Notícias

Sem categoria

Opinião: Seis razões que mostram a infantilidade de Roberto de Andrade

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Desentendimentos, Comentários polêmicos e outros momentos que reafirmam que Roberto de Andrade é despreparado

Roberto de Andrade Souza, mais conhecido como Roberto de Andrade, assumiu a presidência do Corinthians no ano de 2015 e tem vinculo com o clube paulista até o início de 2018.

O presidente é rodeado de polêmicas desde o começo do seu mandato. A primeira desavença de Roberto foi com o atacante peruano Paolo Guerrero, terminando com o jogador indo parar no Flamengo. O melhor momento do presidente foi o título brasileiro em 2015, mas mesmo assim Roberto de Andrade conseguiu causar polêmica.

Listamos seis ocasiões em que o presidente do Timão mostrou certa infantilidade e má gestão na diretoria do Corinthians. Veja abaixo:

1- Desmanche do elenco campeão

Um dos motivos que mais deixam a torcida corintiana revoltada quando o assunto é Roberto de Andrade foi o desmanche que o time teve em 2016. O Corinthians perdeu jogadores como Gil, Ralf, Jadson, Renato Augusto e Love, todos responsáveis diretamente pelo título do Campeonato Brasileiro. Para piorar, as peças de reposições não vem dando certo no Timão, causando um grande desconforto nos torcedores.

2- Briga com Tite

Todos sabem que o técnico Tite é considerado um dos maiores ídolos da história do Corinthians, ganhando o respeito de toda a fiel torcida, exceto de Roberto de Andrade. Após aceitar o convite para assumir a seleção brasileira, Tite foi até o presidente e pediu para comandar a equipe nos dois próximos jogos para uma despedida do Timão, que seriam contra o Fluminense, fora de casa, e contra o Botafogo, em Itaquera, pedidos esse que foi recusado por Roberto, que estaria bravo com a decisão do treinador.

3- “É melhor um apito amigo, do que um apito inimigo”

Após o jogo de volta contra o Fluminense válido pelas Oitavas de finais da Copa do Brasil, o presidente do Corinthians deu uma declaração um pouco infantil para alguém em um cargo desse nível. Ao ser perguntado sobre um possível erro a favor do Corinthians, Roberto de Andrade disse: “É melhor um apito amigo, do que um apito inimigo”. Isso causou desconforto por todas as partes. Dias depois, o Fluminense voltou a enfrentar o Corinthians e dessa vez saiu vitorioso com um gol irregular.

4- Desentendimentos com os torcedores

No clássico em Itaquera contra o Palmeiras, o presidente Roberto de Andrade foi assistir ao jogo no Estádio. Após o segundo gol do Palmeiras no jogo, a torcida corintiana se virou em direção ao presidente e começou a vaia-lo. Foi então que Roberto se levantou e olhando para os torcedores, fez um gesto um tanto quanto feio e mal educado, provando assim para os torcedores e mídia, o quão despreparado é o atual presidente do Timão. Logo após o ocorrido, Roberto de Andrade tratou de pedir desculpas para a torcida, dizendo: “Não é do meu feitio fazer isso”.

Clique na imagem para acessar o site
Clique na imagem para acessar o site

5- Mais brigas com jogadores, comissão e escolha de treinadores

No começo do seu mandato como presidente do Corinthians, Roberto de Andrade logo tratou de cortar alguns jogadores do elenco. Entre eles, Paolo Guerrero. O presidente disse que o jogador estava pedindo muito dinheiro e não quis renovar por menos. O peruano nega, e diz que o presidente não aceitou os termos desejados e estava fazendo loucuras por outros jogadores.
Recentemente, o então diretor do Corinthians Eduardo Ferreira, pediu demissão do seu cargo, alegando não estar de acordo com a decisão do novo técnico do Corinthians, Oswaldo de Oliveira, nome que também não é aceito pela torcida, assim como o de Cristóvão Borges, que passou há pouco tempo no Corinthians e não mostrou serviço.

6- Quem levanta a taça?

Em 2015 o Corinthians conquistou o seu sexto título do Campeonato Brasileiro. O título veio após empate com o Vasco, no Rio de Janeiro. O clássico contra o São Paulo em Itaquera foi o jogo escolhido para a entrega do troféu e o jogo ficou marcado pela maior goleada da história do confronto entre as duas equipes, sendo 6 a 1 para o Timão. Após apito final, os jogadores e comissão técnica se reuniram para a entrega do troféu, que seria levantado pelo capitão Ralf, porém um ato de Roberto de Andrade surpreendeu a todos. O presidente pediu para que o deixasse entregar a taça para o volante corintiano, mas antes de entrega-la para o capitão, Roberto teve a audácia de levantar o troféu.

Resultado de imagem para Roberto de Andrade ergue a taça

Matheus Possidonio (257 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta