Notícias

Sem categoria

Opinião: Ceni tem que entender que estatísticas mentem

Ceni

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Após nova eliminação, Ceni volta a usar os números em entrevista coletiva

O São Paulo foi eliminado ontem do Campeonato Paulista pelo arquirrival Corinthians. E mais uma vez para Rogério Ceni o time foi superior ao rival que o eliminou. Mas com base apenas nas estatísticas. O que Ceni ainda não entendeu é que elas mentem, e assim como nas partidas no Morumbi contra Cruzeiro e Corinthians, ontem elas mentiram, mais uma vez.

O ídolo-mor do São Paulo Futebol Clube tem apresentado excelentes conceitos em apenas quatro meses no comando do clube tricolor, com um futebol ofensivo, e muitas vezes goleador o estilo tem agradado a maior parte da torcida do clube. Porém o clube apresenta algumas  deficiências, erros de posicionamento e recomposição são comuns. Porém a deficiência mais nítida para todas e que muitas vezes é “ignorada” por Ceni, é a falta de objetividade e dificuldade em jogar contra equipes com solidez defensiva.

Nas entrevistas coletivas após as partidas onde são apresentadas as deficiências acima citadas muitas vezes Ceni acaba utilizando os números da partida para provar uma certa superioridade tricolor diante ao rival, foi assim algumas vezes nesse ano e ontem o mesmo aconteceu.

“É difícil fazer avaliação quando é eliminado. Nos últimos jogos, os números de posse, finalização… Por exemplo treze escanteios a favor e nenhum contra no clássico. É um número impressionante. Vencemos o Cruzeiro, que estava invicto. É uma evolução nesse sentido. Tomamos muitos gols de bola parada nesses quatro meses e meio. É um número bastante alto para uma equipe. Temos que trabalhar as bolas paradas para repensar o planejamento para o Brasileiro. Eu acho que nós ganhamos corpo e temos um time mais competitivo. Acho que fico feliz com os jogadores. Trabalharam bem, duro”

Porém se analisar friamente, até os números demonstram as deficiências. O São Paulo tem mais posse, mais finalização e etc, mas tem MUITO mais erros. Nos últimos quatro jogos o time teve mais posse mas o time fica reduzido à jogadas de linha de fundo e cruzamentos, que não vem sendo bem executados, causando falsos números. Veja:

São Paulo 0 x 2 Cruzeiro: Posse de bola 65%/ 37 cruzamentos (9 certos), 9  finalizações(5 certas)
São Paulo 0 x 2 Corinthians:Posse de bola 62%/ 37 cruzamentos (7 certos), 13 finalizações (4 certas)
Cruzeiro 1 x 2 São Paulo:Posse de bola 57%/ 22 cruzamentos (7 certos), 14 finalizações (5 certas)
Corinthians 1 x 1 São Paulo:Posse de bola 55%/ 42 cruzamentos (5 certos), 12 finalizações (6 certas)

Já no jogo contra o Cruzeiro, tudo isso já ficava claro. (Foto: Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro)

Fica nítido que a superioridade é apenas estatística, futebol está longe de ser baseado apenas em números. Basta ver as duas eliminações mais recentes que foram citadas acima, em todos os quatro jogos o time teve mais posse, porém não conseguiu passar pela defesa adversária, resultando em  cruzamentos e finalizações erradas em excesso o que mostra a real face dos dados das partidas do São Paulo.

O texto não tem a intenção de falar mal de Rogério Ceni, difamá-lo ou qualquer coisa do tipo, Tem apenas a intenção de mostrar que ele também precisa questionar o próprio trabalho, já que assim como tem acertos também tem falhas e que precisam ser corrigidas para o decorrer da temporada, mas sem soberba ou arrogância.

João Carneiro (143 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta