Notícias

Futebol Brasileiro

Com gol de Edigar no final, Bahia vence Bavi

22549750_1881561341880051_2753812383791408211_n

Bahia vence o Vitória
Bahia vence último Bavi de 2017

 

Bahia vence mais um Bavi. Neste domingo, na disputa do Ba-Vi, o Bahia derrotou o Vitória pelo placar de 2 a 1, em partida válida pela 30ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Os gols do confronto foram marcados por Mendoza e Edigar Junio, para os tricolores, e Wallace, a favor dos rubro negro. 

O primeiro tempo foi de maior domínio do Esquadrão de Aço. Controlando as ações, os mandantes tomavam a iniciativa da criação de jogadas, mas não conseguiam concluir ao gol. Os rubro-negros se limitavam a organizar suas linhas defensivas e conter o avanço ofensivo do adversário. O Vitória teve uma grande chance com David, ele arrancou bem e saiu de cara com Jean, mas finalizou muito mal.

As primeiras finalizações do Bahia saíram em jogadas consecutivas, com um cabeceio de Allione e um chute cruzado de Mendoza, após contra-ataque. Nos dois ataques, Caíque fez a defesa e assegurou o placar de 0 a 0.

Logo no início do segundo tempo, o Bahia abriu  o marcador. Zé Rafael tentou enfiar uma bola em profundidade para a área, Wallace cortou mal e a bola caiu nos pés de Mendoza, que não precisou nem dominar para chutar para o gol, Bahia 1 a 0 e Fonte Nova explodiu.

😍 Mais uma linda volta pra casa #BBMP

Posted by Esporte Clube Bahia on Sunday, October 22, 2017

Depois do gol, o Bahia deu muito campo ao Vitória e só se preocupou em defender. Carpergiani tirou Zé Rafael e Alione, colocou o zagueiro Thiago Martins e o volante Matheus Sales, Régis também entrou no lugar de Mendoza.

O Vitória chegou ao empate em um problema crônico no Bahia, bola área. Em uma cobrança de escanteio, a zaga não afastou a bola e Wallace chutou por baixo das pernas de Jean, 1 a 1.

Mesmo com os 3 zagueiros, o Bahia saiu para buscar o triunfo. Régis primeiro deu uma arrancada e serviu Ediga, ele finalizou bem cruzado e Caique fez uma excelente defesa. O gol saiu na sequência desse lance, Régis cruzou, Edson resvalou de cabeça e Edigar deu um toquinho de calcanhar para fazer o gol do triunfo tricolor.

Caso de racismo na partida

A partida que foi bem disputada, e com show tricolor na arquibancada, teve um caso muito feio. O atacante Trellez, do Vitória, fez uma ofensa ao volante de Renê Júnior. Segundo Renê, Trellez o chamou de “macaco”. Renê preferiu abafa o caso e não levar adiante.

A imagem pode conter: 1 pessoa, barba, chapéu e close-up
(Imagem: Esporte Clube Bahia)

Fala, Carpegiani

O técnico Paulo César Carpegiani falou sobre as três modificações realizadas no segundo tempo.

“Eu, quando botei três zagueiros, não queria que meu time ficasse lá atrás. Eu fiz isso depois que Mendoza e Zé Rafael, ao mesmo tempo, me pediram para sair. Eu queria ter colocado um centroavante, abrindo Edigar na ponta, mas a condição da equipe me obrigou a fazer estas alterações”, afirmou.

Quanto ao jogo, o comandante diz ter aprovado o desempenhou da equipe tricolor, principalmente no segundo tempo.

“Nós realizamos uma bela partida no primeiro tempo, sem sombra de dúvida. Saímos na frente e, logo depois, o Vitória saiu para o jogo, eles tentaram buscar o empate. Fiz modificações baseadas nos pedidos que chegaram até mim, de dentro para fora de campo”.

Próximo compromisso será no domingo (29), contra o Fluminense, no Rio de Janeiro.

Facebook

Deixe uma resposta