Notícias

Futebol Internacional

João Gabriel: de Santa Cruz do Rio Pardo para o mundo

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

João Gabriel Gonçalves de Souza, é um polivalente jogador de 25 anos que pode atuar tanto como zagueiro ou como volante, e que atualmente está no futebol Coreano.

Natural de Santa Cruz do Rio Pardo, interior de São Paulo, o jogador iniciou os seus primeiros passos em uma escolinha da cidade, além de participar da escolinha do São Caetano.

“Comecei a jogar desde criança, sempre levando como um esporte que eu gostava de praticar, até que com 16 anos eu tive o real interesse em levar o futebol como uma profissão, uma carreira, e então passei a acreditar mais e correr atrás de realizar esse sonho”, contou João Gabriel.

A primeira experiência do atleta foi no PSTC, nas categorias de base. Após uma rápida passagem, João Gabriel retornou para a sua cidade, atuando pela equipe sub-18 do Santacruzense.

“Saindo de lá fui para o Sub-20 do Assisense, onde disputamos o Campeonato Paulista e ficamos na quarta posição pela primeira vez na história do clube”, relembra o jogador.

Após se destacar, João Gabriel retornou para o Santacruzense, dessa vez para atuar profissionalmente pelo time da sua cidade. Em treinamento visando a disputa da Copa Paulista, um companheiro de clube acabou dando uma entrada dura e o jovem jogador teve uma grave lesão, quebrando a perna em quatro lugares.

Segundo os médicos, João Gabriel não poderia mais jogar futebol, sequem brincar com uma bola. Ele teria que ficar 1 ano e meio com um fixados na perna, mas em apenas oito meses o seu osso colocou.

“Sempre fui um cara muito religioso, coloquei nas mãos de Deus e ele falou que ia fazer um milagre na minha vida e fez, nem o médico acreditou. Eu ainda cresci três centímetros durante a lesão, mas a minha perna cresceu junto, fato que impediu que eu ficasse manco”, relembrou.

Recuperado, João Gabriel não só contrariou a medicina como voltou a jogar profissionalmente em 2016, pelo Santacruzense. O jogador ainda passou pelo Vila Nova-SP, onde disputou a Liga Paulista, até surgiu uma oportunidade na Coreia.

“Um amigo que jogou comigo veio para cá (Coreia) e disse que se desse tudo certo iria me indicar. Após seis meses aconteceu a situação, mostrei o meu material e eles gostaram, então vim para cá”, conta João Gabriel, que foi atuar pelo Hyunsung FC.

“Estou há 7 meses aqui, quando cheguei fazia muito frio, tinha o fuso horário, demorei um mês para se adaptar mesmo, é um frio extremo, cheguei a pegar -22 graus e treinar, é congelante, não sentimos o pé, a mão. A comida também é bem diferente, é muito apimentada, a tradição, cultura, é muito diferente do Brasil. Hoje estou bem adaptado, está entrando o verão, já passei pelo frio e me acostumei com a comida também, até sinto falta se fico sem (risos). Estou sempre procurando aprender alguma coisa aqui, seja a cultura, o idioma…”, comentou João Gabriel.

Sobre o futebol, o jogador também disse que é bem diferente do que temos no Brasil.

“É mais acelerado, corrido. No Brasil os volantes, meias cadenciam mais o jogo, tocam de pé em pé. Aqui é mais na correria, não tem tanta cadencia, a bola não para, é um, dois toques por jogador no máximo. A finalização também é menor, é um estilo diferente em campo, eles são fortes, rápidos e tem uma resistência fora do normal”, finalizou João Gabriel.

 

 

 

Wesley Contiero (805 Posts)

Estudante de jornalismo, 23 anos, natural de Lins, Interior de São Paulo.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta