Notícias

Matérias Especiais

Opinião: O Flamengo contratar Fred seria uma loucura

rueda

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por que contratar Fred é uma loucura?

O Flamengo é um time enorme, com uma excelente receitas, mas que estourou o orçamento em 2017 e não deve se apoiar em mais dividas para pagar suas dividas. Com a pena de Guerrero diminuída na metade fica claro que será uma loucura se concretizar a contratação do Fred por 1 milhão mensais.

1 milhão que poderia ser gasto em outras coisas no clube ou até gastar com  um jogador mais jovem e mais rentável. Fred está no final de carreira e não é mais tão goleador.

É claro e absoluto que ele é um jogador de um nível muito bom, mas pela loucura do mercado, pagar 12 milhões anuais por um jogador é um excesso e deve ser pensado de melhor maneira.

Flamengo precisa rever a maneira que age no mercado e de coma usa seu patrimônio. A marca super poderosa está sendo perdida em um mar de dívidas que geram dívidas e má gestão de futebol que não geram título e sim vexames.

Esse tweet de um torcedor do Flamengo é mais que a verdade no Flamengo, sem soluções e até agora imaginando coisas sem lógicas como a contratação de Fred. O principal reforço do Flamengo tem de ser gerencial, planejamento, antes de ir a tona e o time mais uma vez ser eliminado na primeira fase da libertadores.

O Flamengo merece mais que meras migalhas e vices de Sul-Americana e Copa do Brasil, merece um time forte que entre para vencer times como o River e Emelec de maneira contundente.

A propósito, Marcio Araujo deverá ser jogador da Chapecoense em 2018. O clube catarinense demonstrou interesse pelo jogador que é reserva no mengão. Assim como Gabriel que tem propostas de Bahia, América Mineiro e Figueirense. 2018 vai ser longo para o torcedor flamenguista.

Esportes Mais

Facebook

Twitter

Matheus Silva (387 Posts)

Matheus Silva, natural de Feira de Santana, 19 anos, estudante de administração.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta