Notícias

Matérias Especiais

Welcome to NFL – Playoffs

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Explicando um pouco mais o que são os playoffs da NFL

Neste artigo explicaremos detalhadamente como funciona os playoffs da NFL, para ajudar a galera que está começando a conhecer o esporte, e reforçar os conhecimentos de quem já entende o jogo.

Para as pessoas que não acompanham os esportes norte-americanos, a palavra “playoffs” pode parecer algo de outro mundo. De uma maneira muito simplificada, “playoffs” seriam uma espécie de segunda fase desses campeonatos onde os melhores times da primeira fase se enfrentarão para decidir o campeão.

No caso da NFL, é mais fácil entender como a liga é dividida primeiro para depois compreender como funcionam os “playoffs”. São 32 times divididos em duas conferência: a American Football Conference, AFC, e a National Football Conference, NFC. Tanto a AFC quanto a NFC possuem quatro divisões compostas por quatro times. Os campeões de divisão, junto com os dois melhores não-campeões de cada conferência (os chamados “wild cards”) se classificam para os “playoffs”. O famoso Super Bowl não é nada mais nada menos que o confronto entre o campeão da AFC contra o campeão da NFC.

Desse modo, os dois melhores campeões de divisão  de cada conferência “folgam” a primeira rodada e os campeões restantes enfrentam os times de wild card, em jogos únicos. Muitas vezes os times de wild card tiveram melhores campanhas que os campeões de divisão contudo, o mando de casa é sempre dos campeões.

Imagem que ilustra como funcionam os playoffs da NFL.

Na segunda rodada, a melhor equipe da conferência enfrenta o “pior time classificado” (a ordem de classificação são os campeões de divisão, da melhor para a pior campanha, e depois os wild card). Como consequência, o segundo melhor time da conferência joga contra o ganhador da rodada anterior melhor classificado na temporada regular. Os ganhadores desses dois jogos formados, por sua vez, se enfrentam na final de conferência. Os ganhadores da AFC e da NFC jogam o Super Bowl para decidir o campeão da NFL.

Marshawn Lynch e Matt Hasselbeck no famoso jogo de playoffs contra o New Orleans Saints em janeiro de 2011.

O sistema atual é alvo de inúmeras críticas porque ele justamente não seleciona os melhores times. Todo ano pelo menos uma equipe com uma boa campanha fica de fora e um campeão de divisão bem abaixo se classifica. Na temporada 2010/11, os Seahawks, liderados por Matt Hasselbeck e Marshawn Lynch, com uma campanha de apenas 7-9, se classificaram para os “playoffs”, deixando de fora tanto os Buccaneers quanto os Giants que ganharam 10 jogos na temporada regular. Para completar a saga de Seattle, jogando em casa, por terem sido campeões de divisão, bateram os atuais campeões do SB, New Orleans Saints (11-5), em jogo famoso pelo TD de 67 jardas de Lynch no último quarto. Ano passado, os Panthers com um medíocre 7-8-1 deixaram os Eagles (10-6) e conseguiram vencer o desfalcadíssimo Arizona Cardinals (11-5) em Carolina.

Analisando a temporada 2015/16, na AFC Kansas City e Pittsburgh, com campanhas de 11 e 10 vitórias respetivamente, ficaram apenas como wild cards. Enquanto Houston, que ganhou a fraquíssima AFC South, se classificou como número 4 e  terá mando de casa no jogo desse fim de semana. Mesmo caso acontece com Seattle e Green Bay na NFC, ambos com 10-6, jogarão fora de casa todos os jogos de playoffs enquanto Washigton, vencedor da NFC East com nove vitórias, enfrentará os Packers em casa nesse próximo domingo.

Dan Marino foi talvez o QB mais talentoso que jogou na liga, mas conseguiu somente oito vitórias em 18 jogos nos playoffs devido aos péssimos times do Miami Dolphins que ele tinha nas mãos.

Os “playoffs” também é considerado a época do ano que se diferencia os homens dos garotos. Não é atoa que o QB mais vitorioso é Tom Brady com incríveis 21 vitórias em 29 jogos, bem acima do segundo colocado Joe Montana que ganhou 16 jogos em 23 partidas disputadas. Em compensação, verdadeiras lendas como Dan Marino (8-10), Dan Fouts (3-4), Bernie Kosar (3-4) e Warren Moon (3-7) sofreram com seus times ruins que tiveram de comandar. Péssimos QBs como Mark Sanchez (4-2), Rex Grossman (2-2) e Trent Dilfer (5-1) souberam liderar seus ataques e possuem um histórico em “playoffs” que não condizem com suas habilidades propriamente.

Já em relação aos treinadores, o líder de vitórias é Bill Belichick com 22 vitórias em 31 jogos (antes de treinar NE, Belichick treinou os Browns e teve um recorde de 1-1 em playoffs). Em seguida vem o lendário treinador dos Cowboys Tom Landry (20-16). Dos treinadores em atividade, John Harbaugh (10-5), Andy Reid (10-10) e Pete Carroll (8-5) vêm bem atrás em décimo quarto, décimo quinto e vigésimo segundo respetivamente.

Bill Belichick (22-9) e Tom Brady (21-8) são a dupla de treinador e Quarterback mais vitoriosa da história da liga.

Por Pedro Pacola

Pedro Pacola (100 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta