Notícias

Sem categoria

Inglaterra busca vitória sobre a Espanha

Inglaterra

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em jogo com uma Inglaterra inspirada com belos lançamentos e um Kane garçom, Sterling e Rashford decidiram a partida, resultando em uma vitória por 3 a 2 e deixando a Inglaterra viva na busca pela classificação na Liga das Nações UEFA

A Espanha recebeu hoje (15) a Inglaterra no  estédio Benito Villamarín (Sevilla), em jogo válido pela 3ª rodada do grupo 4 – divisão A da UEFA Nations League. Com 6 pontos e com folga na liderança, uma vitória ou até mesmo um empate deixaria a Espanha numa situação muito favorável para a classificação. Já a Inglaterra, com apenas 1 ponto, necessitava de uma vitória para manter-se viva na competição e para fugir do perigo do rebaixamento.

A partida

Por ser mandante, a Espanha tomou a iniciativa da partida, tentando pressionar a Inglaterra. Devido a essa pressão, a Inglaterra esperava para punir a seleção espanhola nos contra-ataques. A estratégia deu certo logo aos 15 minutos, onde Rashford deu um lançamento primoroso para Sterling sair de cara com de Gea, e bater firme no canto direito para abrir o placar para os ingleses.

Com o gol, a Espanha continuou a pressionar a Inglaterra forçando boas aparições de Pickford, e novamente foi castigada pelo poderio de contra-ataque inglês, onde aos 29 minutos, Kane deu giro em dois defensores espanhóis e rolou para Rashford marcar o segundo gol para os ingleses. A Inglaterra se sentia muito a vontade na partida, diferente de uma Espanha confusa que não acertava o caminho do gol.

E ainda no primeiro tempo, mais um lançamento primoroso inglês, dessa vez de Barkley para Kane – que em um dia de garçom, rolou a bola para Sterling empurrar para as redes e marcar seu segundo gol na partida e o terceiro gol inglês, deixando a Inglaterra numa situação confortável mesmo em território espanhol.

steling
Após passe de Kane, Sterling empurra para as redes marcando o terceiro gol inglês. Foto: (Divulgação/Twitter)

No segundo tempo, a Espanha buscava novas peças para tentar emplacar uma reação. As entradas de Paco Alcácer e Dani Ceballos no lugar de Saúl e Iago Aspas respectivamente, até melhoraram o rendimento espanhol no segundo tempo. Paco Alcácer era a referência ofensiva, e conseguiu diminuir o placar para os espanhóis aos 12 do segundo tempo, aproveitando escanteio batido por Asensio para cabeçar firme para o fundo do gol de Pickford. Após isso, a Espanha passou a dominar as ações da partida mantendo a posse de bola consigo, enquanto a Inglaterra – numa proposta parecida com a da primeira etapa, apenas aguardava para tentar punir novamente os espanhóis no contra-ataque.

O lance polêmico do jogo foi aos 18 minutos do segundo tempo, onde Pickford quase fez lambança e foi desarmado por Paco Alcácer, porém o goleiro em um carrinho duvidoso conseguiu afastar a bola, o espanhóis pediram pênalti mas o árbitro polonês apenas mandou que seguisse o jogo. Apesar do domínio espanhol e dos 7 minutos de acréscimos, a Espanha pouco oferecia perigo a partida, porém ainda conseguiu diminuir o placar no último minuto de jogo. Em cruzamento de Dani Ceballos, sempre ele, Sergio Ramos cabeceou firme sem chance para Pickford, fazendo o segundo gol para os espanhóis e consequentemente sendo o último lance da partida. Vitória inglesa por 3 a 2, com bastante reclamação por parte dos espanhóis.

Com o resultado, a Inglaterra vai a 4 pontos e está viva na competição, onde aguardará até o dia 18 de novembro para decidir a vaga em casa em confronto contra a Croácia, torcendo por um tropeço espanhol contra os croatas. Já os espanhóis, ainda tem o jogo contra a Croácia fora de casa, para tentar selar sua classificação para a próxima fase da Liga das Nações UEFA.

 

Ficha Técnica – Espanha x Inglaterra
Local: Estadio Benito Villamarín (Sevilla)
Gols: Sterling 16′ e 38′, Rashford 29 para a Inglaterra, Paco Alcácer 58′ para a Inglaterra.
Árbitro: S.Marciniak (Polônia)
Espanha: de Gea; Jonny, Sérgio Ramos, Nacho, Marcos Alonso; Busquets, Saul (Paco Alcácer) e Thiago Alcântara; Asensio, Iago Aspas (Dani Ceballos) e Rodrigo (Morata).
Inglaterra: Pickford; Trippier (Alexander-Arnold), Maguire, Gomez e Chilwell; Winks (Chalobah), Dier e Barkley (Walker); Sterling, Rashford e Kane.

LEIA MAIS: Itália vence Polônia

Rubens Melo (38 Posts)

Estudante de jornalismo e apreciador de futebol, seja ele bem ou mal jogado, independente do país ou da divisão.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta