Notícias

Sem categoria

Tempo real: Coletiva do presidente do Internacional Vitorio Piffero

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Tempo real: Confira a coletiva do presidente Vitorio Piffero que, provavelmente, anunciará a saída de D’Alessandro

D’Alessandro está de saída do Inter para o River Plate e a coletiva deverá anunciar  oficialmente.


16h51

Encerramos por aqui o tempo real da despedida do ídolo do Internacional, D’Alessandro. Obrigado a todos!

Agora é a vez do presidente Vitorio Piffero falar.

16h41

– “Não de tudo. Algumas coisas, sim. Faço as coisas consciente, com base na minha personalidade. Tenho a minha opinião, acho que o atleta pode opinar. Gosto de atleta que goste de opinar. Claro que tem coisas que me arrependo, mas outras, não.”

16h36

– “Não tem sucessor. Acreditamos no nosso grupo, sabemos do potencial que temos. Mas temos que ganhar títulos, ganhar competições internacionais. Não posso falar de sucessor. Hoje é minha vez de sair, mas torço para que o grupo possa fazer um ano bom coletivamente.

16h34

– “Não tenho frustração, não. Talvez um sentimento de dívida com o torcedor. Sabemos que é muito importante conquistar um título nacional pelo clube. Nada é impossível, dá tempo ainda. Temos um grupo com qualidade, com jovens que estão aparecendo… Esses caras são muito bons. Vou torcer de longe para o Inter conquistar títulos importantes. É um sentimento de dívida, mas não estou frustrado, não. Frustrado estaria se passasse esse tempo todo, 7 anos e meio, sem ganhar títulos para o torcedor. Nessa parte, eu fico tranquilo.”

16h31

– “Não falei com o grupo todo, falei só com os mais experientes. Não quis falar muito, porque nós temos jogo hoje. Não queria mexer muito com o pessoal. Vou sair tranquilo. Sempre fui sincero. Às vezes um pouco chato, mas sempre pensando no melhor para o grupo, sempre tentando que as coisas fossem as melhores possíveis para o grupo.

16h29

“Meu empresário me comunicou o interesse e fiquei meio surpreso. Estava por empréstimo do Zaragoza no San Lorenzo e quando vi a vontade do clube em me contratar demorei só dois dias para responder. Para um Argentino jogar no Brasil não era fácil. Hoje melhorou um pouco, tem muitos argentinos e o povo respeita um pouco mais. Imaginava fazer um bom trabalho e mostrar minha qualidade, mas não imaginava ganhar a Sul-Americana nos seis primeiros meses. O Tite havia montado um ótimo time, um dos melhores da minha carreira (2008). Meu carinho pelo clube e a empatia com o torcedor foi crescendo. Hoje essa relação é excelente.”

Link permanente da imagem incorporada

16h26

D’Alessandro:

– “Na segunda-feira. Nunca havia passado pela minha cabeça deixar o clube, mas por se tratar do River pensei diferente. Estou voltando para minha terra. Irei aproveitar, meus filhos ficarão perto dos avós. Vou jogar a Libertadores, e será um desafio importante para minha carreira. O que aconteceu no passado não me importa, quero voltar e fazer história no River.

16h24

D’Alessandro:

– “Vocês devem saber, sempre que abria a janela de transferências, meu nome aparecia lá. Desta vez, não. Muitas vezes meu nome foi usado politicamente. Gosto que as coisas sejam claras. Foi a primeira vez que alguém chegou com uma proposta concreta.

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

16h17

– “Ter falado com o Gallardo foi muito importante. Ele me passou muita confiança e falou sobre a vontade de contar comigo. Foi uma decisão difícil, conversei com a minha família. Volto a dizer, é uma mistura de tristeza e felicidade.

16h14

– “O título mais importante foi a Libertadores de 2010. Poderia citar os títulos, mas isso foi fruto do trabalho da equipe. Tive sorte de fazer parte de grandes times aqui. O CT, o antigo estádio do Beira-Rio, a relação com os empregados, meus amigos… Fico isso. Quando eu voltar, o segurança que estiver na porta me abraçar. Isso vai ser o mais gratificante.

16h12

Voltará ao Inter?

D’Alessandro:

– “Estou encerrando uma etapa, o ciclo não termina. Tenho contrato com o River até dezembro, e isso veremos mais pra frente. Não posso prometer nada ao torcedor. Sempre fui profissional e dei o meu melhor, é isso que o torcedor tem que saber. É isso que a maioria dos colorados sabem. É emocionante ver esse carinho do torcedor. Só tenho a agradecer. A história continua. O clube é muito maior do que qualquer atleta.

16h10

D’Alessandro:

– “Passei no vestiário para retirar minhas coisas e é triste. Mas acontece… Meu vínculo com o clube segue até 2017.

16h09

D’Alessandro:

– “Quero aproveitar minha família, isso pesou muito. E voltar ao River depois de 13 anos é uma satisfação muito grande. A ficha não caiu ainda.

16h08

D’Alessandro:

– “Ainda não me despedi do grupo, pois temos jogo hoje. É uma mistura de tristeza e alegria, estou voltando para minha terra, para perto dos meus pais, com uma família maior, com meu filho Brasileiro de 6 meses.

16h07

D’Alessandro:

– “Estou muito agradecido ao Inter. Foi um clube que me deu tudo. Eu sempre quis sair bem. Acho que é o momento certo para encerrar uma etapa muito bonita. Esse sonho parecia distante, mas virou realidade. Nada se compara a minha relação com o clube. Só tenho a agradecer.

16h05

D’Alessandro:

– “Estou saindo por vontade minha. Surgiu uma oportunidade de voltar ao time que fui revelado. Por causa do River consegui fazer uma carreira que me orgulho muito.Depois de 13 anos, abriram a chance para eu voltar. Estou saindo do clube…

Jogador se emociona na coletiva e começa a chorar.

Pré-Coletiva: Ao longo de sua jornada pelo Internacional, foram 10 títulos, sendo eles a Copa Sul-Americana de 2008, Recopa Sul-America de 2011, Copa Suruga Bang em 2009, seis campeonatos Gaúchos (2009, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015) e uma Libertadores em 2010!

Pré-Coletiva: Com 76 gols em 340, D’Alessandro conquistou a torcida do internacional virando um dos maiores ídolos da história do clube e o maior ídolo Argentino do clube.

Pré-Coletiva: O jogador teve participação fundamental na conquista da Libertadores de 2010 pelo Inter, com gols e assistências.

Pré-Coletiva: D’alessandro chegou ao Inter em 2008, depois de um empréstimo pelo San Lorenzo

Pré-Coletiva: Jornalistas já chegaram na sala de imprensa do Inter. Já, já o presidente chega.

Pré-Coletiva: D’Alessandro já chegou no Beira Rio. Coletiva irá anunciar sua saída do clube para o River, da Argentina.

Pré-Coletiva: D’Alessandro senta ao lado do presidente do clube, Vitorio Piffero.

A partir e agora você fica ligado em tudo o que acontece na coletiva do Internacional, que pode anunciar a saída do ídolo D’Alessandro para o River Plate, clube que o revelou em 2000

 

 

suporte (2040 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta