Notícias

Sem categoria

O marcante 5 a 3: Relembre a histórica partida entre Vila Nova e Goiás

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Goiás e Vila Nova se enfrentaram pelo Campeonato Goiano de 1999, no Estádio Serra Dourada, em um duelo que ficou marcado para sempre

Quem ama e consequentemente vive o futebol sabe do que uma grande rivalidade é capaz. Muitas vezes, vencer um rival vale tanto quanto um campeonato, e assim ocorre no Centro Oeste do Brasil, envolvendo dois dos maiores times do estado de Goiás.

Em mais de 70 anos de rivalidade extrema, muitos foram os jogos marcantes, entre eles o mais lembrado e a clássica virada histórica do Vila Nova em 1999. Na próxima terça-feira (28), esse clássico do futebol completará 18 anos, e vale a pena ser relembrado.

O jogo ocorreu no dia 28 de Marco de 1999, pela sexta rodada do Campeonato Goiano, onde o Vila Nova estava na liderança e o Goiás em busca do tetracampeonato. Nas arquibancadas as torcidas deram um show com os seus bandeirões, chegando ao incrível número de 47.712 pagantes.

Começa a festa esmeraldina

Ambas as equipes entraram em campo determinadas a conseguir a vitória, porém, após um cruzamento de Araujo logo no inicio do jogo, Alex Dias aproveitou e abriu o placar no Serra Dourada, fazendo a festa da torcida do Goiás.

O Vila Nova foi em busca do empate, porém, acabou tendo Verona, um de seus atacantes, expulso. Com um a menos e a diferença no placar, ainda jogando com o seu maior rival, o Tigre tinha que começar a ir em busca do empate, mas não foi o que aconteceu.

Com Aloisio, o Goiás marcou mais um, fazendo 2 a 0 ainda na primeira etapa, e assim as equipes foram para os vestiários.

A torcida esmeraldina já gritava ‘”1,2,3 o Vila é freguês“, pois davam como certa mais uma vitória em cima do seu rival. Mesmo com tantas desvantagens, a torcida colorada não deixou o estádio e continuou apoiando o seu time, acreditando em um possível empate.

Reação do Tigre

Logo nos primeiros minutos da segunda etapa o Goiás chegou ao seu terceiro gol, dessa vez de pênalti, batido com perfeição por Fernandão. Claramente na mente de todos, estava definido o jogo, tudo perdido para o Vila.

Os torcedores colorados já estavam chocados com uma possível goleada, e os torcedores esmeraldinos comemoravam a vitória, mas o futebol é uma caixinha de surpresa.

Aos 11 minutos, Julio Cesar, zagueiro do Verde, cometeu um pênalti e foi expulso. Anderson foi para a cobrança e diminuiu a diferença no placar.

Os guerreiros do Vila Nova acordaram e decidiram cada um dentro de si, que sim, era possível chegar no empate. A torcida se levantou e foi com tudo incentivando o seu time. O jogo realmente estava em um momento bem emocionante.

Oito minutos depois, Anderson, novamente, aproveitou a oportunidade e fez o segundo gol do Vila, que se animou e agora acreditavam na virada, não apenas no empate.

Nesse embalo, após um erro de escanteio do time esmeraldino, Leonardo, capitão da equipe, dominou perto da linha que dividia o gramado, viu o goleiro Adnan mal posicionado, ajeitou a bola e soltou uma bomba, do meio da rua. O goleiro do Goiás até tentou saltar para pegar a bola, mas era impossível. O Tigre chegou no empate. Esse gol, tempos depois, foi considerado o mais bonito da história do Estádio Serra Dourada.

A virada inacreditável

Ninguém no estádio estava acreditando no que estava acontecendo. Mesmo cedendo o empate, a equipe do Goiás não se abateu e foi para cima. Porém, o que muitos achavam impossível aconteceu.

Após uma cobrança de falta batida com maestria por Luizão, o Vila Nova chegou ao seu quarto gol, o da virada. O impossível aconteceu!

Torcedores e jogadores do Goiás não acreditavam no que estava acontecendo, talvez nem a própria torcida Colorada. O verdão do Centro Oeste foi para o ataque em busca do empate, mas já no fim do jogo, ânimos exaltados, Luciano recebeu a bola na entrada da área, se livrou da marcação e mandou por cima, encobrindo o goleiro, era mais um do Vila. Resultado, incrível 5 a 3 para o Vila Nova, e a torcida explodia nas arquibancadas.

Ficou para a história

Foi um jogo fenomenal, com todos os ingredientes necessário para um grande jogos. Casa cheia, rivalidade a flor da pele, jogadores expulsos, tensão e muitos, mas muitos gols.

90 minutos de um jogo muito bem jogado, de demonstração de raça e impulso. Só quem estava presente consegue talvez descrever o que foi esse duelo. A explosão da torcida sofrida do Vila Nova e a frustração do Goiás, que dava como certo o resultado favorável.

Até hoje, praticamente 18 anos depois, essa é a partida mais marcante do clássico. Não há um vilanovense que não cite o jogo quando se trata da rivalidade histórica com o Esmeraldino, um duelo que até as novas gerações conhecem bem.

 

Ficha técnica – Goiás 3×5 Vila Nova – 6ª rodada do 1º turno – Campeonato Goiano 1999

Dia: 28/03/1999

Local: Estádio Serra Dourada

Árbitro: Antônio Pereira da Silva

Assistentes: Flávio Kanites e Wanderley Maia

Cartões vermelhos: Verona (VILA) e Júlio César (GOI)

Gols: Alex Dias, Aloísio e Fernandão (GOI). Anderson (2x), Leonardo, Luizão e Luciano (VILA)

GOIÁS: Adnan; Borges Neto, Sílvio Criciúma, Júlio César e Marquinhos; Túlio, Josué, Alex e Fernandão; Aloísio e Araújo.Técnico: Hélio dos Anjos

VILA NOVA: Harlei; Moisés, Wladimir, Leonardo e Carlos Eduardo; Luizão, Anderson, Cléber e Sabino; Verona e Cacá.Técnico: Táta

 

suporte (2042 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta