Notícias

Sem categoria

Jogos Olímpicos 2016: Voleibol e Vôlei de Praia

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Voleibol é um dos esportes mais populares no Brasil, e nossa Superliga é uma das melhores do mundo. Em qualquer praia que você vá do extenso litoral brasileiro, a chance de encontrar alguém jogando vôlei na areia é gigante. Esses esportes que também são olímpicos estão no sangue e na vida dos brasileiros. A nossa seleção olímpica, tanto masculina quanto feminina são as mais bem sucedidas mundialmente no voleibol e também no vôlei de praia. Agora elas jogarão em casa com o apoio do torcedor, em busca de mais medalhas, de preferência a de ouro, que é a que mais combina com uniforme de nossa seleção.

Voleibol

História do Voleibol e do Vôlei de Praia

O vôlei foi criado por William George Morgan, nos Estados Unidos no ano de 1895, com o objetivo de ter-se um esporte que evitasse o contato físico entre os atletas de modo a minimizar os riscos de lesões. No começo era jogado com uma câmara de ar de bola de basquete.

Voleibol
William George Morgan

O voleibol foi jogado pela primeira vez nos Jogos Olímpicos em 1924 nos Estados Unidos, como parte de um evento especial onde foram apresentados esportes americanos. Apenas após a Segunda Guerra Mundial, todavia, começou-se a considerar a possibilidade de adicioná-lo ao programa das Olimpíadas, sob a pressão da recém-formada Federação Internacional (1947) e algumas das confederações continentais. Para angariar apoio para esta proposta, foi organizado em 1957 um torneio-exibição durante a 53a sessão do COI em Sófia, Bulgária. A competição foi um sucesso, e o esporte foi oficialmente introduzido em 1964. O vôlei de praia somente foi introduzido nos Jogos Olímpicos no ano de 1996, nos jogos de Atlanta.

No ano de 1947 a FIVB (Federação Internacional de Voleibol) foi fundada. Já em 1949 foi realizado o primeiro campeonato mundial de vôlei.

O voleibol de praia evoluiu a partir dos jogos de voleibol disputados socialmente na praia de Santa Mônica na Califórnia, EUA, na década de 1920, tendo chegado à Europa na década seguinte.Atualmente tem obtido grande sucesso em diversos países, nomeadamente no Brasil e nos Estados Unidos. Na década de 1940, disputavam-se dois torneios amadores na praia de Santa Mônica onde mais tarde tentou, sem sucesso, começar um campeonato profissional. Ainda em Santa Mônica, durante a década de 1970 começaram a realizar-se alguns torneios profissionais, patrocinados por empresas de cerveja e cigarros.Nos esportes coletivos, a primeira medalha de ouro olímpica conquistada por um país lusófono foi obtida pela equipe masculina de vôlei do Brasil nos Jogos Olímpicos de Verão de 1992. A proeza se repetiu nos Jogos Olímpicos de Verão de 2004 e nos Jogos Olímpicos de Verão de 2008 foi a vez da seleção brasileira feminina ganhar a sua primeira medalha de ouro em Olimpíadas.

Voleibol
Voleibol de Praia nas Olimpíadas de Londres, em 2012

Regras  do Vôlei

Uma quadra oficial de vôlei tem formato retangular e ocupa 18 metros de comprimento, divididos pela rede, e 9 metros de largura. Com uma superfície de madeira ou material sintético, a quadra de vôlei deve ter piso liso e ser identificada por cores vivas. Observando a figura acima que identifica o que é cada linha da quadra, abaixo descreveremos para que cada uma delas servem.

Voleibol

A rede fica posicionada no centro da quadra, possui 1 metro de largura e de 9,5 a 10 metros de comprimento com 25 a 50 centímetros da antena até o cabo e a corda que a seguram. A borda superior da rede deve ter 7 centímetros de largura, feita de lona branca e costurada ao logo de sua extensão. A borda da parte inferior da rede tem 5 centímetros de largura. A altura da rede varia conforme a modalidade. Para jogos do masculino, ela deve ficar a 2,43 metros do chão. Para jogos do feminino, sua altura deve ser de 2,24 metros. Os postes que sustentam a rede são colocados a uma distância de 0,5 a 1 metro além das linhas laterais. Eles medem 2,55 metros de altura e devem ser de preferência ajustáveis.

A antena serve para delimitar a área por onde a bola pode passar para o outro lado da quadra. É uma haste flexível com 1,8 metros de extensão e 10 milímetros de diâmetro. É feita de fibra de vidro ou material similar. Elas se estendem 80 centímetros acima da borda superior da rede.

A bola oficial de vôlei deve ser esférica, coberta por uma capa de couro flexível ou sintético e composta por uma câmara interior inflável de borracha ou material similar. Sua cor deve ser clara e uniforme, podendo ter também uma combinação de cores. Sua circunferência deve ser entre 65 e 67 centímetros e pesar entre 260 e 280 gramas.

Uma partida de vôlei tem, normalmente, 5 sets, sem tempo definido. Cada set é terminado quando uma equipe alcança os 25 pontos, tendo 2 pontos de vantagem sobre a equipe adversária. Caso não tenha, o set prossegue até que uma equipe conquiste tal vantagem. Cada time é composto por 6 jogadores em quadra e 6 jogadores reserva. Após o saque, cada time só poderá tocar a bola três vezes, sendo proibido que um jogador toque a bola duas vezes seguidas. A equipe vencedora é aquela que ganhar o maior número de sets.

Voleibol
Clique na imagem para acessar o site

Regras do Vôlei de Praia

O vôlei de praia é praticado numa quadra, demarcada com fita, na areia. As medidas são: 16 metros de comprimento por 8 metros de largura. No meio, deve ficar uma rede que mede 2,43 metros de altura (masculino) ou 2,24 metros (feminino).

O jogo é disputado em equipes de 2 a 4 jogadores (nas Olimpíadas os jogos são disputados por duplas). A equipe vencedora é aquela que ganhar dois sets (o jogo possui até 3 sets). Os dois primeiros sets vão até 21 pontos. Quando há empate em 1 set a 1, o terceiro é realizado com 15 pontos. Para fechar o set, a equipe deve sempre abrir dois pontos de vantagem.

Para marcar o ponto a equipe deve fazer a bola passar por cima da rede e atingir a quadra do adversário.

Seleção brasileira masculina de Voleibol

Organizada e gerenciada pela CBV, a seleção está em primeiro lugar no ranking da FIVB. É penta medalhista olímpica: conquistou sua primeira medalha de ouro olímpica nos Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992 e em 2004, nas Olimpíadas de Atenas, a sua segunda medalha de ouro. As outras 3 medalhas são de prata, conquistadas em Los Angeles (1984), Pequim (2008) e Londres (2012).

Voleibol
Seleção Brasileira Masculina de Voleibol, em Atenas, 2004

Os convocados para os Jogos Olímpicos 2016:

Levantadores:
Bruninho (Modela/Itália)
William (Sada Cruzeiro)
Raphael (Funvic/Taubaté)

Opostos:
Wallace Souza (Vôlei Taubaté)
Evandro (Suntory/Japão)
Wallace Martins (Brasil Kirin)

Centrais:
Lucão (Modela/Itália)
Isac (Sada Cruzeiro)
Sidão (Sesi-SP)
Éder (Vôlei Taubaté)
Maurício Souza (Brasil Kirin)

Ponteiros:
Murilo (Sesi-SP)
Lucarelli (Funvic/Taubaté)
Lipe (Funvic/Taubaté)
Lucas Lóh (Brasil Kirin)
Douglas (Sesi-SP)

Líberos:
Serginho (Sesi-SP)
Tiago Brendle (Brasil Kirin)

Seleção brasileira feminina de Voleibol

É administrada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e representa o Brasil nas competições internacionais de vôlei. É a atual bicampeã olímpica de voleibol feminino, depois dos títulos conquistados em Pequim 2008 e em Londres 2012.Atualmente ocupa o terceiro lugar geral do ranking da FIVB. Nos Jogos Olímpicos, a seleção feminina possui quatro medalhas: duas de ouro conquistadas recentemente em Pequim (2008) e Londres (2012) e duas de bronze conquistadas em Sydney (2000) e Atlanta (1996). Nos Jogos Olímpicos de Pequim, o Brasil realizou oito jogos vencendo todos e perdendo apenas um set na final contra as americanas.Na final dos Jogos Olímpicos de Londres, venceu novamente a equipe americana pelo mesmo placar da final de 2008. Já em Atlanta e Sydney foi barrado nas semi finais por Cuba, porém, conquistou o bronze enfrentando respectivamente a Rússia e os Estados Unidos.

 

Seleção Brasileira Feminina de Voleibol, em Londres, 2012

As Convocadas para os Jogos Olímpicos 2016:

Levantadoras
Dani Lins (Vôlei Nestlé)
Fabíola (Sem clube)
Roberta (Rexona-AdeS)
Naiane (Camponesa/Minas)

Centrais
Fabiana (Sesi-SP)
Thaisa (Vôlei Nestlé)
Juciely (Rexona-AdeS)
Carol (Rexona-AdeS)
Adenízia (Vôlei Nestlé)

Opostas
Sheilla (Vakifbank/Turquia)
Tandara (Camponesa/Minas)
Monique (Rexona-AdeS)

Ponteiras
Natália (Rexona-AdeS)
Fernanda Garay (Dínamo Moscou/Rússia)
Jaqueline (Sesi-SP)
Gabi (Rexona-AdeS)
Mari Paraíba (Camponesa/Minas)

Líberos
Camila Brait (Vôlei Nestlé)
Léia (Camponesa/Minas)

O Brasil nas olimpíadas com o Vôlei de Praia

Assim como no voleibol, o Brasil é um sucesso quando falamos do voleibol de praia. No masculino do vôlei de praia nos Jogos Olímpicos, temos 5 medalhas. Sendo uma de ouro, três de prata e uma de bronze. Temos dois dos cinco maiores medalhistas olímpicos, Emanuel Rego e Ricardo Santos, ambos com três medalhas conquistadas, a única medalha de ouro ganhada pelo Brasil foi ganhada por eles. Os outros brasileiros que também são medalhistas são: José Marco Melo, Ricardo Santos, Márcio Araújo, Fábio Luiz Magalhães e Alison Cerutti.

Voleibol
Emanuel e Ricardo, em Atenas, 2004

No feminino temos um total de seis medalhas, sendo uma de ouro, conquistada por Jaqueline Silva e Sandra Pires em Atlanta em 1996. As outras cinco medalhas são três de prata, Mônica Rodrigues e Adriana Samuel, uma vez e Adriana Behar e Shelda Bedê, duas vezes, E duas de bronze, com Adriana Samuel e Sandra Pires, e Juliana Silva e Larissa França.

Voleibol
Jaqueline Silva e Sandra Pires, em Atlanta,1996

Os Classificados para os Jogos Olímpicos 2016:

Masculino: Alison, Evandro, Bruno Schmidt e Pedro Solberg.

Feminino: Larissa, Ágatha, Talita e Bárbara.

Voleibol
Clique na imagem para acessar o site

 

Paulo Viana (173 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta