Notícias

Futebol Internacional

Juventus x Real Madrid: As peças que podem decidir o jogo

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

As armas que Allegri e Zidane possuem para desbancar o rival e levantar a taça

O duelo mais esperado do ano está chegando, Allegri e Zidane edificaram suas equipes ao longo da temporada com propostas de jogo diferentes. Os clubes traçaram seus caminhos e estão na final, mas apenas um poderá levantar a “orelhuda” mais cobiçada da Europa.

A Juventus tem a melhor defesa da competição com Gianluigi Buffon em baixo das traves, Chiellini e Bonucci formando a zaga, e Dani Alves e Alex Sandro nas laterais. O Real Madrid tem o melhor ataque e conta com o poder de decisão de Cristiano Ronaldo, o maior artilheiro da história da competição, que ainda disputa a artilharia desta edição.

Paulo Dybala é a grande esperança de gols da Juve, o argentino tem atuado muito bem e foi o principal responsável pela vitória incontestável diante do Barcelona. No Madrid, a volta de Bale, que estava lesionado e deve começar entres os reservas, pode ser um trunfo para Zidane, que deve começar o jogo com Isco. O espanhol ganhou a posição durante a lesão do galês e vem se firmando na equipe.

Foto: Reprodução/Juventus

A partida vai trazer duelos interessantes, o primeiro será travado entre as duplas Dani Alves e Cuadrado contra Marcelo e Cristiano Ronaldo, os quatro disputarão a mesma faixa do campo, Dani e Marcelo são laterais que sobem muito ao ataque, e os contra-ataques que provavelmente serão gerados, podem decidir a partida.

A Juventus dificilmente perde no jogo aéreo, Chiellini, que além de ser muito bom no desarme e na cobertura, não facilita diante das bolas cruzadas em sua área. Já Sergio Ramos é um excelente cabeceador, que sobe ao ataque nas bolas paradas. Ele é um jogador extremamente decisivo e dessa vez terá uma marcação à altura.

Uma das principais armas da Juventus para vencer o duelo diante do Real Madrid poderá ficar no banco. Allegri testou contra o Mônaco um 3-5-2 sem Cuadrado, com Barzagli entrando em seu lugar e com os laterais atuando como alas. Essa formação é interessante, pois diante da eminente maior posse de bola do Madrid, La Vecchia Senhora teria uma formação de contra-ataque.

Em contrapartida os bianconeri deixariam o controle do jogo com o Madrid, fazendo do contra-ataque não a sua maior arma, mas sua única alternativa. O esquema de jogo pode funcionar, mas é provável que essa possibilidade diante de um adversário tão poderoso, seja um suicídio.

Cuadrado foi lateral na maior parte de sua carreira, ele é um jogador agudo, que na meia-direita pode abrir o corredor para Dani Alves e aproveitar a deficiência que Marcelo tem na marcação e recomposição. Além disso, o colombiano fecha o lado muito bem, com ele na marcação junto à Dani, Cristiano Ronaldo e Marcelo terão dificuldades em construir jogadas pelo lado do campo.

A alternativa madrilenha caso Cuadrado jogue, é a cobertura de Casemiro auxiliando Marcelo, que pode ter que subir menos para evitar os gols da Juve, isso poderia isolar Ronaldo nos ataques pelo lado esquerdo. Com isso, o Madrid perderia uma de suas maiores armas, o entrosamento entre o brasileiro e o português.

As saídas para confundir a defesa da Juventus, que é muito bem postada, podem ser as triangulações com passes rápidos executados entre o meio-campo e o poderoso ataque madridista. Toni Kroos, que normalmente aparece distribuindo passes e fazendo a bola chegar aos pés dos principais atacantes, pode aparecer como elemento surpresa ou chutando de fora da área, assim como Pjanić pela equipe adversária.

Foto: Reprodução/esportes.r7.com

O grande trunfo de Zidane pode ser o banco de reservas, Gareth Bale, que volta de lesão e Marco Asensio, jogador promissor, podem agregar habilidade e velocidade ao ataque ao ataque merengue. O galês, que jogará em casa, é um dos principais jogadores do time, sua saída agravou consideravelmente a queda no rendimento de Benzema.

O Madrid vai precisar de um dia inspirado de seus jogadores mais decisivos para vencer a defesa italiana; Ronaldo, Marcelo e Ramos são as grandes esperanças do time espanhol. Já a Juventus, que tem Higuaín como seu principal goleador na competição, pode esbarrar em seu pouco poder de decisão, já que que o atacante é marcado por perder oportunidades em momentos decisivos ao longo de sua carreira.

São muitos os elementos que criam grandes expectativas sobre este confronto que tem tudo para ser histórico, repleto de grandes jogadores. Os campeões de suas ligas nacionais disputarão a taça da Champions League em Cardiff, neste sábado (03), no Estádio Nacional do País de Gales, às 15h45, horário de Brasília.

Clique na imagem para acessar o site
suporte (2042 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta