Notícias

Futebol Brasileiro

Após demissão de Diego Aguirre, veja nomes que podem pintar no Tricolor

Aguirre

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Foto: Luis Moura/WPP

Treinador uruguaio saiu do clube após o empate com o Corinthians em Itaquera

O São Paulo publicou na noite de domingo (11), via rede social, uma nota informando que o uruguaio Diego Aguirre não comanda mais o time principal. Segundo a postagem, a decisão foi de comum acordo entre as partes.

O INÍCIO NO SÃO PAULO

Aguirre assinou com o clube paulista em março desse ano, após a demissão de Dorival Júnior. Assumiu o time nas semifinais do Campeonato Paulista, quando seu time foi eliminado pelo Corinthians.

As competições de mata-mata não foram boas para o uruguaio. O tricolor foi eliminado pelo Atlético-PR ainda antes das fases de oitavas de final da competição.

Porém, o Brasileirão do São Paulo estava indo bem. O time ficou invicto por 8 rodadas, até a derrota para o Palmeiras, por 3 a 1. Mas o time não se abalou; manteve a pegada e engatou mais 4 rodadas sem derrota – incluindo vitória sob o Atlético-PR em Curitiba quebrando o tabu da Arena da Baixada, vitória sobre o Flamengo no Maracanã e vitória sobre o Corinthians no Morumbi.

A QUEDA DE RENDIMENTO

Depois de vencer o Corinthians, o São Paulo viajou até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio. Até abriu o placar; porém, com falhas de Sidão, o time sulista virou a partida. O São Paulo se recuperou na partida seguinte, vencendo o Cruzeiro no Mineirão.

O time de Aguirre ainda disputava a Copa Sul-Americana; campeonato que, para muitos, o time tinha plenas condições de ser campeão. Recebeu o Colón-ARG em casa, mas perdeu de 1 a 0. Após a derrota, o time ainda teve mais duas vitórias no Brasileiro, e sentia-se uma motivação para uma classificação na Argentina.

No jogo de volta, o time venceu por 1 a 0, porém foi derrotado nos pênaltis. Ali, via se a possibilidade de melhora no Brasileirão, já que era a única competição que restava. Mas o time não rendeu; o futebol caiu muito, e o time começou a tropeçar no campeonato. Empate sofrido com o Paraná na Vila Capanema, vitórias magras e pobres contra Ceará e Bahia, além dos empates contra América e Botafogo.

Nesse período, o Palmeiras de Felipão estava em ascendência. O empate tricolor com o Botafogo deu ao Palmeiras a liderança, e o próximo jogo seria justamente São Paulo x Palmeiras. O time verde venceu com autoridade, por 2 a 0. Foi ali o marco para que a torcida e a imprensa questionasse o trabalho de Diego Aguirre.

Após a derrota no clássico, o São Paulo somou 6 de 18 pontos disputados. Empatou no Morumbi com o Atlético-PR para 18 mil torcedores no Morumbi – a média do time é de 32 mil – venceu o Vitória no Barradão no sufoco.  Os empates com Flamengo e Corinthians foram desastrosos. Dois jogos onde o time precisava da vitória, mas o técnico optou por opções defensivas ao invés de opções ofensivas para tentar a vitória.

A QUEDA

Uma queda de Diego Aguirre era impensável, já que faltam poucas rodadas para o término do nacional. Porém, o clube decidiu por desligá-lo. Confira a nota oficial:

O São Paulo Futebol Clube informa que Diego Aguirre deixou, neste domingo (11), o comando técnico da equipe principal. A decisão pela saída neste momento foi tomada em conjunto, em reunião nesta tarde, a partir da definição entre as partes de que o contrato do treinador não seria renovado ao término da temporada.

Membro da comissão técnica fixa do São Paulo, André Jardine assume o time nas cinco rodadas restantes do Campeonato Brasileiro. Ele já comanda o treino desta segunda-feira (12), quando a diretoria se pronunciará no CT da Barra Funda, e o elenco iniciará os preparativos para a reta final da competição.

via site oficial

NOMES COTADOS PARA ASSUMIR O TRICOLOR

Campeão da Série B com o Fortaleza, o ídolo Tricolor, Rogério Ceni, sempre é o primeiro nome lembrado pelos torcedores, mas o agora técnico não deve ter o seu retorno ao clube em 2019. O nome mais cotado é de Abel Braga, que está sem clube. Mano Menezes também agrada, mas em ótima fase no Cruzeiro, é um nome complicado.

Roger Machado e Luxemburgo, ambos sem clubes, também são especulados, mas sem tanta força. Até mesmo Cuca, do rival Santos, pode receber uma sondagem do clube do Morumbi. Outra opção é manter Jardine, treinador que ficará a frente do Tricolor até o final do ano, e que tem boa relação com a diretoria, já que era da base do clube.

Gabriel Santos (42 Posts)

Apaixonado por esportes desde pequeno. Falo sobre futebol e o que der vontade.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta