Notícias

Sem categoria

Rafael dos Anjos analisa vitória no UFC Winnipeg

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

No último domingo (17), o brasileiro Rafael dos Anjos teve uma grande atuação no UFC Winnipeg, onde enfrentou e venceu Robbie Lawler.

Ao canal Combate, o brasileiro analisou a sua performance na luta.

“Só no segundo round eu deixei ele me colocar muito na grade. Ali eu senti ele muito forte, o bicho é forte como um touro e tem a cabeça dura. Mas no terceiro round eu estava vendo que eu estava com um a ligeira vantagem – eu perguntei aos meus técnicos e eles me disseram que eu estava na frente. Estou bem, só machuquei um pouco as pernas por causa dos chutes que eu dei nele, mas era parte do plano, pra matar um pouco a andada dele. Acho que fez efeito. Ele tem um boxe bom, mas quando eu comecei a minar um pouco as pernas ele se perdeu. Eu estava no boxe quando vi que a luta agarrada estava surtindo efeito. Eu trabalhei a joelhada no clinche, e as cotoveladas, que eu venho treinando muito, também surtiram muito efeito. O boxe, as quedas… Consegui colocar tudo junto para ter um bom resultado”, disse Rafael dos Anjos.

O brasileiro admitiu uma surpresa com o ritmo de Lawler, mais lento que o comum. Questionado sobre quais os melhores golpes na luta, Rafael dos Anjos não teve dúvidas ao eleger as suas joelhadas.

“Eu estava esperando que ele começasse a luta muito mais forte, mas ele começou segurando, porque sabia que teria cinco rounds pela frente. Eu tenho treinado muito o clinche com as joelhadas na barriga, e isso vem surtindo muito efeito. Cada joelhada que eu dava ele fazia o som de que estava doendo mesmo. Eu fui firme no corpo e isso deu uma comprometida no gás dele. Quando eu vi que tinha ganho os três primeiros rounds, decidi que era pra manter o ritmo e vencer a luta. Eu juntei uma galera de treinadores e amigos muito boa. Tem o Jason Parillo no boxe, o Pamplona que é meu irmão e vem me treinando não só no muay thai, mas é técnico de tudo, o Furão no jiu-jítsu, que é meu amigo desde moleque, tem o Bubba que é um excelente wrestler… Essa galera está me tornando um melhor lutador e um melhor ser humano a cada dia que passa”, finalizou.

Rafael dos Anjos é um dos fortes candidatos a disputar o cinturão dos médios do UFC com Tyron Woodley, que já defendeu o seu título três vezes.

 

Wesley Contiero (767 Posts)

Estudante de jornalismo, 23 anos, natural de Lins, Interior de São Paulo.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta