Notícias

Futebol Internacional

Stoke City termina mais uma vez na nona posição

Stoke

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Pela terceira temporada consecutiva, o Stoke City terminou a Premier League na nona posição

Mais uma Premier League chegou ao fim, e novamente o Stoke foi o nono melhor time inglês na temporada. Já é a terceira vez seguida que isso acontece, e temos muitas semelhanças dos últimos três campeonatos, que respondem o porquê do clube sempre terminar na mesma colocação.

No último domingo (15), o Stoke venceu o West Ham por 2 a 1, em casa, com uma virada sensacional. Como o Chelsea empatou com o campeão Leicester, os Potters ultrapassaram os Blues e ficaram com a nona posição. O time de Stoke-on-Trent terminou o campeonato com 51 pontos, três a menos do que em seu recorde de pontos (54), na temporada 14-15.

Agora, vamos comparar as três campanhas, e tentar entender suas semelhanças e os motivos desse fato curioso.

Treinador

tecnico

Ironicamente (ou não), nas três temporadas que o Stoke foi o nono colocado da Premier League, também foram os três anos em que o treinador inglês, e ex-jogador, Mark Hughes, treinou o clube inglês. O ex-atacante chegou em 2013, para comandar a equipe a partir da temporada 13-14, substituindo o implacável Tony Pulis. Ele tinha a missão de retomar a missão dos Potters rumo às competições europeias, depois de uma queda de rendimento com o treinador anterior.

A missão de Hughes não era nem um pouco fácil, ele chegou muito criticado na época, pelos torcedores, pela má campanha comandando o Queens Park Rangers. O Sparky chegou falando em mudar o estilo de jogo do time, o que não seria nada fácil, levando em conta que o Stoke tinha um estilo de jogo ‘feio’, baseado em bolas na área, força física e contra-ataques.

Hughes chegou tentando colocar ordem na casa, liberando medalhões do clube, como: Rory Delap, Mamady Sidibe, Matthew Upson, Dean Whitehead, Carlo Nash e Matthew Lund. O clube fez poucas contratações em seu primeiro ano, a principal: Marko Arnautovic. Que acabaria sendo muito importante no futuro.

Todavia, o Stoke de Mark Hughes acabou realmente jogando um futebol mais bonito e vistoso, talvez até mais competitivo. Porém, deve-se destacar a inconsistência de seus times. O treinador inglês apesar de ser razoavelmente bem em táticas, não é lá muito bom em motivar seus jogadores. Ele, com certeza, foi um dos, se não o mais, importante pelas boas companhas dos Potters nos últimos anos.

Contratações

Xherdan Shaqiri não rendeu o esperado nesta temporada (Foto divulgação) Barclay's Premier League Match Stoke City v West Brom at Britannia Stadium Catagory. spt Reporter. Martin Spinks Date. 29.08.15 Time. 3pm Kick Off
Xherdan Shaqiri não rendeu o esperado nesta temporada (Foto divulgação)

Nas últimas janelas de transferências, o Stoke acabou ficando marcado por fazer poucas, e certeiras contrações. Geralmente, acaba comprando poucos, levando em conta a qualidade, e liberando muitos. O clube também costuma apostar empréstimos, seja saindo ou entrando.

Na temporada 13/14, as principais contratações foram: Muniesa, Arnautovic, Odemwingie,  Pieters e Ireland. Pegou jogadores por empréstimo: Assaidi e Guidetti. Esses jogadores foram de estrema importância para o clube dar uma bela arrancada no fim do campeonato.

Stoke
Clique na imagem para acessar o site

A temporada 14/15 não foi diferente, liberando vários jogador e fazendo contratações escolhidas a dedo. O clube trouxe: Bardsley, Sidwell, Bojan, Diouf. Conseguiu empréstimo de jogos importantes, como: Moses, Wollscheid e renovou o empréstimo do Assaidi.

Em 15/16 o ritmo continuou o mesmo, mantendo a base, o clube contratou jogadores de nome e currículo: Wollscheid, Haugaard, Joselu, Given, Glen Johnson, Afellay, Shaqiri e Imbula. Também trouxe Van Ginkel, que não ficou por muito tempo.

Contudo, o clube foi crescendo ao passar dos anos, contratando bem. Porém, nas três temporadas faltou algo que vamos falar no próximo tópico.

Falta de um artilheiro

Stoke
Crouch comemorando gol marcado pelo Stoke (Foto: Divulgação)

O grande responsável do Stoke não conseguir passar da nona posição, é a falta de um matador. Diouf, Joselu, Bojan, Walters,  Crouch, nenhum deles conseguiu engrenar no time, fazendo gols. Tanto que na última temporada, o Arnautovic foi o artilheiro do time, com 12 gols.

O clube já está ativa no mercado atrás para conseguir um matador. Em vários momentos na temporada, o time criava boas oportunidades de marcar, porém não tinha um camisa 9 nato, para colocar a bola na rede. Isso prejudicou muito o clube, que acabou perdendo pontos importantes.

Os artilheiros da últimas temporadas, foram, respectivamente: Crouch (9), Diouf (11), Arnautovic (11).

Defesa muito vazada 

Stoke
Defesa do Stoke levou muitos gols, o que atrapalha a equipe (Foto: divulgação)

Com Tony Pulis, o Stoke era conhecido pela defesa forte e pouco vazada. Com o estilo de jogo mais ofensivo de Hughes, as coisas mudaram. Nas temporadas 13/15 e 15/16, a equipe terminou a liga com saldo negativo. Até mesmo quando terminou com salvo positivo, em 14/15, acabou tomando 45 gols em 38 jogos.

As diversas lesões em jogadores defensivos, especialmente no capitão Shawcross, ajudou nesses números. O time não conseguiu achar uma dupla de zaga ideal. Variando muito entre Huth, Cameron, Shawcross, Wollscheid, entre mais outros.

Começo fraco

Stoke

Se tem algo que foi presente nas três temporadas, é o começo ruim do clube no campeonato. O Stoke sempre começa mal na liga, e acaba engrenando apenas no final, quando já é tarde demais. O clube demora a pegar entrosamento com os novos contratados, quando alcança, acaba renascendo e conseguindo grandes sequências invictas. Nas três temporadas os Potters perderam o primeiro jogo e venceram o último.

Outro fator importante é a instabilidade do time. É uma equipe que consegue passar vários jogos sem perder, e também vários jogos sem vencer. O psicológico não é o forte do time de Mark Hughes.

Resultado final

Stoke

Somando todos esses fatores citados a cima, sejam positivos ou negativos, o Stoke chega sempre ao mesmo número na tabela. A nona colocação já amante do clube. Na próxima temporada o time deseja finalmente terminar em outra colocação e finalmente conquistar a tão sonhada vaga à competições europeias.

 

Stoke
Clique na imagem para acessar o site
Iaco Lopes (225 Posts)

Estudante de jornalismo. Vascaíno nascido em João Pessoa-PB. 17 anos.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta