Notícias

Futebol Brasileiro

Após 18 anos, Jefferson se aposenta do Botafogo

Jefferson

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Jefferson é o terceiro atleta com mais jogos pelo clube carioca

O experiente goleiro do Botafogo, Jefferson, encerrou sua carreira profissional. No Fogão há 18 anos, Jefferson se consolidou com ídolo da torcida alvinegra. Em entrevista coletiva de despedida, o agora ex-jogador comentou sobre algumas histórias que passou dentro do clube.

“Foi um ano muito complicado (2014), mas, mesmo o Botafogo sendo rebaixado, eu tive um ano muito positivo, pessoalmente até fui considerado o melhor goleiro do Brasileiro. Confesso que tinha tudo para deixar o Botafogo. Naquele momento, não vi como algo profissional, mas, sim, pessoal. Até mesmo pelos ensinamentos que eu tive. Hoje em dia tudo é encarado de forma muito descartável. Estava precisando muito da minha permanência. Coloco o Botafogo até mesmo acima da Seleção naquele momento e não me arrependo do que fiz”, decretou o camisa 1.

“Acho que minha história aqui é de mais que títulos. É de lealdade, caráter. Nem tudo na vida é dinheiro, emoção, Europa e Seleção. A lealdade vale muito”, completou Jefferson.

DDv9tA5XoAEB4vn
Botafogo faz homenagem a seu grande ídolo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Questionado sobre neste 18 anos de carreira algo que ele possa ter feito que se arrependesse depois, Jefferson se mostra tranquilo.

“Arrependimento eu creio que não. Saio com a consciência limpa, muito tranquila. Eu me dediquei sempre, em todos os jogos. Durmo tranquilo, me doei ao máximo pelo Botafogo. Nos momentos mais difíceis eu estive presente. O Botafogo também estendeu as mãos para mim. Agradeço também à minha família, que sempre esteve do meu lado. Minha esposa, minha mãe. Sou muito grato e realizado neste final de carreira”, afirmou.

Por fim, Jefferson comentou sobre como pretende seguir há diante após se despedir dos gramados.

“Eu sei que no Brasil, em algumas áreas, há o preconceito. Sei que representei muito a nossa classe. Peço que não coloquem a cor (da pele) como empecilho. Com determinação, trabalho e foco a cor vai ficar para trás e o seu trabalho irá se sobressair. Eu tinha que matar dois leões por dia por isso. Nunca coloque as suas dificuldades na frente, busque, pois, aos que acreditam, a vitória é consequência”, finalizou Jefferson.

Foto destaque: Vitor Silva/SSPress/Botafogo.

Higor Rodrigues (440 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta