Notícias

Sem categoria

Rio 2016: basquete masculino (primeira rodada grupo A)

AP US ROSTER BASKETBALL S OLY BKO USA NY

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O basquete masculino terá seu início nesse sábado, com partidas do grupo A, com destaque para Estados Unidos x China

A disputa pelo ouro no basquete masculino começa nesse sábado (dia 06) com a primeira rodada do grupo A. Os favoritos Estados Unidos, com suas estrelas da NBA, enfrentam a seleção chinesa. Austrália e França farão a, provável, melhor partida dessa primeira rodada enquanto Sérvia e Venezuela decidem quem terá uma bela vantagem para uma vaga nas quartas de finais. Apesar do amplo favoritismo dos norte-americanos, o basquete é uma das competições mais equilibradas das Olimpíadas: são seis equipes disputando quatro vagas (por grupo).

No papel, Estados Unidos e França serão os dois primeiros colocados. Austrália, mesmo sem sua maior joia Ben Simmons, tem um time sólido e deve ser a terceira força. Sérvia, China e Venezuela brigarão pela quarta e última vaga para a próxima fase, com um certo favoritismo para os sérvios e sua tradicionalíssima escola de basquete vinda da antiga Iugoslávia.

Austrália X França (horário: 14:15)

Ben Simmons, primeira escolha do draft desse ano e principal jogador australiano, decidiu não disputar as Olimpíadas para focar na sua temporada de calouro na NBA.

Austrália e França abrem as competições no basquete masculino, com a que deve ser a melhor partida dessa rodada inicial do grupo A. Mesmo sem seu melhor jogador, o jovem Ben Simmons, primeira escolha no draft desse ano e o talentoso armador Dante Exum, os australianos têm uma equipe sólida.

Liderados pelo veterano e ex-primeira escolha do draft de 2005, pivô Andrew Bogut, a equipe da Oceania vem com uma boa dupla de armadores: Patrick Mills e Matthew Dellavedova. Mills, jogador chave na rotação do San Antonio Spurs como pontuador do banco, espera repetir os incríveis 20 pontos de média que fez em Londres 2012. Já Dellevedova, campeão na última temporada pelos Cavs, fundamental no esquema para neutralizar os “Splash Brothers” e que assinou um belo contrato de quatro anos, 38 milhões de dólares com Milwaukee Bucks, trará sua energia como defensor. Com Mills e Delle, os australianos terão uma dupla de armadores bem equilibrada. Junte essa dupla com a presença defensiva de Bogut no garrafão e você terá uma equipe fortíssima.

Apesar da força da Austrália, os franceses, liderados pelo futuro HOF e armador dos Spurs Tony Parker, são os favoritos para ser a segunda força desse grupo. Além de TP, a França tem uma bela dupla de jovens pivôs: Rudy Goubert (Utah Jazz) e Joffrey Lauvergne (Denver Nuggets). Nas alas, o interminável Boris Diaw, que também se juntou a Goubert em Utah, e o subestimado Nicolas Batum, que renovou com o Charlotte Hornets por incríveis 120 Milhões em cinco anos, darão uma consistência defensiva e uma habilidade de pontuar, tanto dentro quanto fora do garrafão, ideal para qualquer equipe.

China X Estados Unidos (horário 19:00)

A equipe norte-americana, ampla favorita para a conquista do ouro no basquete masculino, estreia na competição contra a China. Semana passada as duas equipes se enfrentaram em um amistoso, na qual o Team USA venceu por incríveis 49 pontos.

Apesar de não ter estrelas como Stephen Curry e LeBron James, que decidiram passar esse tempo para descansar e se preparar para a nova temporada da NBA, a equipe dos Estados Unidos vem mais forte como nunca. Claro que não se pode comparar com os lendários times de 1992 ou 2008, mas a time liderado por Kevin Durant não deve ter surpresas na competição.

O mais incrível do Team USA é justamente a versatilidade do elenco. Se precisar de um armador 1 pontuar, começa Kyrie Irving. Caso precise de um armador mais clássico, mais passador, Kyle Lowre joga. Na posição dois, Klay Thompson é a opção para melhorar seu chute de fora, enquanto DeMar DeRozan será aquele cara que usará seu atleticismo nas infiltrações no garrafão.

Carmelo Anthony e Kevin Durant são os dois melhores pontuadores dessa geração de jogadores, mas caso precise de uma maior força defensiva, Draymond Green e Harrison Barnes (nesse segundo, um melhor chute de fora) suprirão tal necessidade. Nos pivôs, DeMarcus Cousins é um jogador completo, com um amplo “skill set” ofensivo. Já DeAndre Jordan, apesar de sua limitação no ataque, usa de sua força atlética para dominar o garrafão defensivamente e pegar inúmeros rebotes ofensivos.

Como pode ser visto, não importa qual estilo de jogo escolhido por Coach K e sua comissão técnica, a equipe norte-americana terá uma bela vantagem contra qualquer outro time. Uma curiosidade é que pela primeira vez desde 1992, quando foram permitidos que profissionais disputassem a competição, um jogador universitário (do college) foi escolhido para integrar a equipe yankee. Uma tradição fora quebrada.

A seleção chinesa não é grande coisa, brigará com Sérvia e Venezuela pela quarta e última vaga do grupo A. Zhou Qi, jovem pivô de 20 anos que fora draftado pelos Rockets na segunda rodada nesse ano, é o principal destaque chinês.

Venezuela X Sérvia (horário 22:30)

Bogdan Bogdanović, principal esperança sérvia para uma medalha em Rio 2016.

Venezuela e Sérvia fecham a primeira rodada do grupo A na noite desse sábado. Jogo será importantíssimo para a disputa dessa provável ultima vaga para as quartas de final.

A seleção venezuelana é tida como terceira maior força no basquete sula-americano, atrás de Argentina e Brasil. Competirá para ser a surpresa do grupo, mas provavelmente será a lanterna do grupo. Vale ressaltar que, caso a lanterna seja concretizada, não será por falta de talento, como deve acontecer com os nigerianos no grupo B, será devido ao equilíbrio da competição.

Já os Sérvios vem com uma equipe jovem, apostando também na tradição do basquete da Iugoslávia. Os principais nomes são os jovens Nikola Jokic (pivô também do Denver Nuggets, assim como o francês Lauvergne) e Bogdan Bogdanović (ala de 20 anos, que joga no Fenerbahce, mas que tem os direitos federativos pertencidos ao Sacramento Kings). Os veteranos Milos Teodosic e Miroslav Raduljica darão experiencia a esse time. Apesar do desfalque do ala Nemanja Bjelica, jogador do Minnesota Timberwolves, os sérvios são os favoritos para o confronto contra os venezuelanos.

Por Pedro Pacola

Pedro Pacola (100 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta