Notícias

Futebol Brasileiro

Zé Ricardo despacha críticas e se consolida no comando do Vasco da Gama

Zé Ricardo

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Contratado em agosto de 2017, as opiniões públicas sobre Zé Ricardo mudaram completamente

Do dia 23 de agosto de 2017, o Vasco da Gama anunciava oficialmente a contratação de Zé Ricardo para ser o treinador da equipe. De lá para cá, o que mudou?

Mas, calma. Primeiro, vamos falar do trabalho do técnico no Flamengo. Zé chegou ao Flamengo em 1998, trazido por Anderson Barros para comandar o futsal do Rubro-Negro. Apenas em 2005 ele migrou para o futebol de campo.

Profissionalmente, Zé Ricardo estreou em maio de 2016 comandando o Flamengo, após saída de Muricy Ramalho, por problemas de saúde. Depois de bons jogos com a equipe carioca, foi efetivado em julho. Na época, o treinador agradava à mídia e aos torcedores.

Resultado de imagem para Zé Ricardo Flamengo

Com um belo trabalho, terminou o Brasileirão em 3º lugar e levou o Mengão até a Libertadores novamente. Então, foi aí que tudo mudou.

Em 2017, a diretoria flamenguista fez contratações de peso, porém a equipe foi eliminada na primeira fase da Libertadores. A partir daí, tanto os torcedores, quanto a mídia passaram a massacrar Zé e suas escolhas. Praticamente em toda partida em casa, o técnico era vaiado pela torcida.

Até que, em 6 de agosto de 2017, após uma derrota por 2 a 0 para o Vitória, e vindo de um sequência de sete jogos sem vitórias, Zé Ricardo foi demitido do Flamengo. Zé ficou 432 dias à frente do Rubro-Negro, com 48 vitorias, 25 empates e 17 derrotas.

Com isso, os torcedores e jornalistas enchiam o treinador carioca de críticas. A opinião pública era que Zé era mau treinador.

Zé Ricardo comandando a vitória do Vasco na Libertadores (Fotos: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

Mas, tudo mudou quando o técnico, agora ex-Flamengo, voltou ao Vasco. Ele tinha comandado o futsal da equipe na década de 90.

Nessa época, o Vasco vivia um drama. Assolado pelo fantasma do rebaixamento, o clube vinha de uma sequência de maus resultados.

Zé Ricardo estreou com uma vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio. E, após uma derrota com gol irregular para o campeão Corinthians, passou 11 jogos invicto. Ao fim da temporada, o jovem treinador teve um arrancada impressionante com o Gigante da Colina e conseguiu a tão sonhada vaga para a Libertadores em 2018.

Foram 7 vitórias, 7 empates e apenas 2 derrotas no Brasileirão. Além disso, o Cruzmaltino foi o 2º lugar do segundo turno da competição.

Agora, Zé era idolatrado pela torcida e elogiado pela imprensa.

Nesse começo de 2018 os fatos não estavam bons para o comandante. Perdas de jogadores importantes como Nenê, Anderson Martins e Vital, e um momento político bastante conturbado no clube, incluindo troca de presidente e salários atrasados.

Ao fim de tudo, Zé Ricardo conseguiu acertar a equipe e estrear na Libertadores emplacando um fenomenal 4 a 0, fora de casa, diante da Universidad de Concepción, com show dos meninos Evander e Paulinho.

Ou seja, ao que parece o Vasco fez muito bem a Zé, mas Zé fez ainda muito melhor ao Vasco. Uma troca de favores muito positiva para os dois lados. Na relação ecológica do futebol, temos um Mutualismo entre os envolvidos.

Clique na imagem para abrir o site
Iaco Lopes (257 Posts)

Estudante de jornalismo. Vascaíno nascido em João Pessoa-PB. 17 anos.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta