Notícias

Matérias Especiais

Copa do Mundo 2018: Marrocos

Grupo B – Especial Copa do Mundo

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Vinte anos após a última participação em Copas do Mundo, os ‘Leões do Atlas’, como é conhecida a Seleção Marroquina de Futebol, voltam a disputar o torneio de seleções mais famoso e tradicional do mundo. Esta será apenas a quinta participação dos marroquinos, uma das equipes nacionais mais tradicionais do continente africano.

História na Copa

Esta é a melhor seleção marroquina que já se viu jogar, segundo a imprensa nacional. Com bons nomes, a defesa é seu forte, com sua linha titular atuando nas principais ligas europeias. No meio pra frente, possui jogadores extremamente técnicos e habilidosos. Eles querem surpreender em um grupo relativamente complicado, com Portugal e Espanha, ambas franco-favoritas para ficarem com as vagas para as oitavas. Por fim, a outra seleção que compõe o grupo B é a do Irã, adversário na estreia.

Antes de disputar a Copa do Mundo, a seleção marroquina deverá realizar três amistosos na Suíça, onde encerrará sua preparação, dois deles já estão próximos de serem confirmados e devem ser contra Eslováquia e Estônia, apenas o terceiro e último amistoso o adversário ainda não foi confirmado.

Em sua última participação em Copas do Mundo, na França em 1998, os Marroquinos por pouco não se classificaram para a segunda fase. Estavam no Grupo A, juntamente com Brasil (Na época o atual campeão), Escócia e Noruega. Acabaram a primeira fase na terceira posição do grupo com 4 pontos, com um empate por 2×2 com a Noruega, derrota para a seleção brasileira por 3×0 e na última partida venceram os escoceses por 3-0, resultado que foi insuficiente para a classificação, já que na outra partida, a Noruega venceu o Brasil por 2-1, com direito a gol nos últimos lances.

Principal Jogador

O principal jogador da seleção marroquina é o zagueiro Mehdi Benatia, de 31 anos, que atua na Juventus da Itália. Com passagens por grandes equipes como Roma e Bayern de Munique, ele é o capitão e um dos principais líderes  dessa seleção. Foi dele o gol que sacramentou a vaga para a Copa, na vitória por 2-0, fora de casa sobre a Costa do Marfim. Com isso, encerrou um longo jejum do seu país natal sem disputar uma Copa do Mundo.

Treinador

O técnico da seleção marroquina é o ex-jogador francês Hervé Renard de 49 anos, que teve passagens de sucesso pela seleção da Zâmbia, quando conquistou a Copa das Nações Africanas de 2012 e pela Costa do Marfim, onde conquistou a CNA em 2015. Antes de assumir o comando da seleção marroquina, Renard estava no Lille, da França. Será sua estreia na Copa do Mundo, e ele falou sobre as expectativas de disputar esse torneio tão importante:

“Muito feliz em ver essa data chegar! Mas temos que ser pacientes, saborear este momento de empolgação que vai invadir um país inteiro. Quanto mais perto chegarmos a da data, mais a emoção vai aumentar!.”

Ao ser questionado sobre seus objetivos com seus comandados na Copa, Renard garante que não pretende passar vergonha:

“Nós só queremos uma coisa: estar à altura disso. Nós não queremos ir lá para sermos ridículos. Fizemos de tudo para nos classificar para a Copa do Mundo, mas, por trás disso, precisamos entender o desafio e nos preparar da melhor forma possível.”

Segundo ele, a seleção marroquina é a que está em melhor estado de espírito no continente, exaltando positivamente seus comandados, ressaltando que eles querem fazer história no futebol marroquino. E também citou positivamente as outras seleções africanas que vão à Copa, como a Tunísia, Nigéria, Egito e Senegal.

Qualificação para a Copa

A seleção marroquina estreou na segunda rodada das eliminatórias em 2015, onde enfrentou a seleção da Guiné Equatorial, eliminando seus adversários no placar agregado por 2-1, vitória em casa por 2-0, e a única derrota sofrida em toda a campanha, 1-0 fora de casa. Na terceira rodada, os marroquinos entraram no Grupo C, juntamente com Costa do Marfim, Gabão e Mali. Uma campanha praticamente impecável, invicta( 3 vitórias e 3 empates) e uma defesa que não levou nenhum gol, classificaram os Leões do Atlas para a Copa do Mundo. Campanha que desbancou a franco-favorita Costa do Marfim, que ficou na segunda posição do grupo e fora da Copa.

Curiosidades

Antes de 2018, a seleção marroquina disputou as Copas do Mundo nas edições de 1970, 1986, 1994 e 1998. Sua melhor campanha foi na copa de 1986. Na ocasião, se classificou em primeiro no grupo F que continha Portugal, Polônia e Inglaterra. Foram eliminados nas oitavas de final pela Alemanha Ocidental por 1-0, com gol do craque Lothar Mätthaus.

Seu maior título de expressão foi a conquista da Copa das Nações Africanas em 1976. O jogador que mais disputou jogos pela seleção foi o meia Abdelmajid Dolmy, com 140 partidas disputadas e seu maior artilheiro é o meia Ahmed Faras, com 42 tentos anotados.

Capital: Rabat.

Número de Habitantes: 35.042.582.

Participações em Copas: 5 (1970,1986,1994,1998,2018)

Melhor participação: Copa de 1986, 11o Lugar, eliminado nas oitavas de final pela Alemanha Ocidental.

Time Base: Munir; Dirar, Benatia, Saiss e Hakimi; El Ahmadi, Belhanda, Boussoufa e Amrabat; Boutaib e Ziyech.

Posição na última copa: Não Disputou.

Ranking Fifa: 42o Lugar, 681 pontos.

Gilbray Barreiros (56 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta