Notícias

Sem categoria

Douglas, Rodrigo e Ingressos: Confira as novidades do Vasco da Gama

Vasco Douglas

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Confira as novidades do dia do Vasco da Gama

Após a primeira vitória na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco já pensa no clássico contra o Fluminense em São Januário. Confira abaixo as novidades da equipe nesta quarta-feira.

Douglas desperta interesses de clubes europeus

A fase do jovem volante Douglas repercute não apenas no Brasil. O seu futebol europeu já estaria de olho no jogador e Vasco acredita que receberá as primeiras propostas na abertura da janela de transferências do continente, em julho. Entretanto, o clube tratou de promover um aumento substancial no salário do atleta, que também reflete no valor da multa rescisória.

Douglas teve as primeiras oportunidades com Jorginho no ano passado, chegou ao profissional recebendo pouco mais de R$ 2 mil mensais. Atualmente, os vencimentos estão na casa dos R$ 50 mil e devem chegar a R$ 80 mil.

Observadores do Manchester City viram de perto o volante no Sul-Americano Sub-20, mas o desempenho ruim da seleção e do próprio jogador, que terminou a competição na reserva fizeram com que não houvesse avanço com os ingleses.

O desempenho de destaque de Douglas em 2017 com o Vasco fez com que o jornal espanhol “AS” o listasse entre os dez jovens a serem observados neste Campeonato Brasileiro.

Além disso, Carlos Leite, empresário do jogador, foi quem efetuou a última negociação do clube: Luan, vendido ao Palmeiras por R$ 10 milhões.

Rodrigo falou da saída do Vasco e comparou sua situação com a de Nenê

Foram mais de três anos com a camisa do Vasco e desde 2015 que Rodrigo atuou como capitão, porém, ele perdeu a braçadeira para Luis Fabiano com a chegada de Milton Mendes ao comando do Gigante da Colina. Em entrevista ao Globo Esporte, o zagueiro – que está na Ponte Preta, mas ainda não jogou pela Macaca e mostrou insatisfação com a forma como saiu do Gigante da Colina, finalizando  Nenê terá o mesmo fim que ele no time de São Januário.

“Não tenho dúvidas que encaminha para acontecer o que aconteceu comigo, com o Nenê. Isso até antes… Quando muda um pouco o ambiente, quando as pessoas mudam um pouco com você, você sabe que está acontecendo alguma coisa diferente. Antes da minha saída, eu tinha conversado com o Nenê: Nenê, vai acontecer alguma coisa comigo ou com você, meu amigo e aconteceu comigo primeiro. Agora está acontecendo com o Nenê. Eu não estou surpreso. Ele (Milton Mendes) está começando a tirar ele um pouco, ainda mais uma figura importante. É aquele negócio, né? Ninguém olha mais o que nós passamos, simplesmente chega uma pessoa e quer mudar.”

Agora na Ponte Preta, o zagueiro disse que ainda tenta entender o motivo de ter saído do Vasco. Para ele, a justificativa pode estar no distanciamento do presidente do clube, Eurico Miranda e seu filho e vice de futebol, Eurico Brandão, conhecido como Euriquinho, do vestiário. Por causa da relação próxima que tinha com os dois dirigentes, Rodrigo diz que esperava mais consideração.

Isso é o que eu esperava né? Eu esperava até um pouco mais do Euriquinho do que do próprio presidente, porque a gente não era muito de conversar, pelo menos eu. A gente conversava muito pouco no vestiário, era uma presença muito marcante no vestiário antes… e esse ano mudou muito, é o que eu sei. O próprio Euriquinho nos comunicou no começo do ano que ele ia se afastar e ia deixar na mão do Anderson (Barros, gerente executivo). A gente não via muito o presidente mais no vestiário e nem a presença do Euriquinho, também que é um cara que a gente conversava muito. É aquele negócio, você tem uma confiança em uma pessoa que passou pelo o que nós passamos ano passado e ano retrasado, quando era tudo muito próximo, todo mundo falava a mesma língua… aí chega uma pessoa e fala olha, não é mais pra você ir no vestiário, agora deixa que eu que vou ver como funciona lá embaixo. Você fica meio assim, você não conhece a pessoa, aí ela também começa a colocar toda a forma que gosta de trabalhar e vai mudando tudo. Então, o que eu vejo no Vasco é que o planejamento começa no começo do ano, mas no estadual acaba. Uma coisa que, quando nós fomos campeões duas vezes seguidas, durou mais duas, três semanas e depois já foi por água abaixo. Esse ano novamente.” Finaliza o Rodrigo em entrevista ao Globoesporte.

Ingressos

Já pensando no Fluminense o Vasco iniciou a venda de ingressos para partida. Até o fechamento foram vendidos nove mil ingressos para a partida que será no sábado, dia 27/5, às 16 horas, em São Januário.

Fährmann

Joseclei Nunes (180 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta