Notícias

Futebol Brasileiro

Opinião: Quando a camisa preta e branca entorta o varal

Galo

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Robinho cala cruzeirenses no Mineirão e Galo vence o rival novamente

Atualmente o Atlético é o 10º colocado no Campeonato Brasileiro, a fase não é das melhores, a gestão da atual diretoria é controversa, os jogadores do elenco são questionáveis, etc. No entanto, nesse momento podemos contar com duas coisas importantíssimas, o apoio da nossa torcida apaixonada e com a camisa pesada.

Essas duas coisas como sempre não faltaram dentre os 5 mil presentes no Mineirão, que apoiaram o time durante os 90 minutos, e foram presenteados com dois belos gols de Robinho (Leia-se destruidor de Marias).

O dito cujo, mais conhecido popularmente como Robinho, rei das pedaladas, o profeta, pequeno Robson, entre outros, mostrou todo o seu poder de decisão e calou mais uma vez a torcida adversária, que em sua maioria ocupou o nosso salão de festas.

É claro que não foi o tempo todo, já que aos 35 minutos do segundo tempo já se via os ditos torcedores do “time do povo” indo embora, procurando um lugar quente para chorar.

Freguesia a parte, o Galo fez um primeiro tempo muito abaixo do esperado, sendo dominado e atacado pelo Cruzeiro, que perdeu inúmeras chances de matar a partida.

Eis que surgiu Yago, vindo do banco de reservas para mudar a partida. Além de povoar o meio campo e fechar melhor os espaços, o garoto trouxe consigo a raça que faltava aos jogadores e a partir dali a camisa alvinegra passou a entortar o varal.

Galo
“Vou festejar, o teu sofrer” FOTO: Bruno Cantini / Atlético

 

Robinho, um dos mais experientes, sentiu o momento, buscou mais o jogo e fez exatamente o que se esperava dele, decidiu. O segundo tempo foi todo dele, a cada contra ataque puxado por Robinho os torcedores celestes na arquibancada previam o que iria acontecer.

Mano Menezes tentou reverter, mexeu no time, inverteu posições, gritou, esperneou, quase invadiu o campo, mas nada era capaz de impedir a vitória do Galo, porque o atleticano nesse momento torcia contra o vento.

E não deu outra, aos 15 minutos Otero empatou a partida. Dali para o final todo mundo já sabia… A tremedeira começou. A torcida desanimou. E o pequeno Robson, em um lance parecido com o de Ronaldinho, contra a mesma Maria, jogou água no chopp.

Faltando 10 minutos para o fim do jogo, Robinho marcou um golaço, quase do mesmo lugar, quase do mesmo jeito e a torcida foi a loucura. Restou ao Mano lamentar mais três gols tomados pelo seu time e ver a sua invencibilidade no Mineirão ser derrubada.

É difícil achar alguém que jogou mal hoje, seria muito bom se todos os jogos fossem clássicos, afinal, ganhar das Marias é com o Galo mesmo…

Domingo que vem o adversário é o Botafogo, jogando dentro de casa, e esperamos que o mesmo espírito de luta seja mostrado pelos jogadores. Mesmo estando em fase ruim, nunca duvidem, AQUI É GALO!

Clique na imagem para acessar o site
Pedro Henrique (49 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta