Notícias

Sem categoria

Retrospectiva Grêmio 2016: O ano do Penta!

Gilardino

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Grêmio iniciou o ano de 2016 com 32 jogadores em seu elenco, se apresentando no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre. Sob o comando de Roger Machado, a equipe buscava como objetivo na temporada a conquista da Copa Libertadores de 2016, mesmo com um elenco taxado como limitado.

A equipe tinha pela frente cinco competições, sendo o Estadual, Primeira Liga, Campeonato Brasileiro, Copa Libertadores e Copa do Brasil.

 Grêmio x Danúbio: Amistoso?

O time do Grêmio recebeu o Danúbio na Arena, no dia 23/01, em um jogo pegado, brigado boa parte do tempo e típico de Libertadores. O espírito da competição continental, que começaria no mês seguinte, já estava junto com os jogadores dentro de campo.

Após um grande 1 º tempo, com excelentes oportunidades de ambas as equipes, o Grêmio abre o placar com Éverton (na época, ainda não tão utilizado para acelerar as jogadas). Fazendo um bom uso de seu arranque característico, o jogador saiu do campo de defesa e parou somente na entrada da grande área. O Grêmio faz, aos 11 minutos do segundo tempo, um golaço e abre o placar na Arena.

No entanto, aos 23, o zagueiro Kadu, recém contratado junto ao Atlético (PR), aparece livre para cabecear e estufar as redes de Marcelo Grohe. Gol contra daqueles que logo fora contestado e não permaneceu por muito tempo no Grêmio.

Para encerrar, Marcelo Oliveira dá entrada duríssima em Ignacio González e instala-se uma confusão generalizada, entre titulares e reservas dos dois times. Ao fim de tudo, ninguém levou sequer amarelo e o jogo terminou mesmo em 1 x 1.

Na estreia, na chuvosa tarde de Caxias do Sul, Grêmio sai perdendo, mas gurizada vira e Tricolor volta à Porto Alegre com um 3 x 1 e começa bem o estadual.

 

No Campeonato Gaúcho, objetivo era frear hegemonia rival

Na estreia, na chuvosa tarde de Caxias do Sul, o Grêmio saiu perdendo para o Brasil de Pelotas, mas a gurizada virou e o Tricolor voltou à Porto Alegre com um 3 a 1, começando bem o estadual.
Tendo terminado a primeira fase como líder, com 29 pontos, 9 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, a equipe conquistou a vantagem de jogar a partida única das quartas-de-final em casa e decidir semifinal e final (se alcançasse) também em seus domínios.

 Quartas-de-final: 
Ao contrário da partida de estreia, o Grêmio não encontrou maiores dificuldades para golear sob seus domínios  o time do Brasil de Pelotas: Grêmio 4 x 1 Brasil/PEL.

 Semifinal:

Em duelo de dois jogos, a equipe de Roger Machado se viu envolvida por um forte e surpreendente Juventude, perdendo a primeira partida por 2 a 0, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul/RS. Na volta, o Grêmio devolveu os dois gols de vantagem, em um 3 a 1 emocionante. Porém, como a equipe caxiense fez um gol fora de casa, o time foi eliminado e não pôde tentar acabar com a hegemonia colorada.

Na estreia de um novo torneio, organizado pelos clubes, Grêmio não passa da primeira fase

Em sua estreia, o Grêmio pegou o Avaí, fora de casa, e empatou em 2 a 2. O time teve um pênalti desperdiçado por Bobô e viu os catarinenses empatarem no final.

O jogo ocorreu na Arena Condá, em Chapecó (SC), e metade da renda da partida fora destinada para a Chapecoense, dona do estádio.

Este torneio teve um Gre-Nal atípico. Em partida disputada na Arena do Grêmio, no dia 6 de março, foi válido pela Primeira Liga e também para o Gauchão. Outra curiosidade foi a cotovelada de Willian no colombiano Miller Bolaños, onde o jogador jogou todo o primeiro tempo com a mandíbula fraturada, foi substituído no intervalo e ainda teve de fazer uma cirurgia, depois de constatada lesão grave no local, o que o “deixou de molho” por cerca de 45 dias. O jogador colorado, no entanto, não fora expulso. Assim terminava a curta passagem gremista pela competição, ainda na fase de grupos.

Na classificação geral, o Grêmio foi eliminado pelo maior rival, no critério de saldo de gols.

 Libertadores da América – Tricampeonato era o objetivo

O sonho do Tri da América começava com a altitude mexicana pela frente, em 17/02 e logo na primeira rodada, o Grêmio perdeu para o Toluca por 2 a 0, em um jogo onde o adversário foi totalmente surpreendente e dominante nos 90 minutos.

A primeira fase terminou com o Grêmio conquistando duas vitórias (inclusive sobre o Toluca, dentro de casa, por 1 x 0) e dois empates, em duas partidas sensacionais contra os equatorianos da LDU. Na fase seguinte, o Grêmio enfrentaria o Rosário Central, na Argentina, pelas oitavas.

O Grêmio não conseguiu ser o mesmo que se recuperou nas últimas partidas da primeira fase e foi engolido pelo Rosário Central. O primeiro jogo, dentro de seus domínios, foi 1 a 0 para os argentinos.

Tendo que vencer por 2 gols de diferenças e, de preferência, sem levar nenhum para avançar de fase, o Grêmio não viu a cor da bola na Argentina e tomou um sonoro 3 a 0. O Rosário seguia em frente na competição continental, enquanto que o Tricolor adiava o seu sonho de ser tricampeão da América.

A Copa do Brasil: o fim do jejum

Pelo regulamento, times que estavam disputando a Libertadores poderiam entrar na competição já nas oitavas-de-final. O Grêmio, então começou seu caminho para o penta dando um susto na torcida, na soma dos resultados, contra Atlético Paranaense.

No primeiro jogo, na Arena da Baixada (PR), o Tricolor ganhou por 1 a 0, com gol de Miller Bolaños. Na volta, já sobre o comando de Renato Gaúcho,o Grêmio deixou que o time paranaense tomasse conta da partida e André Lima abriu o placar para os visitantes, empatando a série em 1 a 1.

Com um festival de cobranças perdidas, Marcelo Grohe, que havia falhado no gol atleticano, se redime, pega uma cobrança e o Grêmio vence por 4 a 3.

 Nas quartas-de-final, a vítima foi o campeão do Brasileirão 2016

Com golaço de Ramiro, Grêmio faz 2 x 1, na Arena, e abre boa vantagem para o jogo de volta.

 

Com o primeiro jogo na Arena do Grêmio e um golaço de Ramiro, à la Van Basten, o Grêmio venceu por 2 a 1 e abriu uma boa vantagem contra o forte Alviverde paulista para a segunda partida. O segundo gol foi marcado por Pedro Rocha, com Zé Roberto descontando para os palmeirenses.

O Grêmio, com o regulamento em baixo do braço, segurou o time palmeirense em um empate que o levou à semifinal da competição. O sonho do penta se tornava cada vez mais realidade.

 A Semifinal – triunfo no Mineirão o levou para a final

Embora tenha começado com o Cruzeiro tendo boas chances de gols, foi o Tricolor quem abriu o placar fora de casa, com Luan chutando cruzado, encobrindo o bom goleiro Rafael e colocando a bola no ângulo esquerdo do gol, que caprichosamente acabou batendo na trave antes de morrer no fundo das redes. O Cruzeiro cresceu de produção, querendo fazer o gol de empate e tentar diminuir o prejuízo para o jogo de volta. Mas foi Douglas quem, recebendo cruzamento, chutou cruzado e rasteiro, e deu números finais à partida de ida. O Grêmio poderia perder até por um gol que estaria na final.

Na Arena, com a força de sua torcida, o Grêmio não passou de um empate sem gols com o Cruzeiro. Foi o suficiente para que consolidasse o Imortal à sua 8 ª final de Copa do Brasil na história e com boas chances de se tornar o maior campeão com 5 títulos.

 A Final e o grito de “É CAMPEÃO!”

Na final, o adversário foi o Atlético-MG. O time mineiro havia tirado o Inter, com um 2 a 1, no Beira-Rio, e um 2 a 2, no Independência.

Pelo duelo de ida, no Estádio do Mineirão, uma partida gremista memorável. Pedro Rocha, por duas vezes, colocou o seu nome na história e balançou as redes de Victor. No segundo gol, o jogador tirou a camisa na comemoração e recebeu um cartão amarelo. Pouco tempo depois, o mesmo Pedro Rocha fez uma dura falta e acabou expulso de campo.

Após dois gols, Pedro Rocha  faz dura falta no adversário, leva o segundo vermelho e é expulso da partida

O Galo foi com tudo na pressão, buscando diminuir o prejuízo. Com Gabriel, a equipe deixou o placar em 2 a 1, entoando gritos de eu acredito no gramado. Mas a noite era do Grêmio. Everton, aproveitando ótima jogada do zagueiro Pedro Geromel, anotou o terceiro gol Tricolor, fechando o duelo em 3 a 1 , assim deixando o Grêmio com a mão na taça.

No jogo de volta, em uma Arena lotada, o Grêmio jogou com sabedoria, e contou com uma atuação impecável da sua dupla de zaga. A partida seguiu truncada até os minutos finais, quando Bolaños abriu o placar para o Tricolor, aos 44 minutos da segunda etapa. Pouco tempo depois, Cazares fez um golaço e empatou o jogo, mas nada que tirasse o penta gremista!

Resultado de imagem para gremio campeão copa do brasil 2016

Campeonato Brasileiro

No Campeonato Brasileiro, a equipe do Grêmio brigou a todo momento por uma das vagas na Copa Libertadores de 2017, porém, confirme avançava na Copa do Brasil, foi deixando um pouco a competição de lado, focando na busca pelo penta e usando uma equipe alternativa por algumas vezes no Brasileirão.

A equipe acabou na nona posição com 53 pontos, totalizando 14 vitórias, 11 empates e 13 derrotas.

 

 

Eduardo Garcia (61 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta