritmica

Nos 3 arcos e 2 maças por equipe feminino, o Brasil levou a medalha de ouro, com representação de Deborah Medrado, Camila Rossi, Beatriz da Silva, Nicole Pircio e Vitoria Guerra. Com uma pontuação 24,250, as meninas ficaram bem a frente das adversárias.

Na categoria da fita individual, Barbara Domingos ganhou a medalha de prata para o Brasil com 17,450 pontos. Já Natalia Gaudio ficou na oitava e última posição com 13,550 pontos.

Na categoria maças individual, as brasileiras não conseguiram medalha, mas chegaram perto. Natalia Gaudio ficou em quarto lugar com 17.250 pontos, enquanto que a terceira, a norte-americana Evita Griskenas ficou com 17.500. Já Barbara Domingos ficou em quinto com 16.600 pontos.

Tênis de mesa

A dupla mista do Brasil, representada por Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi, levou medalha de prata. Eles venceram na semifinal Porto Rico por 4 sets a 1, parciais de 7×11 / 13×11 / 15×13 / 11×9 / 11×7. Já na final, a dupla canadense foi melhor e superou os brasileiros por 4 sets a 1, parciais de 12×10 / 15×13 / 6×11 / 11×7 / 12×10.

Nas duplas femininas, o Brasil, representado por Bruna Takahashi Jessica Yamada, levou medalha de bronze após perderem para a dupla de Porto Rico por 4 sets a 2, parciais de 7×11 / 11×6 / 12×10 / 8×11 / 3×11 / 6×11.

Nas duplas masculina, Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi venceram a dupla de Porto Rico por 4 sets a 2, parciais de 11×6 / 11×6 / 9×11 / 9×11 / 11×6 / 14×12. Agora eles disputam a final nesta terça (06) às 22h, horário de Brasília, contra a dupla da Argentina.

No individual feminino, Jessica Yamada venceu a cubana Daniela Fonseca por 4 sets a 2, parciais de 11×9 / 11×6 / 6×11 / 9×11 / 11×8 / 11×7, e Bruna Takahashi venceu a equatoriana Nathaly Paredes por 4 sets a 1, parciais de 11×6 / 11×6 / 15×17 / 11×5 / 11×4, na primeira fase. Nesta terça (06) pelas quartas de final, Jessica encara a norte-americana Yue Wu às 12h, horário de Brasília, e Bruna encara a dominicana Yasiris Ortiz às 12h:50, horário de Brasília.

Handebol

O Brasil ganhou medalha de bronze no masculino. A vitória veio sobre o México por 32×20, com uma ótima atuação coletiva. O Brasil dividiu bem os seus ataques e fez uma partida equilibrada nos dois tempos de jogo.

Esgrima

Na disputa feminina do individual, as brasileiras Gabriela Cecchini e Ana Beatriz Bulcão avançaram da chave de grupos e Bulcão conquistou o bronze.

No grupo C, Ana Bulcão estreou com derrota para a peruana Paola Piñero por 5×3. Na segunda disputa ela venceu a argentina Lucia Ondarts por 5×3. O terceiro duelo foi de vitória contra a atleta de El Salvador, Ivania Barrera, por 5×3. No quarto confronto ela perdeu para a norte-americana Jacqueline Dubrovich por 5×1. E na quinta luta ela perdeu para a canadense Eleanor Harvey por 4×2. Desta forma, ela encerrou a fase de grupos com duas vitórias e três derrotas.

Nas oitavas de final ela venceu a peruana Paola Piñero por 15×13. Nas quartas Ana venceu a mexicana Nataly Silva por 15×13. Mas na semifinal Bulcão perdeu para a americana Lee Kiefer, entretanto saiu com a medalha de bronze.

No grupo A, Gabriela começou perdendo para a americana Lee Kiefer por 5×1. Na segunda disputa venceu a colombiana Tatiana Aljure por 5×3. Na terceira foi muito bem e derrotou a peruana Kusi Vargas por 5×0. Na quarta luta veio a derrota para mexicana Nataly Silva por 5×1. E na última luta teve a derrota para a cubana Daylen Valiente. Com isso, ela terminou a primeira fase com duas vitórias e três derrotas.

Nas oitavas de final, Gabriela venceu a norte-americana Jacqueline Dubrovich por 15×13. Mas, nas quartas perdeu para a canadense Jessica Guo por 15×6.

Já no masculino individual, Athos Schwantes e Nicolas Silva passaram da fase de grupos, mas não conseguiram medalhas.

No grupo A, Athos perdeu a primeira disputa para o argentino Jesus Ruggeri por 4×2. Na segunda luta ele perdeu para o canadense Marc-Antonie Belanger por 5×2. O terceiro duelo foi com vitória pra cima do mexicano Dario Olguin por 5×3. No quarto veio a segunda vitória, dessa vez sobre o americano Jacob Hoyle por 5×4. E encerrando sua participação na primeira fase, a vitória foi sobre o cubano Yunior Venet por 5×3. Com três vitórias e duas derrotas, ele passou para as oitavas de final.

Nas oitavas veio a vitória sobre o argentino Jose Dominguez por 15×10. Ele avançou para as quartas para enfrentar o venezuelano Jesus Gascon e perdeu por 15×4.

No grupo B, Nicolas estreou com derrota para o argentino Jose Dominguez por 5×3. Na segunda disputa veio a vitória sobre o peruano Alex Manrique por 5×4. Na terceira luta ele perdeu para o cubano Reynier Ortiz por 5×2. No quarto duelo veio o triunfo sobre o colombiano Jhon Quevedo por 5×3. E fechando sua participação na fase de grupos ele perdeu para o venezuelano Ruben Gascon. Com duas vitórias e três derrotas, ele avançou para as oitavas de final.

Nas oitavas ele foi eliminado pelo venezuelano Ruben Gascon por 15×11 e deixou a disputa.

Saltos ornamentais

Na plataforma de 10m, Isaac Souza fez a sexta melhor nota com 415,70 pontos e Kawan Pereira fez a 11º nota com 369,00 pontos. Ambos se classificaram para a fase final, mas não conseguiram medalha. Isaac terminou em oitavo com 406,45 pontos, mais de 50 pontos a menos do terceiro colocado, e Kawan ficou em 11º com 384,90 pontos.

No trampolim feminino, Luana Moreira ficou em sexto lugar com 296,45 pontos, mais de 30 pontos abaixo da terceira colocada, enquanto que Juliana Veloso ficou em 11º com 246,85 pontos.

Polo aquático

No masculino, o Brasil venceu o México por 10×5. Gustavo Guimarães foi o destaque brasileiro com três gols. Com o resultado, a Seleção chegou a segunda vitória no grupo B e ocupa a primeira colocação. Eles voltam para a piscina nesta terça (06) contra a Argentina às 21h:30, horário de Brasília, para decidir o primeiro lugar da chave.

No feminino, o Brasil foi mal contra as norte-americanas. Com um ataque com pouca eficiência e uma defesa frágil, os Estados Unidos venceram por 20×4. Com a derrota, o Brasil caiu para o segundo lugar, empatado com Porto Rico, no grupo A. As meninas voltam à piscina para decidir o seu futuro nesta terça (06) às 10h, horário de Brasília, contra as porto-riquenhas. Uma vitória classifica o Brasil como segundo colocado. Uma derrota pode classificar como terceiro do grupo.

Ginástica de trampolim

No masculino, Rayan Dutra ficou em quinto lugar com 55,215 pontos. Ele passou perto de ficar no pódio, chegou a estar no segundo lugar, mas foi ultrapassado pelos adversários.

Já no feminino, a brasileira Camila Gomes foi mal, errou logo no início e não completou a prova. Com isso, ela ficou o sétimo e último lugar com apenas 11,490 pontos.

Vela

No Skiff masculino, pela segunda prova o Brasil, representado por Marco Grael e Gabriel Borges chegou em segundo lugar. Já na terceira prova, os brasileiros chegaram em segundo novamente. Faltando ainda nove provas, Grael e Borges estão na liderança da classificação geral.

No Skiff feminino, na segunda prova o Brasil, representado por Martine Grael e Kahena Kunze, terminou em segundo lugar. Já terceira ficou na primeira colocação. E na quarta série veio novamente o primeiro lugar. Na classificação geral o Brasil está em primeiro e ainda faltam oito provas.

No bote masculino, pela primeira prova o brasileiro Bruno Fontes terminou em sexto lugar. Na segunda prova ele ficou em oitavo. Na classificação geral Bruno está em terceiro faltando ainda oito provas.

No bote feminino, a brasileira Gabriella Kidd ficou em 14º lugar na primeira prova. Porém, na segunda prova ela foi bem e terminou quinto. Na classificação geral Gabriella ocupa a nona posição faltando oito séries.

No bote misto, pela segunda prova o Brasil, representado por Juliana Duque e Rafael Martins, ficou em quarto lugar. Já na terceira série eles ficaram em quinto. Na classificação geral, o Brasil está quarto lugar.

No bote aberto masculino, o brasileiro Matheus Dellagnelo foi o quarto colocado na primeira prova. Já na segunda série, ele ficou em segundo lugar. Na classificação geral Matheus está em segundo faltando oito provas.

No Kiteboard aberto masculino, na primeira primeira prova Bruno Lobo ficou em segundo lugar. Na segunda ele terminou na primeira colocação. Na terceira ele foi desclassificado. Porém, na quarta série ele terminou em terceiro lugar. Na classificação geral, Bruno Lobo ocupa o quarto lugar faltando ainda 14 provas.

No Catamarã misto, na terceira prova o Brasil, representado por Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino, ficou em terceiro lugar. E na quarta série repetiu o feito e ficou na terceira colocação. Na classificação geral o Brasil está em primeiro lugar faltando ainda oito provas.

No Windsurf masculino, Breno Francioli ficou em segundo lugar na terceira prova. Já na quarta série ele ganhou e terminou em primeiro. Na quinta prova do dia ele foi mal e acabou na sexta posição. Na classificação geral Bruno está na quarta posição faltando sete provas.

No Windsurf feminino, Patricia Freitas ficou em terceiro lugar na terceira prova. Na série de número quatro ela ficou em segundo. Na classificação geral Patrícia ocupa a terceira colocação faltando oito provas.

 

Facebook E+

Esportes Mais

Deixe uma resposta