Notícias

Volei

Liga das Nações de Vôlei: Destaques da primeira semana no feminino

Celeste Plak Holanda

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Holanda lidera, Turquia surpreende, Brasil é apenas sexto

Na última terça (15) começou a Liga das Nações de Vôlei. Na primeira semana ocorreu somente a modalidade feminina e cada equipe jogou três partidas.

Classificação

1 – Holanda (9Pts e 3V)

2 – Turquia (8Pts e 3V)

3 – Estados Unidos (7Pts e 2 Vitórias)

4 – Sérvia (6Pts, 2V e 2,333Média dos sets)

5 – China (6Pts, 2V e 2Média dos sets)

6 – Brasil (6Pts, 2V e 1,4Média dos sets)

7 – Rússia (6Pts, 2V e 1,2Média dos sets)

8 – Coréia do Sul (5Pts, 2V, 1,2Média dos sets e 1,127Média dos pontos)

9 – Bélgica (5Pts, 2V, 1,2Média dos sets e 0,986Média dos pontos)

10 – Tailândia (3Pts, 1V e 0,666Média dos sets)

11 – Alemanha (3Pts, 1V, 0,571Média dos sets e 0,898Média dos jogos)

12 – Japão (3Pts, 1V, 0,571Média dos sets e 0,891Média dos pontos)

13 – Polônia (2Pts e 1V)

14 – República Dominicana (2Pts e 0V)

15 – Itália (1Pt)

16 – Argentina (0Pt)

Critérios de desempate: (Pontuação / Número de vitórias / Média de sets (Sets ganhos dividido por sets perdidos) / Média de pontos (Pontos feitos divididos por pontos sofridos)

Destaques em cada fundamento

Ataque

(Foto: Divulgação / FIVB)

1: Malwina Smarzek (Polônia) – 66 pontos

2: Kseniia Parubets (Rússia) – 62 pontos

3: Yeon Koung Kim (Coréia do Sul) – 60 pontos

4: Brayelin Elizabeth Martinez (República Dominicana) – 58 pontos

5: Tandara Caixeta (Brasil) – 55 pontos

Bloqueio

(Foto: Divulgação / FIVB)

1: Adenízia da Silva (Brasil), Ana Beatriz Correa (Brasil) e Jovana Stevanovic (Sérvia) – 15 pontos

2: Mai Okumura (Japão) – 14 pontos

3: Lisa Grunding (Alemanha) – 12 pontos

Saque

(Legenda: Lisa Grunding. Foto: Divulgação / FIVB)

1: Lisa Grunding (Alemanha) – 7 pontos

2: Chatsu-On Moksri (Tailândia), Hyo Jin Yang (Coréia do Sul) e Seyma Ercan (Turquia) -6 pontos

3: Anastasia Guerra (Itália), Brayelin Elizabeth Martinez (República Dominicana), Jovana Stevanovic (Sérvia), Maren Fromm (Alemanha), Roberta Silva Ratzke (Brasil) e Tandara Caixeta (Brasil) – 5 pontos

Pools da semana 1

Pool 1 (Sede na Rússia) – Russia, Argentina, Holanda e Tailândia

(Foto: Divulgação / FIVB)
Resultados

Tailândia 0x3 Holanda (20×25 / 24×26 / 13×25)

Rússia 3×1 Argentina (20×25 / 25×13 / 25×13 / 25×16)

Argentina 1×3 Holanda (25×22 / 19×25 / 8×25 / 18×25)

Rússia 3×1 Tailândia (25×23 / 13×25 / 25×18 / 30×28)

Argentina 0x3 Tailândia (17×25 / 17×25 / 16×25)

Rússia 0x3 Holanda (22×25 / 20×25 / 25×27)

Destaques individuais de cada seleção

Holanda – Celeste Plak e Anne Buijs que foram as maiores pontuadoras da equipe na primeira semana. Celeste Plak somou 47 pontos atuando como oposta e teve a sua grande atuação contra a Rússia, quando marcou 18 pontos. Anne Buijs fez 42 pontos e teve a sua melhor partida a Argentina, quando marcou 15 pontos.

Rússia – Kseniia Parubets e Natalia Malykh foram os destaques da Rússia. A ponteira Parubets teve nas suas duas primeiras atuações partidas para mais de 20 pontos e somou 62 pontos nessa semana um. Já a oposta Malykh fez 45, com destaque no segundo jogo.

Tailândia – Ajcharaporn Kongyot e Pimpichaya Kokram foras os destaques tailandês. Tanto a ponteira Kongyot, quanto a oposta Kokram marcaram 35 pontos. A ponteira foi o destaque da única vitória da Tailândia até aqui na competição, quando marcou 13 pontos.

Argentina – Com três derrotas, os destaques argentinos foram Anahi Florencia Tosi e Elina Rodriguez. A oposta Tosi marcou 33 pontos e a ponteira Rodriguez marcou 27.

Pool 2 (Sede na China) – China, Bélgica, República Dominicana e Coréia do Sul

(Foto: Divulgação / FIVB)
Resultados

Bélgica 3×0 Coréia do Sul (25×18 / 25×22 / 25×21)

China 3×0 República Dominicana (25×17 / 25×15 / 25×11)

República Dominicana 2×3 Coréia do Sul (24×26 / 27×25 / 25×21 / 14×25 / 12×15)

China 3×0 Bélgica (25×14 / 25×20 / 25×13)

República Dominicana 2×3 Bélgica (16×25 / 25×18 / 18×25 / 25×19 / 7×15)

China 0x3 Coréia do Sul (15×25 / 15×25 / 13×25)

Destaques individuais de cada seleção

China – Sem a sua principal jogadora, Ting Zhu, os destaques foram Xinyue Yuan e Yinguing Li. A central Yuan marcou 40 pontos e a oposta Li marcou 36 pontos.

Bélgica – Britt Herbots e Kaja Grobelna se destacaram mais uma vez na seleção belga. A ponteira Herborts marcou 50 pontos, com destaque para a terceira partida, quando marcou 28 pontos, e a oposta Grobelna marcou 45 pontos.

Coréia do Sul – A grande destaque sul-coreana foi Yeon Koung Kim. A ponteira marcou 60 pontos nesses três primeiros jogos. O jogo de maior destaque da jogadora foi o segundo, quando marcou 29 pontos.

República Dominicana – Apesar de não ter ganho nenhum jogo, a seleção ganhou 2 pontos, pois perdeu duas partidas por 3 sets a 2. O destaque foi Brayelin Elizabeth Martinez. A ponteira marcou 58 pontos, sendo 31 na segunda partida.

Pool 3 (Sede EUA) – Estados Unidos, Itália, Polônia e Turquia

(Foto: Divulgação / FIVB)
Resultados

Turquia 3×0 Itália (25×21 / 25×21 / 25×20)

Estados Unidos 3×1 Polônia (28×26 / 25×22 / 22×25 / 25×15)

Polônia 3×2 Itália (21×25 / 25×14 / 19×25 / 25×17 / 15×12)

Estados Unidos 2×3 Turquia (26×28 / 19×25 / 25×20 / 26×24 / 14×16)

Turquia 3×0 Polônia (25×21 / 25×17 / 25×23)

Estados Unidos 3×0 Itália (25×21 / 25×18 / 25×21)

Destaques individuais de cada seleção

Turquia – Uma das grandes surpresas da primeira semana. Os destaques turcos foram Meryem Boz e Seyma Ercan. Ambas marcaram 39 pontos cada uma. A oposta Boz foi bem nos dois primeiros jogos e a ponteira Ercan foi bem nas duas últimas partidas.

Estados Unidos – O trio Michelle Bartsch-Kackley, Jordan Larson e Kimberly Hill foram os destaques americanos. A ponteira Barckley só foi titular na primeira partida e mandou muito bem, fez 27 pontos. Ela deu lugar a ponteira Hill nos últimos dois jogos, que foi a maior pontuadora americana nessas partidas e somou 32 pontos. A também ponteira Jordan Larson alcançou a marca de 36 pontos nesses três jogos.

Polônia – Com uma vitória e dois pontos, os destaques foram Malwina Smarzek e Agnieszka Kakolewska. A oposta Smarzek fez 66 pontos, sendo a maior pontuadora nas últimas duas partidas. Já a central Kakolewska marcou 38 pontos no total.

Itália – Com 3 derrotas e uma seleção bem modificada comparado as últimas competições mundiais, o destaque italiano foi Anastasia Guerra. A ponteira marcou 41 pontos, com destaque para a segunda partida, quando a Itália conquistou o seu único ponto.

Pool 4 (Sede Brasil) – Brasil, Alemanha, Japão e Sérvia

(Foto: Divulgação / FIVB)
Resultados

Japão 0x3 Sérvia (18×25 / 17×25 / 22×25)

Brasil 1×3 Alemanha (25×15 / 22×25 / 18×25 / 20×25)

Brasil 3×1 Japão (22×25 / 25×18 / 25×23 / 25×11)

Alemanha 0x3 Sérvia (16×25 / 21×25 / 17×25)

Brasil 3×1 Sérvia (23×25 / 25×22 /25×14 / 25×21)

Alemanha 1×3 Japão (21×25 / 23×25 / 25×21 / 17×25)

Destaques individuais de cada seleção

Brasil – Os grandes destaques brasileiros foram Tandara e Bia. A oposta brasileira marcou 55 pontos nessa primeira semana, com destaque para o segundo jogo. Já a central Bia brilhou no último jogo e se destacou nos bloqueios.

Sérvia – Após duas vitórias fáceis, as sérvias pararam no Brasil. A ponteira Brankica Mihajlovic fez 41 pontos e a central Jovana Stevanovic fez 35 pontos.

Alemanha – Com apenas uma vitória, as alemãs surpreenderam o Brasil. Louisa Lippmann e Maren Fromm foram os destaques. A oposta Lippmann marcou 47 pontos e a ponteira Fromm marcou 39 pontos.

Japão – Os destaques japoneses foram Sarina Koga e Mai Okumura. A ponteira Koga marcou 51 pontos e a central Okumura, que só atuou nas últimas duas partidas, fez 28 pontos, sendo muito importante na única vitória que o Japão teve, no terceiro jogo.

 

Você gosta de vôlei? Vem aí a Liga das Nações

 

Esportes Mais

Facebook

 

Joao Pedro (154 Posts)

Estudante de Jornalismo na Instituição IBMR Barra, Rio de Janeiro.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta