Notícias

Futebol Internacional

Opinião: a Sul-Americana que vale muito mais que um título

Sul-Americana

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Listamos  o porque dessa final ser tão importante para o Independiente e valer mais que simplesmente uma taça para o Rey de Copas, que devagar vem voltando a ser o que um dia foi

1- “Copar”  outra vez o Maracanã

Como diz a letra da música: “Sé que volveremos a ser lo que una vez fuimos/ Jugar en Japón, copar el Maracanã/ Nunca visitante siempre de local” – que em bom português quer dizer: “Sei que voltaremos a ser o que fomos uma vez/ Jogar no Japão, “copar” o Maracanã/ Nunca de visitantes sempre em casa”.
Essa frase “copar el Maracanã” faz referência ao glorioso título da Supercopa de 1995, no qual Independiente e Flamengo se enfrentaram na final. O Rojo venceu o primeiro jogo por 2-0 com gols de Mazzoni e Domizzi, em Avellaneda. No segundo jogo o Flamengo ganhou por 1-0 com gol de Romário, o que não foi o  suficiente para dar o título ao rubro-negro. Assim o Independiente foi o primeiro clube estrangeiro a ganhar um título no Maraca e festa nas bancadas do estádio mais místico do Brasil foi roja!

2- Glorificar o excelente trabalho de Holan

Ariel Holan é um treinador fenomenal. O DT que também é torcedor do clube parece ter colocado outra vez o maior campeão das Américas nos  trilhos. Chegou de um ótimo trabalho no modesto Defensa y Justicia e com muito esforço conseguiu recuperar uma equipe que vinha desacreditada depois dos péssimos resultados com Gaby Milito.
O método Holan merece muito destaque. O treinador se baseia em alguns pontos para realizar seu trabalho. O primeiro é que os jogadores sejam dinâmicos. O segundo ponto é que o clube faça um esforço para trazer um jogador de ponta. O terceiro é limpar um pouco o elenco. Já o quarto e um dos mais importantes é adotar um treinamento que se baseie no dinamismo e na intensidade. Através desse método Holan tem retomado o espírito ganhador do Independiente e merece muito esse título.

3- O feito esportivo que falta para a gestão Moyano

O sindicalista Hugo Moyano prometeu que tiraria o Independiente do fundo do poço quando assumiu a presidência. Quando ele assumiu as instalações do clube iam de mal a pior, e o futebol era um desastre.
Ao lado de seu filho, Pablo, Hugo terminou as obras no Estádio Libertadores de América e o inaugurou (restando a instalação do teto). Piscinas e ginásios foram totalmente reformados. As sedes  Avenida Mitre e de Boyaca foram melhoradas. A Villa Dominico, onde treinam varias divisões do futebol do Independiente, incluindo o plantel profissional, passou por varias reformas, com a ajuda econômica de Sergio Agüero e Gabriel Milito, a divisão de alto rendimento foi inaugurada no local.
Muitas conquistas foram conseguidas fora das quatro linhas durante a gestão Moyano, quanto a isso não há dúvidas. Para coroar essa boa gestão falta um título, que seja de grande expressão no futebol.

4- Uma vaga para a Libertadores 2018

As cinco vagas pelo Campeonato Argentino já estão definidas, o Independiente por muito pouco ficou fora, deixando escapar sua vaga no maior torneio do continente para o Banfield na última rodada, após um empate contra o Lanús na uma rodada.
Sobrariam então três chances do Rojo se classificar à Libertadores 2018. A primeira se fosse campeão da Copa Argentina, o que não aconteceu, a equipe foi eliminada pelo Atlético Tucumán nos 16avos da Copa. Outra opção para que os Diablos fossem à Libertadores seria se o River Plate ganhasse a Libertadores 2017, os Millonarios foram eliminados nas semi-finais. Então a única possibilidade de o Independiente, maior campeão da Libertadores, jogar a próxima edição é se os Rojos levantarem a taça da Sul-Americana.

5- Manter a sina de ganhar pelo menos um título por década

Desde os anos 1960, quando começaram a ser disputadas as copas  internacionais, , o Independiente ganhou pelo menos um troféu em cada década.  Na atual década que vai de 2011 a 2020 esse título ainda não apareceu na galeria roja, a esperança é a Copa Sul-Americana desse ano.
Na última década o título do Argentino de 2002 e o da Copa Sul-Americana de 2010 salvaram essa “sina diabólica”.

6- Ser também o maior campeão da Copa Sul-Americana

Todos já sabem que o Independiente é o maior campeão da Copa Libertadores, com sete títulos ganhados. Caso o clube ganhe essa Sul-Americana, será ao lado do Boca Juniors o maior campeão da copa continental. O Independiente tem o título de 2010. O Boca  foi campeão em 2004 e também em 2005. Tudo bem que não será o campeão da isolado da “Sula” como é o da Libertadores, mas é um feito a mais a ser alcançado por esse gigante.
Paulo Viana (131 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta