Notícias

Volei

Sesc-RJ vence Campinas e está na semifinal da Superliga Masculina

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em partida equilibrada, o Sesc-RJ venceu por 3×1 fora de casa e é a primeira equipe na semifinal da competição

(Foto: Divulgação / Luciano Claudino/Vôlei Renata)

O Sesc-RJ venceu o Vôlei Renata/Campinas por 3×1 nas quartas-de-finais da Superliga Masculina no Ginásio do Taquaral. As parciais foram de 26/24, 19/25, 23/25 e 20/25.  Com o resultado, a equipe carioca se classificou para a semifinal da competição.

Na primeira partida, o Sesc-RJ havia vencido pelo mesmo resultado de hoje, 3×1, na Jeunesse Arena.

Primeiro set

Como na maioria da partida, o set teve seu equilíbrio do início até o final. Com boas atuações do oposto Leandro Vissotto e do ponteiro Diogo Silva, a equipe de Campinas conseguiu se manter a frente do placar na maior parte do set.

Com sete erros de saque e sem bons aproveitamentos no ataque, o time do Rio perdeu o primeiro set por 26×24.

Segundo set

Controle carioca. O Sesc-RJ abriu vantagem logo no início por causa dos muitos erros do Campinas. Depois de abrir 6×2, o time de Giovane Gávio sustentou a vantagem no placar até o final do set.

Diferente dos demais sets da partida, esse foi tranquilo e com vitória do Sesc-RJ. Destaque para o oposto PV e para a boa distribuição de jogadas do levantador Thiaguinho.

Terceiro set

Foi o set dos centrais carioca e do oposto do Vôlei Renata. Em outro set equilibrado, o Sesc-RJ venceu no detalhe.

O Sesc-RJ abriu vantagem no início, mas o Campinas foi buscar e conseguiu até empatar a partida na reta final.

Com uma recepção muito boa no Rio de Janeiro, o levantador Thiaguinho pode trabalhar por várias vezes com o passe A. Isso facilitou a sua vida e ele não pensou duas vezes, colocou os seus centrais para jogar e foi o diferencial para o Sesc vencer o set.

Somados, Maurício Souza e Tiago Barth, centrais do Sesc-RJ, fizeram 11 pontos da equipe neste set. Maurício Borges e Tiago Brendle foram muito bem nas recepções.

Por ter poucos erros no set, o jogo foi de alta qualidade. Vissotto funcionou como o desafogo e colocou o Campinas na luta pela vitória após a equipe da casa estar atrás do placar.

O último ponto do set foi polêmico. Após o ataque do Campinas, os jogadores saíram comemorando, pois acharam que a bola havia tocado no chão. Mas a arbitragem entendeu diferente, e deu um toque no pé do jogador do carioca. A jogada prosseguiu e o Sesc-RJ venceu o set por 25×23.

Quarto set

Fechou com chave de ouro a classificação carioca. Foi mais um set equilibrado, porém, mostrou o poder de decisão nas retas finais que o Sesc-RJ possui.

As equipes trocaram ponto na maior parte do set. O Rio abriu vantagem no início e, no meio, a equipe de Campinas empatou.

Mas, os últimos cinco pontos do jogo foram carioca. Após estar 20×20 no placar, o Sesc-RJ contou com o nervosismo atrapalhando o Vôlei Renata e garantiu a vaga na semifinal. 25×20 no último set.

Análise: Bela distribuição de jogadas de Thiaguinho

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

(Foto: Divulgação / Sesc-RJ)

O troféu Viva Võlei foi para o levantador Thiaguinho. O motivo é só você olhar na pontuação dos jogadores do Sesc-RJ.

O PV foi o maior pontuador carioca novamente, com 16 pontos. Seguido por João Paulo, Maurício Borges, Maurício Souza e Tiago Barth, todos com 12 pontos. A bela distribuição de jogadas do levantador, somado a boa recepção, fizeram com que o Sesc-RJ vencesse o jogo.

Agora a equipe do Rio aguarda o vencedor do confronto entre Sesi-SP e Corinthians para que seja definido o seu adversário na semifinal. No primeiro jogo, o Sesi-SP venceu o Timão por 3×0.

 

Esportes Mais

Facebook

 

Joao Pedro (90 Posts)

Estudante de Jornalismo na Instituição IBMR Barra, Rio de Janeiro.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta