Notícias

Futebol Brasileiro

Imortal goleia Botafogo na Arena: “O Grêmio nunca deixou de brigar”

Após vencer por 4×0, Renato Portaluppi afirma que o Grêmio não deixou o Brasileirão de lado

(Foto: Divulgação / Lucas Uebel | Grêmio FBPA)

Neste sábado (01), o Grêmio venceu com muita facilidade o Botafogo por 4×0 em sua Arena. Com dois gols de Jael, um de Alisson e um de André, o Imortal entrou parcialmente no G-4.

Com o domínio do início ao fim, o time de Renato Gaúcho abriu o placar aos 11 minutos com um gol de pênalti de Jael, que saiu após uma trapalhada entre o zagueiro Yago e o goleiro Saulo do Botafogo. O segundo gol ainda na primeira etapa, aos 44, foi novamente de Jael, que ganhou no alto e viu a bola sobrar à feição para ele chutar forte no canto do goleiro alvinegro.

No segundo tempo o controle foi ainda maior, pois o Grêmio não somente teve a posse de bola, o Botafogo também piorou em seus ataques e não assustou. Aos 15 minutos do segundo tempo, livre na entrada da área, Alisson chutou no canto direito de Saulo para ampliar. E aos 30 minutos, novamente de pênalti, André fechou o placar.

Abre aspas

No final da partida, o atacante André, que disputa a vaga com Jael, comentou sobre essa boa disputa pela posição.

“Futebol é momento, tem que aceitar isso. Hoje sei disso. Jael é um grande jogador, vivendo grande momento. Fez até cavadinha. Tem que respeitar. Quando a fase é boa, tem que respeitar. Quando é ruim, trabalhar”, disse André.

Sobre essa situação, o treinador Renato Gaúcho comentou na coletiva.

“Não tem titular, tem os 11 que vão começar a próxima partida. Quem se escala é o jogador, tem que dar conta do recado quando é chamado. Tem que se entregar, procurar fazer o que treina na semana, o que a gente pede para os jogadores. Importante que o André recuperou a autoestima, fez um gol. É importante o jogador voltar a ter a confiança. Os dois estão bem, confio nos dois. Qualquer um que jogar não vai ter problema algum”, comentou o técnico gremista.

(Foto: Divulgação / Lucas Uebel | Grêmio FBPA)

Sobre o questionamento quanto a priorizar a Libertadores, Renato afirmou que o Grêmio nunca deixou de lutar pelo Campeonato Brasileiro.

“O Grêmio nunca deixou de brigar, nunca deixou o Brasileiro de lado. O objetivo era hoje conseguir mais três pontos para continuar lá na frente. Conseguimos e estamos de parabéns, depois da atuação de terça, às vezes a equipe relaxa. E foram essas duas ou três conversas que tivemos com eles, que não poderíamos relaxar por causa da classificação. Era importante a vitória pra continuar brigando pelo Brasileiro e voltar para o G-4. Vamos ver o que acontece nas outras partidas, mas o importante é que vencemos”, completou o treinador.

O próximo duelo do tricolor é na quinta-feira (06) contra o Santos no Pacaembu às 19h, horário de Brasília, pelo Campeonato Brasileiro. O Grêmio ocupa parcialmente a quarta colocação do Brasileirão. Caso o Palmeiras não vença a Chapecoense neste domingo (02), o tricolor se mantém no G4.

 

Esportes Mais

Facebook

 

Roma
Clique na imagem para acessar o site

Deixe uma resposta