Notícias

Volei

Brasil enfrenta a China na VNL na luta pela primeira colocação do grupo

BrazilcelebratetheirvictoryoverTheNetherlandsinNanjingChinaonJune282018

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Se o Brasil vencer, garante vaga em primeiro nas semifinais da Liga das Nações de Vôlei Feminino

(Foto: Reprodução / FIVB)

Nesta sexta (29), o Brasil entra em quadra às 9:30h, horário de Brasília, para enfrentar a China pela segunda rodada da fase final da Liga das Nações de Vôlei feminina.

No duelo contra as anfitriãs, se o Brasil vencer por qualquer que seja o placar já garante vaga como primeira do grupo sem depender de outro resultado, pois a equipe venceu o seu primeiro jogo no grupo B contra a Holanda por 3×0 sets.

A China estreou na fase final com uma vitória em 3 sets a 1 contra a Holanda. Zhu Ting fez 36 pontos.

 

Vitória fácil contra a Holanda

As brasileiras começaram muito bem a fase final com uma vitória por 3×0 sets em cima das holandesas e sem dar muita chance as adversárias. O set mais complicado foi o último, porém, mesmo assim o Brasil conseguiu ter equilíbrio para vencer o jogo.

Os destaques foram o bloqueio e o ataque. Tandara e Gabi, que pela primeira vez na Liga das Nações atuou uma partida completa, foram as maiores pontuadoras.

Agora é contra as donas da casa

O duelo promete ser bem mais complicado do que contra as holandesas. A China, que na última Olimpíada eliminou o Brasil na casa das brasileiras, continua com uma forte seleção e conta com a grande jogadora e considerada por muitos como a melhor do mundo, Ting Zhu.

Além do fator casa, o voleibol apresentado pelas chinesas segue impressionando. Na fase preliminar nem tanto, pois por muita das vezes o sistema de rodízio foi adotado e muitas titulares não atuaram em boa parte da competição devido a China já estar classificada para a fase final por ser a anfitriã.

Um dos pontos brasileiros para melhorar para este próximo confronto são o número de erros. Um jogo equilibrado contra as chinesas é importante, devido a boa qualidade não só no ataque, mas também na defesa das adversárias.

O bloqueio brasileiro, um dos melhores da competição, tem que ser uma arma a funcionar para tentar parar a ponteira Ting Zhu. Adenízia e Bia estão entre as melhores bloqueadoras do torneio e podem fazer a diferença nesse jogo.

Além disso, a oposta Tandara, grande pontuadora dessa Liga das Nações precisa estar em uma manhã (no Brasil) inspirada, para bater de frente com o forte ataque chinês.

 

Esportes Mais

Facebook

 

Joao Pedro (145 Posts)

Estudante de Jornalismo na Instituição IBMR Barra, Rio de Janeiro.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta