Notícias

Sem categoria

Opinião: Marquinhos Santos, pede pra sair! O torcedor não quer você

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Perdi a paciência, mais uma derrota, mais um jogo sofrido, tomando ataque e sendo literalmente amassado. Nessa matéria, deixarei novamente clara minha opinião, opinião de um torcedor que raramente perde um jogo do clube, mesmo acompanhando de longe, não acho que no jornalismo devemos deixar o clube que torcemos escondido, e cá estou fazendo mais uma matéria criticando um treinador do Figueirense, agora o Marquinhos Santos.

Confira a matéria na qual critiquei o treinador Vinicius Eutrópio! Clique aqui

Já são 16 partidas, apenas três vitórias. Quanto tempo vai demorar pro Figueirense perceber a inutilidade, ou melhor, a falta de competência do técnico Marquinhos Santos? Faz favor Wilfredo, faz favor Leonardo Franco, tá mais que na hora de buscar um novo comandante!

Não tem nem como analisar o jogo do Marquinhos, simplesmente sem lógica, um time perdido em campo dentro das táticas estranhas e sem noção do treinador. Começando pela primeira rodada, inventou um 3-5-2 dentro de um elenco sem tempo de treino praticamente, o time ficou sem noção, a defesa salvou até um certo momento, mas no final o time acabou perdendo. Dois alas que tentavam jogar ofensivamente, mas sinceramente nem deu de perceber a presença dos dois em campo. Matheusinho em campo, o garoto tava perdido, e nem teve culpa, o treinador simplesmente puxou da base e botou pra ser o principal jogador de criação do time.

Resultado de imagem para marquinhos santos Figueirense
Marquinhos Santos em coletiva de Imprensa (Foto: Rádio TV Figueira)

No segundo jogo se mostrou contente empatando com o recém rebaixado pra série C, Joinville, claro sem menosprezo, mas vir de derrota em casa e jogar pra empatar não dá né Marquinhos? Começou sem colocar o Bruno Alves no jogo, simplesmente o zagueiro que ficou entre a metade do Catarinense e a 16ª rodada do Brasileirão 2016 sem tomar sequer um cartão, a saída de jogo dele é melhor que a dos dois volantes do time. Me inventa de colocar um Zé Love que, como disse o próprio jogador, não tinha condições de jogo, qual a necessidade? Tem Bill e Anderson Aquino, além do Ermel pra suprir a falta do atacante.

Dai no terceiro jogo, sim eu vou criticar mesmo vencendo por 2 x 0, o time jogou um futebol horroroso, deu sorte que o Inter de Lages não se achou em campo, porque se fosse um time só um pouco mais encaixado, o alvinegro teria sido goleado em casa. Mais uma partida sem o Bruno Alves, o torcedor pedindo o zagueiro, e o treinador não colocando-o, mais um jogo com o torcedor passando sufoco toda vez que o adversário passava do meio de campo.

Zé Love chorando após marcar de pênalti para o Figueirense (Foto: Globo Esporte)

O time ganhou com dois gols, certo, placar bonito, como eu disse, o placar. Dentro de campo o time continuou sem se achar, sem convencer o torcedor, pelo menos grande parte. Um 4-3-3 clássico, sem inventar, dois volantes, um meia de criação e dois pontas abertos. Até parece ofensivo, jogando em casa, com Anderson Aquino e Zé Love com fome de gol e tudo mais, pena, o time até tentava atacar, mas no primeiro tempo foi totalmente dominado. No segundo tempo foi pura experiência, dois pênaltis duvidosos nos quais Aquino e Zé Love marcaram, mas o Figueirense sofreu pressão e apenas não tomou gol pela baixa força de finalização que o Inter de Lages demonstrou.

Agora vamos para o jogo de hoje, Almirante Barroso 4 x 2 Figueirense. Mais uma derrota para o currículo do Marquinhos Santos, ao todo são 9 derrotas em 16 jogos, apenas 27% de aproveitamento tem o técnico, 13 pontos de 48 possíveis desde que chegou na capital catarinense.

O Figueirense entrou em campo perdido, mostrou ter medo de um time que acabou de voltar pra primeira divisão estadual após mais de 40 anos. O Almirante Barroso não é um time fraco, é um time forte, atual campeão da segunda divisão, mas muito mais fraco se comparado ao Figueirense, faz favor. O Furacão do Estreito jogou sem saber que a bola tava em campo, no primeiro tempo foi apenas uma chance boa de marcar para o Figueira, e Bruno Alves marcou, abriu o placar. Espera aí, quem marcou mesmo? Ah, aquele que citei duas vezes nessa matéria criticando o treinador por deixar no banco, verdade.

Chegou o segundo tempo e, sem surpresas, os mandantes não demoraram para marcar, empataram aos cinco minutos. Aos 25′ saiu mais um do Barroso, mas logo o Figueirense respondeu com mais um gol de zagueiro, dessa vez de Dirceu. Depois do segundo empate, o Figueirense ficou só se segurando, esperando o adversário chegar, o que aconteceu? Tomou, aos 40 minutos o meia Diogo Dolem marcou um gol a nível Puskas, nisso o Figueira desandou, aos 45′ sofreu mais um e assim terminou o baile, mais uma derrota, e que derrota.

Resultado de imagem para Figueirense torcida
Torcida do Figueirense (Foto: Luiz Henrique/Figueirense FC)

Espero vermos mudanças dentro do Figueirense Futebol Clube, sei que não sou o único torcedor decepcionado que perdeu a paciência com o Marquinhos Santos, mesmo recém chegado, já passou da hora de mostrar trabalho. Esse artigo é de pura opinião de um torcedor que acompanha o clube, analisando e escrevendo sobre. Por fim, deixo uma mensagem ao técnico: Por favor, mostre trabalho logo ou vá embora, já foram muitas decepções pra você chegar e apenas piorar a situação.

Marco Aurelio (96 Posts)

Nascido dia 15/02/2000, sou calouro da ESPM - Sul em Jornalismo. Sou Assessor de Imprensa do Blumenau Esporte Clube e apresentador do programa Voz do Esporte, na Rádio Web Esportiva


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta