Notícias

Futebol Internacional

Nacional joga mal e empata em casa pela Libertadores

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Nacional continua sem nunca ter derrotado o Estudiantes de la Plata pela Libertadores

Não foi a estreia esperada. Nacional bem que tentou, mas não conseguiu superar a forte marcação argentina e empatou por 0 a 0 na partida de ontem, disputada no Parque Central em Montevideo. Com o empate, uruguaios e argentinos ficam com um ponto cada, à espera da partida entre Real Garcilaso e Santos no Peru.

ERROS DE PASSE MARCAM PARTIDA DO NACIONAL

O técnico Alexander Medina apostou no mesmo esquema e nos mesmos nomes que venceram o Banfield na semana passada, mas desta vez o resultado foi diferente. Não houve velocidade nem precisão nos passes, fazendo com que os ataques invariavelmente ficassem na defesa argentina. Romero e Zunino não conseguiram passar ao ataque com clareza, e nem De Pena nem Viudez conseguiram deixar o único atacante (Fernandez) em condição de finalizar. As entradas de Bueno, Bergessio e Rodriguez deram maior velocidade ao ataque, mas ainda faltaram ideias e as jogadas acabaram em cruzamentos frontais  que eram facilmente rebatidos pelos zagueiros argentinos.

ESTUDIANTES JOGA FECHADO MAS TEM CHANCE MAIS CLARA DA PARTIDA

A equipe argentina foi ao Uruguai com a clara missão de não perder a partida e conseguiu. Baseado numa forte marcação, que não hesitava em parar o jogo com faltas quando necessário, Estudiantes de la Plata segurava o Nacional e tentava sair em contra-ataques. E a oportunidade veio com o atacante Otero, que saiu na cara do gol do Conde e finalizou de forma bisonha por cima do gol. A equipe de Lucas Bernardi saiu claramente satisfeita com o resultado obtido.

MEDINA EXALTA POSTURA E LAMENTA RESULTADO

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Alexander Medina lamentou o resultado, dizendo:

“Não conseguimos vencer, essa é a realidade. Começamos bem, depois caímos e no final tivemos a posse de bola, o campo e fomos atrás do gol mas não conseguimos furar uma equipe que se fechou atrás”.

O treinador exaltou a postura da sua equipe em casa, afirmando:

“Infelizmente para nós o resultado não veio, mas a equipe sempre foi ao ataque”.

Avaliando o futuro do Nacional na Libertadores, Medina foi categórico: “Temos que continuar melhorando, isto recém começou, ainda tem mais cinco jogos”, finalizou o treinador.

FICHA TÉCNICA: NACIONAL 0 x 0 ESTUDIANTES

Estádio: Gran Parque Central.

Árbitros: Mario Díaz De Vivar, Carlos Cáceres e Darío Gaona (Paraguai).

Tarjetas amarillas: 36′ Gastón Giménez (E); 51′ Rodrigo Braña (E); 56′ Matías Zunino (N); 77′ Jorge Fucile (N); 81′ Guzmán Corujo (N).

NACIONAL: Esteban Conde; Jorge Fucile, Guzmán Corujo, Diego Arismendi, Diego Polenta; Santiago Romero (73′ Sebastián Rodríguez), Christian Oliva, Matías Zunino, Tabaré Viudez (56′ Gonzalo Bergessio), Carlos De Pena (65′ Gonzalo Bueno); Sebastián Fernández. Técnico: Alexander Medina. Reservas: Luis Mejía, Rodrigo Erramuspe, Gino Peruzzi, Luis Aguiar.

ESTUDIANTES: Mariano Andújar; Facundo Sánchez, Jonathan Schunke, Leandro Desábato, Gastón Campi, Lucas Diarte; Rodrigo Braña, Gastón Giménez (79′ Pablo Lugüercio), Lucas Rodríguez (89′ Iván Gómez); Juan Otero, Lucas Melano (72′ Fernando Zuqui). Técnico: Lucas Bernardi. Reservas: Daniel Sappa,  Nicolás Bazzana, Jacob Murillo,  Mariano Pavone.

A próxima partida do Nacional será na quinta-feira dia 15 de março contra o Santos, provavelmente no Pacaembu.

Créditos imagem: Facebook Oficial Club Nacional de Football

 

nico.bianchi.sica (52 Posts)

Professor de História pós graduado em Jornalismo Esportivo. Uruguaio, torcedor fanático da "Celeste" e do Nacional.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta