Notícias

Sem categoria

Palmeiras e Copa SP: Será que agora vai?

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Palmeiras estreia na Copa SP diante do Sampaio Corrêa, em São José dos Campos

O Palmeiras estreia na 47º edição Copa São Paulo de Futebol Juniores nesse domingo (dia 03) em São José dos Campos contra o Sampaio Corrêa (MA) ainda em busca do título inédito. O clube está no grupo 25, junto também com Estanciano (SE) e São José dos Campos (SP). Os jogos serão disputados no Estádio Municipal Doutor Mário Martins Pereira, inaugurado em  1970, que possui cerca de 12.235 lugares disponíveis.

Estádio Municipal Doutor Mário Martins Pereira, sede dos jogos do grupo 25 da Copa SP

Não se espera grandes dificuldades para o Verdão, sendo o confronto mais difícil justamente a estreia contra o Sampaio Corrêa. A equipe do Maranhão aposta no atacante Fernandinho, artilheiro do último sub 19 estadual com 18 gols, e no volante Tibiri que chegou a até integrar a equipe principal em 2015 para passar de fase. Já o Estanciano, da cidadezinha Estância que fica a 70 Km da capital Aracaju, espera surpreender com os meias Marcelinho, Marabá e também com o volante Adrian e com o atacante Alessandro.

A sede do grupo 25 será a cidade de São José dos Campos. Localizada na região metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, possuí o oitavo maior PIB do Estado e 19º de todo o país. O município tem um IDH de 0,807, acima da média nacional de 0,730 e ocupando assim o 12º lugar dentre todas as cidades brasileiras. A razão para tais números deve-se muito às indústrias de alta tecnologia instaladas, como a Embraer, tornando-se um dos polos tecno-científicos do Brasil.

O time representante da cidade no torneio, o São José dos Campos FC, em compensação, não vai tão bem quanto o município. Fundado em  outubro de 1998, até janeiro de 2014 o clube se chamava Atlético Joseense. A melhor campanha na Copinha foi em 2001, sua estreia no torneio, quando perdeu nas oitavas para o América MG. O Tigre do Vale, comandado pelo treinador Nedílson Oliveira, aposta suas esperanças nos zagueiro Edi, no meia Briner e na dupla de volantes Rafael Porto e Vagner para avançar à fase de mata-mata.

Embalados pela bela campanha na Copa RS, na qual caíram nos pênaltis para o São Paulo, os jovens da base do Palmeiras se inspiram em seus colegas que subiram para o time principal como motivação ainda maior: durante a temporada passada, ao todo 15 atletas foram utilizados por Oswaldo de Oliveira, Alberto Valentim ou por Marcelo Oliveira, sendo que Gabriel Jesus, João Pedro e Matheus Sales jogaram como titulares na final da Copa do Brasil contra o Santos. A falta de bons frutos da base, um problema que assombrou o Alviverde durante a última década, parece finalmente ter chegado ao fim.

Gabriel Jesus, destaque do Palmeiras na última Copa SP, é uma das peças fundamentais do time principal.

Um dos motivos para os palmeirenses acreditarem no título é o novo treinador do time: João Burse. Contratado em setembro do ano passado, Burse mostrou-se ser um técnico que sabe trabalhar bem com as categorias de base. Antes de assumir o sub 20 do Palmeiras, João, ex jogador que atuou em inúmeros times do interior paulista , no Japão e na Universidad Catótica do Chile, trabalhou nas categorias de base do Mogi Mirim e do Vitória (BA), consagrando-se campeão do sub 20 paulista e do brasileiro sub 17 pelo time baiano.

Do time inscrito no torneio, o goleiro Daniel Fuzato, o zagueiro Augusto, o volante Daniel, o meia atacante Arancibia e o atacante Kaue integraram o time principal e são os destaques do Palestra. Arancibia, chileno de 19 anos que chegou ao clube ano passado por empréstimo do O’Higgins, é considerado por alguns como “Messi chileno” e recebeu elogios do ex-meia palmeirense Valdívia. Com esse conjunto de talentos, comissão técnica e estrutura, o Palmeiras só não irá longe na Copinha caso tenha que jogar contra outro time fortíssimo no começo da segunda fase. O histórico do time de Palestra Itália, contudo, não é favorável. Ano passado chegou às semi-finais perdendo para o Botafogo SP por 2 a 1. As melhores campanhas do Palmeiras foram somente dois vice-campeonatos em 1970 e em 2003, perdendo respectivamente para Corinthians e Santo André.

Será dessa vez que o Palmeiras ganhará pela primeira vez o maior torneio de base do Brasil? Uma boa campanha nessa Copa São Paulo de Futebol Juniores mostrará o quão fortalecida está a base do time, um dos pilares para a formação de um time principal forte e é isso que o torcedor palmeirense deseja mais ver.

 

Pedro Pacola (100 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta