Notícias

Outros

Poucas surpresas nas quartas masculinas do Australian Open

Australian Open

Com 7 cabeças de chave, quartas de finais do Australian Open trouxe apenas uma supresa

As quartas de finais do torneio masculino do Australian Open trouxe poucas surpresas até agora, dos tenistas nessa fase, apenas 2 não estão entre os 10 primeiro do ranking. O torneio no entanto, ficou manchado por várias lesões que comprometeram alguns atletas para a segunda semana. Saiba quais são os duelos de quartas de finais:

Grigor Dimitrov (18) x Aslan Karatsev

O confronto entre Dimitrov e Karatsev tem tudo para ser bastante interessante, e põe os únicos dois jogadores forem do top 10 nas quartas de finais, frente a frente. O Bulgáro tá em ótima forma e gosta de jogar no Australian Open. Dimitrov já disputou a semifinal do torneio em 2017 e tenta repetir o feito em 2021. Dimitrov teve uma campanha consistente até aqui, sem perder sets contra Marin Cilic (ex-top 5) e contra Alexander Bolt nas duas primeiras rodadas. Na terceira, contou com a lesão de Pablo Carreno Busta, e a desistência do mesmo após estar perdendo por 0-6 0-1. Nas oitavas, a grande atuação de Grigor Dimitrov até aqui, derrotando Dominic Thiem em sets diretos, por 6-4 6-4 6-0. Dimitrov chegar longe não é nenhuma surpresa, não somente pelo histórico, mas também por ter um tênis agressivo e habilidoso.

A surpresa do torneio é Aslan Karatsev. O russo que é o 114º colocado do ranking, está conseguindo uma grande campanha no torneio australiano. Ele já havia passado por 3 jogadores no quali que foi disputado em Doha, duas semanas antes. Lá ele venceu Brandon Nakashima, Max Purcell e Alexandre Muller. Na Austrália, dois ‘crimes’ cometidos pelo russo, ele já tirou Diego Schwartzman que era o oitavo melhor rankeado do torneio em sets diretos, e venceu de virada o Canadense Felix Auger-Aliassime, que é uma das principais promessas do circuito. Karatsev também venceu Gianluca Mager em 3 sets, e destruiu o bielorrusso Egor Gerasimov, permitindo apenas 1 game para o adversário (6-0 6-1 6-0). Aslan tem se destacando pela potência nos golpes, e tem errado pouco, e jogado bem nos momentos importantes. O saque também tem sido um fator importante, ele venceu 77% dos pontos disputados com primeiro serviço contra Felix Auger-Aliassime.

Novak Djokovic (1) x Alexander Zverev (6)

Novak Djokovic e Alexander Zverev já se enfrentaram em 2021, na ATP CUP, vitória de virada do sérvio, atual número 1 do mundo. No h2h, vantagem também para o sérvio que venceu 5 vezes contra 2 do adversário. Novak Djokovic no entanto, vai ter que enfrentar as dores, já que sentiu uma lesão na terceira rodada contra Taylor Fritz que quase eliminou ele do jogo. A caminhada tem sido mais difícil do que esperado para o jogador, que após vencer em sets diretos Jeremy Chardy na estreia, ele perdeu pelo menos um set nos três jogos seguintes: Tiafoe, Fritz e Raonic. Na última partida, até tomou um susto, após Milos Raonic empatar o jogo, mas fez transparecer seu melhor jogo e venceu. A dúvida é como estará fisicamente o Djokovic, já que ele mesmo disse que “A dor ia e voltava durante o jogo”.

Alexander Zverev até começou cambaleando contra Marcus Giron, após vencer por 3 a 1 de virada. Mas a partir daí foi só atropelo e um grande nível do jogador alemão. Venceu Maxime Cressy, Adrian Mannarino e Dusan Lajovic sem perder sets e com grande atuação.  O saque também tem ajudado muito, foram 15 aces contra Lajovic. Além disso, contra o sérvio, ele teve 73% de primeiro saque em quadra, vencendo 77% dos pontos e fornecendo apenas 3 breakpoints para o adversário. Zverev tenta finalmente vencer um Slam, já que parou na final do Us Open para Dominic Thiem. Ele precisa aproveitar que o Djokovic demosntra estar lesionado para conseguir avançar a mais uma fase na Austrália.

Daniil Medvedev (4) x Andrey Rublev (7)

Daniil Medvedev e Andrey Rublev, campeões da ATP Cup com a Rússia irão se enfrentar na madrugada de terça para quarta. O duelo promete, principalmente porquê põe dois jogadores que ainda não perderam no ano e que estão em fase maravilhosa. Medvedev tá em grande fase desde o ano passado, venceu o Masters de Paris e o ATP Finals, sendo a principal ameaça ao título de Djokovic ou Nadal na Austrália. Até agora, sofrimento em apenas uma partida, na terceira rodada contra Filip Krajinovic, quando o russo abriu 2 sets a 0 e viu o sérvio empatar. No entanto, Medvedev dominou no último set e aplicou um pneu se classificando. As outras vitórias foram sobre Vasek Pospisil, Roberto Carballes Baena e Mackenzie McDonald em sets diretos.

Rublev tá voando, não perdeu sets no torneio e nos momentos complicados conseguiu sobressair sobre o adversário. Ele foi o algoz do brasileiro Thiago Monteiro em um ótimo jogo que terminou em 6-4 6-4 7-6. Além do jogo contra o Monteiro, ele venceu Yannick Hanfmann e Feliciano Lopez. Nas oitavas, aproveitou a lesão do Casper Ruud para avançar. O jogo deve ser bem equilibrado e com fortes golpes de ambos os lados. No circuito profissional, Medvedev venceu todas as 3 partidas contra o compatriota, a última foi no US Open 2020 em sets diretos.

Rafael Nadal (2) x Stefanos Tsitsipas (5)

Rafael Nadal tá em ótima forma, também sem perder sets na competição enfrenta o Stefanos Tsitsipas que tem “comido quietinho” e está em mais uma quartas de slam. Nadal, irrepreensível na maioria das partidas derrotou Laslo Djere, Michael Mmoh, Cameron Norrie e não deu chance para Fabio Fognini nas oitavas. Nadal ainda peca nos break points, contra Norrie e Fognini, foram 11 em 30, menos de 50%. Vencer esses pontos chaves, pode ser fundamental para vencer de um cara mais estável como é o Stefanos Tsitsipas.

O ‘Guguinha”, carinhoso apelido dado por fãs brasileiros por conta de sua aparência, chegou longe mais uma vez. E ele nem precisou entrar em quadra nas oitavas, já que Mateo Berretini deu W.O, por conta de lesão no abdome. Tsitsipas também destruiu Mikael Ymer em 6-4 6-1 6-1 e Gilles Simon com 6-1 6-2 6-1. No entanto, teve dificuldade na segunda rodada, quando foi ao quinto set contra o anfitrião Thanasi Kokkinakis. O duelo terminou com parciais de 6-7 6-4 6-1 6-7 6-4. No h2h, uma goleada para Rafael Nadal que venceu 6 das 7 partidas disputadas entre eles, sendo que nunca perdeu do adversário nesse tipo de piso.

Esportes Mais

Facebook

Imagem em destaque: Australian Open/Site

Deixe uma resposta