Notícias

Futebol Internacional

Quem esperava a Croácia na final da Copa do Mundo?

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Sem perder nenhum jogo e com três prorrogações, a Croácia chegou a grande final do Mundial

(Foto: Divulgação / FIFA)

No início era apontada como a segunda força do grupo, pois estava no mesmo grupo da Argentina. Após superar os argentinos, era apenas uma boa seleção, mas que não teria muito fôlego para chegar longe. Na fase eliminatória tornou-se uma gigante e ganhou o respeito de todos. A Croácia chega pela primeira vez em sua história em uma final. Não é em qualquer final, é da Copa do Mundo.

Fase de grupos com 100%

(Foto: Divulgação / FIFA)

A Croácia, comandada por Zlatko Dalic, integrou o grupo D da Copa, ao lado de Argentina, Nigéria e Islândia. Logo na primeira rodada a seleção já assumiu o primeiro lugar do grupo, ao derrotar a Nigéria por 2×0, com gols de Etebo, contra, e Modric.

Na segunda partida veio a tão temida Argentina, mas nem tanto assim pois havia estreado com um empate contra a Islândia. O primeiro tempo foi um pouco equilibrado, mas no segundo veio o passeio croata. Com gols Rebic, Modric e Rakitic, a Croácia aplicou um lindo 3×0 e garantiu a classificação para as oitavas-de-final.

Na última partida, contra a desesperada Islândia, o time entrou sem nove titulares. Porém, mesmo assim, os croatas saíram na frente com Badelj. Os islandeses empataram com G. Sigurdsson de pênalti, fazendo o único gol sofrido pela Croácia na fase de grupos. Entretanto, já no final do jogo, Perisic tratou de dar mais uma vitória e garantir os 100% de aproveitamento na fase de grupos.

Oitavas-de-final sofrida demais

(Foto: Divulgação / FIFA)

Na chave considerada por muitos como a mais fácil, a Croácia teve foi muita dificuldade. Logo de cara, os croatas cruzaram contra os dinamarqueses nas oitavas-de-final. Em um jogo apertado, o tempo normal terminou 1×1, gol Jorgensen para a Dinamarca no início do jogo e de Mandzukic para empatar para a Croácia.

Com o resultado de igualdade, as equipes fizeram o segundo jogo com prorrogação nessa Copa. E ainda no tempo extra, os croatas poderiam ter matado o jogo. Aos 11 minutos do segundo tempo da prorrogação, Modric teve a chance em um pênalti, mas perdeu. E os pênaltis foram o que decidiu a partida. Com três defesas do goleiro Subasic e as cobranças convertidas por Badelj, Modric e Rakitic, a Croácia venceu por 3×2 e avançou de fase.

Quartas-de-final contra os donos da casa

(Foto: Divulgação / FIFA)

O duelo contra a Rússia foi de tirar o fôlego. Os donos da casa estavam apresentando um bonito futebol e tinham eliminado a Espanha na fase anterior também nos pênaltis. O jogo tinha contorno de equilíbrio e assim foi.

Os russos que abriram o placar com Cheryshev, mas ainda no primeiro tempo Kramaric deixou tudo igual. No segundo tempo não houve gols e as duas equipes encararam mais uma prorrogação.

Logo no tempo inicial o zagueiro Vida fez o gol que colocou os croatas na frente, porém, esse gol fez com que o time recuasse. Já na segunda etapa da prorrogação, Mario Fernandes de cabeça empatou o jogo novamente e levou a decisão para os pênaltis.

Após as duas equipes terem vindo de disputa de penalidades, estavam encarando essa realidade de novo. Melhor para os croatas, que venceram por 4×3. Subasic pegou um e os russos desperdiçaram outro. Nas cobranças da seleção croata, Brozovic, Modric, Vida e Rakitic marcaram para dar o triunfo.

Semifinal contra a Rainha

(Foto: Divulgação / FIFA)

Rainha da Inglaterra? Que nada! A Rainha que está sobressaindo nessa Copa é croata. Em mais um duelo apertado, a Croácia enfrentou desta vez a Inglaterra na semifinal.

Logo de cara veio o balde de água fria, Trippier marcou de falta aos 4 minutos do primeiro tempo. Pelo andar da carruagem da etapa inicial, não se via reação croata. Mas nada que o treinador Zlatko Dalic não resolvesse. Com um elenco na mão, o time voltou muito melhor e conseguiu o empate no segundo tempo com Perisic. O resultado encaminhou os guerreiros croatas para mais uma prorrogação.

Muito superior aos ingleses, a Croácia mandou desde a volta do intervalo no tempo normal de jogo, e na prorrogação não foi diferente. Na etapa final do tempo extra, bem no início, Mario Mandzukic, o centroavante croata, marcou aos 2 minutos o gol da classificação.

Que venham os franceses na final

(Foto: Divulgação / FIFA)

Com uma campanha de 100% de aproveitamento na fase de grupos e muita facilidade, para muitas emoções, dificuldades, lutas e superações nas fases eliminatórias. A Croácia chegou a grande final no estádio Lujniki, em Moscou, e irá encarar a França para o seu último duelo na Copa do Mundo.

Sabe aquelas histórias de guerra, ao qual os soldados estão muito mais desgastados que o seu adversário, mas estão focados no seu objetivo e no final conseguem? Esse é o final feliz que todos os croatas querem ver. Somadas as três prorrogações disputadas, a Croácia tem 90 minutos a mais do que a França nessa Copa do Mundo, sem contar o período de acréscimo.

Agora é chegada a hora da verdade. A Croácia será campeã em sua primeira decisão de Copa da história? Esse capítulo final você só poderá saber como terminará no domingo (15), com o início da batalha às 12h, horário de Brasília.

 

Esportes Mais

Facebook

 

Lazio
Clique na imagem para acessar o site
Joao Pedro (105 Posts)

Estudante de Jornalismo na Instituição IBMR Barra, Rio de Janeiro.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

1 comentário em Quem esperava a Croácia na final da Copa do Mundo?

  1. Parabéns a Empresa esportes mais pela oportunidade que tem concedido a alguns jovens em especial ao João Pedro que nos traz a memória cada detalhe da trajetória da Croácia em cada fase com detalhes que não vi em nenhum órgão de imprensa.
    A todos vocês a minha admiração.

Deixe uma resposta