Notícias

Sem categoria

Renault confirma retorno como equipe a Fórmula 1

GP da Rússia

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Renault estava contribuindo apenas com motores, mas para 2016 tem volta garantida como equipe. Montadora está na F1 desde o ano de 1977

O presidente do Grupo Renault, o brasileiro Carlos Ghosn, anunciou oficialmente a volta da escuderia para a Fórmula 1. Após meses de negociações com a Lotus, com inclusive funcionários da Renault trabalhando na equipes, a confirmação do retorno foi feita nesta semana.

Carlos Ghosn explicou a volta da equipe e já falou sobre os futuros planos.

“A Renault tinha duas opções: ou voltava 100% ou ia embora. Após um detalhado estudo e decidi que a Renault estará na Fórmula 1, começando em 2016. Os detalhes finais fornecidos pelos principais acionistas nos deu a confiança de aceitar esse novo desafio. Nossa ambição é vencer, mesmo que isso leve algum tempo”, disse presidente e diretor executivo do Grupo Renault.

Equipe já é tradição na Fórmula 1

A Renault foi fornecedora de motores em 2015 da RBR e da STR, mas estava insatisfeita com algumas críticas que recebia. Com toda a repercussão negativa gerada pelos comentários da sua parceira, a montadora decidiu então tomar uma atitude mais firme onde tinha duas opções, ou seguiria na Fórmula 1 com uma equipe própria ou teria que deixar de vez a categoria. Para a temporada de 2016, a RBR continuará utilizando o motor Renault, porém, as peças serão rebatizadas com o nome TAG Heuer, sua nova patrocinadora.

Em um comunicado, a Renault se explicou.

“Como equipe própria, a Renault tirará o máximo de benefícios de suas vitórias. A recompensa como fornecedora de motores provou ser limitado. O retorno de investimento necessário com o novo regulamento de motor e o retorno em termos de imagem era baixo”, disse a equipe.

Como escuderia, a Renault já se sagrou bicampeã do Mundiais de Pilotos, ambas com o Espanhol Fernando Alonso. No mundial de Equipes, levou nos anos de 2005 e 2006. Na nova função, como fornecedora de motores, a companhia conquistou 12 títulos de Construtores (com time próprio, Williams e RBR) e outros 11 de Pilotos. A montadora participou de mais de 600 GPs, contribuindo em 168 vitórias desde 1977, ano em que a Renault entrou na F1.

 

 

Wesley Contiero (910 Posts)

Estudante de jornalismo, 23 anos, natural de Lins, Interior de São Paulo.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta