Notícias

Sem categoria

Inter planeja acionar STJD por suposta escalação irregular do Vitória

vic

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Colorado estuda entrar com recurso no STJD por suposta transferência irregular do zagueiro Victor Ramos ao rubro-negro

O Campeonato Brasileiro 2016 pode ganha nos próximos dias, mais um tapetão. Perto de um inédito rebaixamento, o Internacional busca meios para se manter na elite do futebol nacional. E o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) surge como um possível caminho.
Na tarde desta quarta-feira (23), o departamento jurídico do clube gaúcho destacou que irá analisar e entrar com uma queixa no órgão em razão de uma suporta irregularidade do zagueiro Victor Ramos. O zagueiro defende as cores do Vitória, adversário direto na luta contra a degola, com três pontos à frente dos gaúchos: 42 a 39.
A diretoria colorada alega uma suposta irregularidade decorre da transferência do defensor para o Vitória após o término de seu empréstimo ao Palmeiras, clube no qual atuou em 2015. Ramos tem seus direitos ligados ao Monterrey, do México. Ocorre que o atleta estava registrado no TMS (Transfer Matching System) da Fifa como jogador do Palmeiras, com contrato ativo com o clube paulista. Tal transação teria sido feita sem seguir os passos recomendados pela entidade uma negociação internacional. O Inter acompanha os passos:

– Sempre estamos atentos aos interesses do Inter – diz o vice jurídico Giovani Gazen.

Enquanto aguarda o desenrolar dos fatos, o Inter volta aos treinos nesta quinta-feira pela parte da tarde. No domingo, às 17h, o time recebe o Cruzeiro, com a necessidade de vencer para manter as chances de seguir na Série A do Brasileirão. Atualmente, os comandados de Lisca estão em 17º lugar na tabela, com 39 pontos, enquanto o Vitória, em 16º, soma 42.

Fonte: Globoesporte.com

Clique na imagem para acessar o site.
Clique na imagem para acessar o site.
Higor Rodrigues (427 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta