Notícias

+ Esportes

No teatro dos sonhos, Sevilla realiza o seu e elimina o Manchester United da Champions

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

(Foto: Divulgação / sevillafc.es)

 

Time espanhol vence fora de casa por 2 a 1 e time de Mourinho se despede da Champions

Era apenas mais um sonho, voltar as quartas-de-final da Champions depois de 60 anos. E não tinha como ser em um palco melhor como o Old Traford, o teatro dos sonhos, dessa vez do Sevilla.

Após um empate na Andaluzia, onde o time espanhol foi bem superior e não saiu com uma vitória graças a mais uma grande partida de De Gea, a sensação de que algo bom iria acontecer para o jogo de volta ficou no ar. Afinal, o Manchester United iria jogar outra partida de Champions em um nível tão baixo ou o Sevilla perdeu a grande chance de abrir uma boa vantagem?

A definição da classificação estava em aberto e, embora os Reds Devils atualmente sejam os vice-lideres da Premier League, as coisas com Mourinho lá não iam muito bem.

Primeiro tempo

Um primeiro tempo morno, estranhamente por parte do time inglês, pois se imaginava uma pressão com seus velozes Rashford e Lingard na saída de bola. Nada disso aconteceu. Posse de bola respeitada por ambos os times, o qual demonstrou um equilíbrio de praticamente 50% para cada lado.

Montella gosta disso e o treinador preparou bem o time para o contra-ataque, e, com a ausência de Jesus Navas, o treinador armou uma linha de três jogadores bastante móveis atrás de um centroavante que também se mexe muito.

Os laterais do Manchester não tiveram sossego para apoiar, pois era um convite muito grande a jogada por suas costas. Sendo assim, a primeira etapa terminou em 0 a 0 com apenas uma boa chance para o time inglês.

Segundo tempo

Ben Yedder celebra el gol en Manchester

(Foto: Divulgação / sevillafc.es)

 

No segundo tempo, o Sevilla apertou a saída de bola do time inglês e as chances foram aparecendo. Lukaku brigava com os zagueiros do time espanhol e abria as jogadas pelas pontas, mas o bom posicionamento defensivo do time Andaluz controlava bem a situação.

Luis Muriel deu lugar a Ben Yedder e, em quatro minutos, o francês balançou a rede duas vezes. Com isso, deixou o gigante inglês em situação bem complicada, afinal, seria necessário uma virada no placar para classificar os Reds para as quartas-de-final. Lukaku descontou após cobrança de escanteio, mas foi só.

Surpreendente e merecida vitória/classificação para o time da Andaluzia, que após 60 anos passa das oitavas-de-final da maior competição de clubes do mundo e se mostra como o time “copeiro” que é o Sevilla.

O time é o maior vencedor da outra competição européia, atualmente denominada como Liga Europa, com cinco títulos e busca fazer história agora também na Champions League.

 

Esportes Mais

Facebook

 

Rafael Ferraz (39 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta