Notícias

Futebol Brasileiro

América-MG x Atlético-MG: Independência será o palco do primeiro confronto decisivo

CT LANNA DRUMOND

América-MG recebe o Galo na Arena Independência precisando de um resultado favorável para reverter a vantagem do time Alvinegro, que joga a segunda partida no Mineirão e por dois resultados iguais para ser campeão

Na tarde deste domingo (16), a equipe do América-MG recebe o Clube Atlético Mineiro às 16h, horário de Brasília, no Estádio Raimundo Sampaio “Arena Independência”, em duelo válido pelo primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro de 2021.

Trajetória dos finalistas: América-MG x Atlético-MG

O América-MG foi o segundo time com a melhor campanha no Campeonato Mineiro de 2021, somando 22 pontos em 11 partidas num total de 33 pontos disputados. Ficou na vice-liderança do Estadual e no inicio da competição esteve na liderança em algumas rodadas. Na Semifinal passou pelo Cruzeiro vencendo os dois jogos por 2 a 1 no Mineirão e 3 a 1 em sua casa na Arena Independência, em seu último confronto.

Fazendo uma analogia da continuação do Campeonato Mineiro, o América-MG diminuiu a distância que o Atlético-MG tinha sobre ele no encerramento da primeira fase. A diferença que era de 5 pontos caiu para 3 pontos, já que o Alvinegro venceu uma e empatou a outra em sua disputa na semifinal. Caso o Coelho vença no domingo eles empatariam em pontuações, ambos ficando com 31 pontos corridos.

Já o Atlético-MG liderou o Campeonato Mineiro praticamente de ponta a ponta, no fim da primeira fase somou 27 pontos em 33 disputados em 11 partidas. Eliminou o Tombense vencendo no primeiro jogo por 3 a 0 e empatando o segundo por 1 a 1, exatamente seu último jogo pelo Estadual. Mas na última quinta-feira (13) o Alvinegro foi à Cali enfrentar o América de Cali da Colômbia, jogo válido pela Copa Libertadores das Américas e o Galo foi contundente e bem superior ao adversário ganhando por 3 a 1 e antecipando a sua classificação às oitavas de finais da Conmebol.

América-MG praticamente sem problemas quanto a escalação

O treinador Lisca juntamente com os jogadores e a comissão técnica se reapresentaram na terça-feira (11) no CT Lanna Drumond para início de treinamentos táticos visando a primeira partida da decisão contra o Atlético-MG, precisando reverter a vantagem do Alvinegro que joga por dois resultados iguais.

O comandante do Coelho praticamente não tem problemas com os jogadores para montar o time para a grande decisão que o América não disputa desde 2016 quando foi campeão exatamente contra o Atlético-MG. A única dúvida está por conta do meia Gustavo que está sob observação do departamento médico do clube devido a uma inflamação do dedão do pé esquerdo.

Por outro lado Lisca conta com o retorno do lateral esquerdo Lucas Luan que treinou normalmente com os companheiros depois de ter recuperado de uma lesão na coxa esquerda e segue como opção para o treinador Americano na busca do título inédito para ele e os demais atletas do clube.

Cuca  manda a campo time titular do Atlético-MG

O treinador Cuca vira a chave para o primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro de 2021 e sem tempo para preparar sua equipe, não quer saber de conversa mole, escala o time com todos os seus titulares. Atlético-MG que jogou na última quinta-feira (13) pela Libertadores, já chegou a Belo Horizonte pensando na decisão contra o América-MG neste domingo (16), sendo o primeiro confronto na Arena Independência.

Por ter melhor campanha, Alvinegro joga por dois resultados iguais e tenta tirar proveito ou aumentar a sua vantagem diante do Coelho, que jogando em casa deve ser mais agressivo, fato este que deixa o Atlético-MG mais na dele e à espera de um possível erro para encaixar um contra-ataque cirúrgico diante do América-MG. Por esse motivo, Cuca manda a campo o que tem de melhor.

Campeão em 2016, Coelho de Lisca e jogadores buscam título inédito

Treinador e jogadores do América-MG buscam o primeiro título do Campeonato Mineiro, no total são 42 jogadores, nenhum deles foram campeões estaduais por Minas Gerais. Na conquista de 2016 não tinha nenhum jogador presente no atual elenco.

Marcelo Toscano estava mas saiu para o futebol Asiático antes que o Estadual terminasse. Outro que está no elenco é o volante Juninho, mas chegou depois do título e Zé Ricardo da base do Coelho, mas só foi promovido após a conquista do América-MG.

Para o treinador Lisca é um título inédito pois o comandante do Coelho nunca ergueu uma taça de campeão estadual por onde passou na primeira divisão, o mais perto que ele chegou foi com o Ceará em 2019 e o Náutico em 2014, em ambas sendo vice-campeão.  Já com o time do Porto Alegre ele foi campeão em 2009 pela segunda divisão do Campeonato Gaúcho.

Quais são os trunfos do Atlético-MG contra o América-MG

Que todos sabem que o Atlético-MG tem um dos maiores investimentos do Brasil, isso todos sabem. Mas uma decisão são feitas de detalhes, além de ser um clássico, tem muitas nuances e envolvem coisas extracampo e no mais o Galo tem outros pontos de vistas dentro do cenário futebolístico como a Copa Libertadores, onde já está classificado para as oitavas. Somam a estes o início do Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil.

Lógico que ganhar campeonato é o objetivo de todo clube, mas longe de desfazer do Campeonato Mineiro, o foco do Atlético-MG está voltado para as conquistas nacionais e internacional. Sem ganhar o Brasileirão desde 1971, o Alvinegro acumula um jejum de 50 anos sem a conquista do título do Campeonato Brasileiro e o último título nacional foi em 2014 quando foi campeão da Copa do Brasil encima do arquirrival Cruzeiro.

Pois bem, se o Galo montou um time para brigar por estas conquistas, quais seriam seus trunfos para trazer estes troféus para a galeria do Clube Atlético Mineiro e já que estamos falando em títulos porque não a taça do Campeonato Mineiro? A decisão começa com o primeiro jogo entre os dois clubes neste domingo (16), o time Alvinegro tem vantagem por ter feito a melhor campanha na primeira fase.

Hulk

Contratado como o maior astro do clube, o Paraibano esteve envolvido com polêmicas com adversários como o Pottker do Cruzeiro em que resultou na expulsão dos dois atletas, jogador ainda teve um mau entendido com o treinador Cuca que cobrava mais tempo e sequência dele em campo. Resolvido o problema, o então “falso 9” começou a aparecer e a marcar gols, sendo o artilheiro do Atlético-MG na Libertadores e o vice na competição com 5 gols marcados sendo que o artilheiro marcou 6 gols.

Nacho Fernández

O meia Argentino é quem divide as atenções e os holofotes com o Brasileiro Hulk. Desde que chegou no clube ele realizou nove jogos com três gols e três assistências. É aquele meia responsável pela criação e o jogador capaz de resolver na articulação do time na forma geral cadenciando o meio de campo com o ataque. Nacho tem excelente qualidade nos passes e pode ser o cara da bola parada também.

Guilherme Arana

Não é a toa que ele foi convocado pelo técnico André Jardine para a Seleção Brasileira Olímpica que disputará a Olimpíada de Tóquio nos períodos de 31 de maio a 08 de junho de 2021. Um lateral esquerdo com muita habilidade e que surpreende a todos com seus chutes certeiros e aparecendo nas finalizações dos lances capitais dentro da área, além de cruzamentos perfeitos para os atacantes Alvinegros.

Confronto entre América-MG x Atlético-MG

Os dois times são rivais desde 15 de novembro de 1913, sendo considerado o clássico mais antigo do Estado de Minas Gerais. Nesta data o confronto terminou em empate por 1 a 1. Mas o jogo mais polêmico foi na decisão de 1948 no Estádio da Alameda, onde o empate daria o título ao Atlético-MG.

O América-MG vencia por 2 a 1 quando o atacante Murilinho chutou, a bola bateu num guarda municipal e entrou e o gol foi validado pelo árbitro inglês John Barrick, que sacramentou o título do Coelho e ficou conhecido como o *gol do guarda”

As duas equipes se enfrentaram em 421 jogos com ampla vantagem do Atlético-MG, que venceu 204 vezes e marcando 707 gols, já o América tem 115 vitórias com 509 gols marcados e houve 102 empates. Neste domingo (16) será mais um confronto entre as duas equipes, com a disputa o Coelho busca o seu 17º triunfo e o Alvinegro o seu 45º Estadual, sendo o maior vencedor do Campeonato Mineiro, já que o Cruzeiro soma 38 conquistas.

Fotos: Facebook/América-MG.

Fontes: Wikipedia.org / ge Globo Esporte / Superesportes

Ficha técnica – América-MG x Atlético-MG

Data: 16/05/2021

Hora: 16h, horário de Brasília

Local: Estádio Raimundo Sampaio “Arena Independência” – Belo Horizonte – MG.

Arbitro: Wanderson Alves de Souza – FMF – MG.

Arbitro assistente 1: Ricardo Junio de Souza – FMF – MG.

Arbitro assistente 2: Frederico Soares Vilarinho – FMF – MG.

VAR: Emerson de Almeida Ferreira – FMF – MG.

América-MG: (Provável escalação) Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Eduardo Bauermann, Anderson Jesus e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Bruno Nazário; Alê, Felipe Azevedo e Rodolfo José.

Técnico: Lisca.

Atlético-MG: (Provável escalação) Everson; Guga, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Tchê Tchê e Nacho Fernández; Savarino, Keno e Hulk.

Técnico: Cuca.

 

 

Deixe uma resposta