Notícias

Futebol Brasileiro

Times cearenses protagonizam nas competições nacionais em 2018

Ceará, Fortaleza e Ferroviário trazem esperanças para o futebol cearense

Resultado de imagem para tres times maiores do futebol cearense

O ano de 2018 está sendo especial para as equipes do Estado do Ceará nas disputas dos campeonatos nacionais

O Estado do Ceará vive momento impar em 2018, através das suas 3 forças futebolísticas vindas exatamente da “Capital Alencarina” ou da “Terra do Sol” ou se preferir “Fortal” como é conhecida a cidade de Fortaleza, onde as agremiações esportivas Ceará Sporting Club, Fortaleza Esporte Clube e Ferroviário Atlético Clube vem desempenhando seus trabalhos nas respectivas séries A, B e D do campeonato Brasileiro. Iremos começar pela ordem de divisões como mandam o figurino.

Ceará Sporting Club – Série A 

O “Vozão” ou “Alvinegro Cearense”como é carinhosamente conhecido por sua torcida, foi fundado na noite do dia 2 de junho de 1914, pelas ruas do histórico bairro do Centro da capital, o mascote chama-se vovô porque nos anos 20, Meton de Alencar Pinto, então presidente do clube, ao receber os atletas juvenis do América Futebol Club – outro clube cearense – tratá-los por seus “netinhos”.

O Ceará disputa a 1ª divisão do campeonato Brasileiro após 6 anos de ausência e luta esse ano para não voltar a segundona, venceu o campeonato regional no famoso “Clássico Rei” ao bater o Fortaleza nos dois jogos da final e levantando a taça pela 45ª vez em sua história, porém ao começar o Campeonato Brasileiro a equipe teve uma péssima campanha pré Copa do Mundo, onde amargou a última posição com 5 pontos em 12 jogos, culminando até na demissão do técnico Marcelo Chamusca.

Porém os ares para o Alvinegro de Porangabussu mudaram completamente com a contratação do técnico Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, conhecido como “Lisca Doido” que em 4 rodadas conseguiu 2 vitórias sendo que a última para a equipe do Fluminense onde o técnico comemorou feito junto com a torcida após final de jogo demonstrando total respeito ao clube e pedindo a massa alvinegra o comparecimento em peso aos jogos em casa em vista que o Ceará encostou nos demais times que estão no Z4 onde o técnico tem como meta ficar próximo da saída da zona do rebaixamento para que no returno o time alcance mais pontos e permaneça na série A do campeonato Brasileiro. “Saiu do hospício, tem que respeitar: Lisca Doido é Ceará”.

Bicampeão cearense o Ceará busca recuperação no Brasileirão da série A em busca de se manter na elite do futebol

Fortaleza Esporte Clube – Série B

O “Tricolor de Aço” ou Leão do Pici como é conhecido pela sua torcida é um clube fundado em 18 de outubro de 1918, por Alcides Santos, um dos maiores esportistas cearenses, que se apaixonou pelo futebol durante o período em que estudou no College Stella, na Suíça, seu nome foi colocado em homenagem a cidade e suas cores em homenagem a bandeira da França.

A equipe conseguiu o acesso a série B após 8 anos na terceira divisão onde na maioria desses anos o time se classificava na fase de grupos e sempre era eliminado nas quartas de final, porém em 2017 o Fortaleza conseguiu o tão sonhado acesso junto com Sampaio Correa/MA, São Bento/SP e CSA/AL que foi o campeão da série C ao bater o Fortaleza na fase final.

O time vem de um  momento marcante em sua história onde o seu Centenário, trouxe para o comando técnico Rogério Ceni, goleiro multi campeão pelo São Paulo – SP e pentacampeão com a Seleção Brasileira em 2002, com experiência de 6 meses no comando do tricolor do Morumbi o técnico chega com status de ídolo e captador de patrocínio e marketing para um ano onde a equipe Tricolor comemora 100 anos e também para garantir título no Campeonato Cearense e na Série B do Campeonato Brasileiro, além de credenciar o clube a disputar em 2019 a Copa do Brasil e Copa do Nordeste.

Quanto a primeira parte o que vemos é fato, o técnico fez uma revolução a equipe trazendo patrocínios, aumentando a receita e renda ao clube, aumentando de forma bastante significativa o número de sócios, resgatando a ida de sua torcida em peso a Arena Castelão, agregando as Marcas Rogério Ceni, Centenário Fortaleza e Fortaleza Esporte Clube para que o clube tenha condições de realizar grandes feitos no futebol.

Já na segunda parte na conquista dos títulos, a equipe do Fortaleza terminou o regional como vice campeã do torneio perdendo para seu arquirrival, porém na série B o motivo do time é de festa, pois o Fortaleza lidera o campeonato até o momento com 37 pontos em 19 rodadas sendo 3 a mais que o segundo colocado, o time deu liga nas mãos do treinador e é grande candidato ao acesso a série A do Campeonato Brasileiro. Como diz seu hino “No campo, provaste mesmo que não tens rival, tua turma é valente, é sensacional, salve o Tricolor de Aço”.

Fortaleza atual líder da série B em busca do acesso, novos horizontes e projetos em comemoração ao seu centenário

Ferroviário Atlético Clube – Série D

Conhecida como a terceira força do futebol cearense o Tubarão da Barra ou Ferrão como é conhecido pela sua torcida, é um clube de futebol fundado por operários ferroviários da Rede de Viação Cearense liderados pelo saudoso Valdemar Cabral Caracas em  9 de maio de 1933 o clube é símbolo da  democratização do futebol nacional e precursor do profissionalismo no futebol cearense.

A equipe tricolor devido ao vice campeonato cearense de 2017 garantiu vaga nas principais competições nacionais como a Copa do Nordeste, Copa do Brasil e série D do Campeonato Brasileiro. Esse ano no que se diz referente a Campeonato Cearense e Copa do Nordeste a equipe não foi bem, porém na Copa do Brasil a equipe ficou conhecida ao eliminar o Sport de Recife /PE numa disputa de pênaltis após estar perdendo por 3 a 0 até os 30 minutos do 2º tempo, quando deu início à reação até o empate.

A partida precisou ser decidida nas penalidades, com o time coral batendo os pernambucanos por 4 a 3 e avançando para a 3ª fase, fato que gerou grande repercussão no futebol nacional, ainda assim a equipe passou Vila Nova/GO e foi eliminada na quarta fase para a equipe do Atlético/MG, feito inédito na história do clube onde foi arrecadado mais de 4 milhões em premiações ajudando a equipe a se reforçar para a série D do Campeonato Brasileiro na qual a equipe teve uma reação surpreendente, sugiro a todos que leiam a matéria que escrevi a pouco tempo “Opinião: 2018, o ano em que o Ferroviário entrou nos trilhos” para entender melhor esse detalhamento.

Nesse exato momento em que acabei de escrever essa matéria o Ferroviário acaba de conquistar o campeonato Brasileiro da Série D onde sacramentou a conquista no jogo de ida no Estádio do Castelão ao vencer a equipe do Treze/PB por 3 a 0 na semana passada e em Campina Grande/PB perdeu por 1 a 0, sendo que no placar agregado terminou em 3 a 1 para a equipe cearense, tornando-se o primeiro clube da capital cearense a conquistar um campeonato nacional, encerando 23 anos sem conquistas de títulos.

O estádio Amigão em Campina Grande – PB ficará marcado na história do Ferroviário por 2 motivos, além da conquista inédita do título da série D, a conquista do acesso nas quartas de final foi em cima do Campinense – PB no mesmo local em disputa emocionante por pênaltis. Destaque também para o técnico Marcelo Vilar que conquista pela segunda vez em sua carreira o título da série D sendo que a primeira vez foi em 2013 com o Botafogo – PB.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, texto

Equipe do Ferroviário conquista inédito Campeonato Brasileiro da série D encerrando 23 anos sem conquistas

O futebol cearense agradece a participação das equipes nos principais campeonatos nacionais buscando competitividades e vôos maiores no qual o futebol cearense deixe de ser figurante para ser protagonista e fortalecendo principalmente a região Nordeste que tem público maravilhoso, alegre e acolhedor, agradecemos também aos maiores artilheiros do Brasil em 2018, Arthur (Ceará), Gustavo (Fortaleza) e Edson Cairús (Ferroviário) que juntos anotaram 60 gols na temporada.

Este é o Estado do Ceará conhecido pelas suas belas praias e demais atrativos turísticos, cultura diversificada, artesanato riquíssimo, religiosidade popular, por revelar grandes talentos do humor e agora mais do que nunca protagonizando no futebol nacional, o Brasil agradece.

Roma
Clique na imagem para acessar o site

Deixe uma resposta