Notícias

+ Esportes

Bruno Tiago concede entrevista exclusiva ao Esportes Mais

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O jogador do Cafetaleros de Tapachula, Bruno Tiago, conversa com exclusividade com o Esportes Mais

Atualmente, jogando na segunda divisão do campeonato mexicano, Bruno Tiago, conversa com exclusividade com o Esportes Mais. Com passagens pelo Linense, Botafogo, Madureira, Boavista e entre outros, Bruno conta como está sendo está experiência inédita de jogador no México.

Arthur Fernandes: Bruno, você já teve passagens pelo Madureira, Botafogo, Linense e entre outros clubes, mas hoje você veste a camisa do Cafetaleros de Tapachula. Você sentiu alguma dificuldade para se adaptar ao futebol mexicano?

Bruno Tiago: Tive, um pouco normal por não conhecer bem a competição, saí do Brasil atuando como meia ofensivo e tive que me adaptar a jogar como primeiro volante novamente, as saídas de bola é mais dinâmico e joga-se com mais de dois ou três toques.

Arthur Fernandes: No Cafetaleros de Tapachula existe um outro brasileiro, o Bruno Pires. Como é a convivência de vocês e como é o entrosamento dentro de campo?

Bruno Tiago: Convivência super boa. O Bruno teve passagem pelo Atlético-PR e Figueirense, já está no futebol mexicano uns três anos e me ajuda muito. Temos a melhor defesa do campeonato, os gestos e o idioma, que falamos em português para fazer algumas jogadas, não poderia ser melhor.

Arthur Fernandes: Não é normal ver um brasileiro jogar em um outro países como México, Argentina, Chile e muitos outros. Como surgiu essa oportunidade de você jogar no México?

Bruno Tiago: Eu já vinha um bom tempo no Campeonato Carioca, sempre tinha proposta de estados como São Paulo e Santa Catarina, mas o Rio de Janeiro é minha casa e eu me sentia bem, porém achava que estava na hora de sair um pouco. Com isso, fui para o Linense, assim que acabou o Paulista, um representante me procurou e me fez a proposta, no início não aceitei e depois voltamos a nos falar, me mostraram o projeto do clube e o benefício que eu iria ter nesse projeto, ajustamos todas as partes e hoje estamos tendo êxito.

Arthur Fernandes: O Cafetaleros é um time muito novo e disputa a segunda divisão do campeonato mexicano. Você acredita que o time tem capacidade de disputar a primeira divisão?

Bruno Tiago:  Total condição. No primeiro ano do clube no primeiro turno, chegamos até as oitavas de finais e perdemos para o campeão, hoje estamos em quarto na tabela e faltando 2 jogos para terminar e começar as oitavas de finais do segundo turno, sem falar da nossa torcida, que foi escolhida a melhor da competição, com média de público de 13 mil por jogo.

Arthur Fernandes: Bruno, você tem alguma vontade de voltar a jogar no Brasil ou tem vontade de jogar em outras ligas do mundo?

Bruno Tiago:  Estou bem no Cafetaleros, procuro fazer meu trabalho e esperar as coisas acontecerem. Nunca descarto uma volta ao meu país, mas se pintar a oportunidade, é ver a melhor forma possível para um desfecho ou a permanência no México.

Arthur Fernandes: Entre os clubes que você já atuou, qual foi o mais importante para você?

Bruno Tiago:  Todos foram especiais para mim, cada clube eu tenho um sentimento diferente. Completei 100 jogos com a camisa do Madureira, no Boavista tenho uma ótima relação e no Botafogo tive uma passagem marcante na minha vida, por se tratar de um clube grande. O Rio de Janeiro me faz bem, eu gosto e me sinto em casa.

Arthur Fernandes:  Qual é a diferença do futebol mexicano para o futebol brasileiro, tanto tecnicamente quanto taticamente?

Bruno Tiago: O futebol brasileiro tem muita qualidade, uns jogadores podem decidir com uma jogada individual, o futebol mexicano vem mais na dinâmica, no coletivo, se joga mais sem bola e com muita movimentação.

Arthur Fernandes: Qual momento de sua carreira foi mais importante para você e qual foi o gol que você considera inesquecível em sua carreira?

Bruno Tiago: O gol que fiz em 2010, no estádio do Volta Redonda, atuando pelo Madureira e a partida foi contra o Fluminense, foi um belo gol de fora da área e fui eleito o garoto de placa. O jogo inesquecível foi também contra o Fluminense, dessa vez defendendo o Botafogo, vencemos por 3 a 2 no Engenhão, tive a felicidade de sofrer um pênalti e foi convertido pelo Loco Abreu. O melhor momento da minha carreira é o que estou vivendo hoje no México.

Arthur Fernandes: Bruno, muito obrigado por aceitar conversar com o Esportes Mais, em nome de toda equipe te desejo muito sucesso na sua carreira e foi um prazer entrevistar-lo, para finalizar, você gostaria de deixar algum recado para nossos leitores ou para as pessoas que admiram seu trabalho?

Bruno Tiago: Muito obrigado a vocês pela oportunidade, quero deixar um grande abraço a todos e foi um privilégio poder trocar esse papo com vocês. Mesmo de longe, estou sempre procurando me atualizar, um forte abraço aos leitores e que deus abençoe cada um de vocês.

Arthur Fernandes (341 Posts)

Arthur Fernandes é carioca, o seu hobby é o aprendizado de idiomas e dialetos, o seu objetivo é superar o máximo de expectativas impostas e torce exclusivamente para o Orlando City.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta