Notícias

Futebol Brasileiro

Athletico campeão: Confira a campanha do título da Copa do Brasil

Athlético Paranaense campeão da Copa do Brasil

Veja toda a trajetória do Furacão até a inédita conquista da Copa do Brasil

(Foto: Athlético campeão da Copa do Brasil. Reprodução / Wesley Santos/Folhapress)

Pela primeira vez em sua história, o Clube Athletico Paranaense conquistou a taça da Copa do Brasil, após derrotar o Internacional na noite desta quarta (18) por 2 a 1. Além disso, a instituição ainda faturou R$ 52 milhões.

Depois de um vice na competição em 2013 para o Flamengo, chegou a vez da torcida rubro-negra de Curitiba comemorar. Por isso, vamos relembrar a campanha que deu o título ao Furacão.

Oitavas de final – dificuldade do Athletico contra o Fortaleza

Por ter participado da Libertadores, a equipe já entrou na Copa do Brasil na fase de oitavas de final. O primeiro adversário foi o Fortaleza.

O primeiro jogo foi no Castelão e as equipes não saíram do 0 a 0. A partida foi pouco movimentada e com poucas oportunidades de gol.

No jogo da volta, na Arena da Baixada, o Athletico pressionou bastante, mas não conseguia furar o bloqueio do adversário. Após a expulsão de Carlinhos, aos 36 minutos do segundo tempo, o Fortaleza se retrancou e cedeu ao gol do centroavante Marco Ruben, aos 43 minutos, que deu a vitória.

Quartas de final – Triunfo sobre o Flamengo nos pênaltis

Após a longa parada para a Copa América, veio o confronto de rubro negros.

A partida de ida foi na Arena da Baixada e as equipes ficaram empatadas em 1 a 1. O zagueiro Léo Pereira abriu o placar, mas a equipe cedeu o empate ao fla, que fez seu gol com Gabriel Barbosa.

Mas, no jogo de volta o placar foi repetido, de novo 1 a 1. Entretanto, o contorno dramático foi bem diferente. O Flamengo foi quem abriu o marcador de novo com Gabriel Barbosa. Porém, o Athletico foi em busca de sua classificação e chegou ao empate com o atacante Rony. Na igualdade na soma dos placares, a decisão foi nos pênaltis, onde o goleiro Santos brilhou e defendeu duas cobranças.

Semifinal – Virada heróica do Athlético contra o Grêmio também nos pênaltis

Já eliminado da Libertadores, não tinha outra competição: a Copa do Brasil tornou-se a prioridade do Athletico.

O adversário era o forte Grêmio e logo no primeiro jogo, em Porto Alegre, veio uma dura derrota. Com uma atuação muito ruim, o Furacão foi derrotado por 2 a 0 para o tricolor gaúcho, que marcou com André e Jean Pyerre.

Porém, veio o grande dia do jogo da volta, em uma Arena da Baixada lotada com mais de 28 mil torcedores, o time entrou com a grande garra e passou literalmente como um Furacão sobre o Grêmio. No tempo normal, Nikão abriu o placar no primeiro tempo e Marco Ruben empatou o duelo no agregado na segunda etapa. A partida foi para os pênaltis, nenhum dos times erravam, até que na última cobrança o goleiro Santos brilhou novamente e garantiu a vaga na final.

Final – Duas vitórias imponentes sobre o Internacional

Na grande decisão, o Athletico atuou primeiro dentro de casa. Com mais de 39 mil pessoas, um jogo amarrado e difícil foi definido por um gol no segundo tempo. Bruno Guimarães entrou como elemento surpresa e garantiu a vitória.

No jogo da volta o Furacão não se deixou abater e novamente derrotou o Colorado. O volante Léo Cittadini abriu o placar e ainda no primeiro tempo o Inter empatou com um gol de Nico Lopez. Mas na segunda etapa o Athlético fechou com chave de ouro, após jogada linda de Marcelo Cirino, que cruzou para Rony garantir o título. Clube Athlético Paranaense campeão!

Outras conquistas

Neste século, o Athletico conquistou o Campeonato Brasileiro em 2001 em cima do São Caetano e a Copa Sulamericana sobre o Junior Barranquilla, da Colômbia. Além disso, o clube ainda teve um vice campeonato da Libertadores em 2005 contra o São Paulo e um vice da Copa do Brasil em 2013 contra o Flamengo.

 

Facebook E+

Esportes Mais

Deixe uma resposta