Notícias

Futebol Internacional

Opinião: Do passado glorioso ao futuro promissor; Huracán, o sexto grande argentino

Huracán

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Huracán: El más tanguero

O certo é que o Huracán é um dos clubes mais tradicionais em cultura local. Não adianta a oposição azulgrana negar esse fato queira eles ou não o Huracán é tradição. O clube tem muita importância uma delas está assentada também em aspectos culturais. Vinculou até com a alma portenha com o bairro operário de Parque Patricios, localizado na zona sul de Buenos Aires, território sagrado do tango. O time tinha entre seus fanáticos e ilustres torcedores, Homero Manzi. O Tango Sur é um dos tantos que faz referência à mítica região tangueira da cidade; aliás Pompeya, bairro vizinho a Patricios, é onde originalmente nasceu o Huracán. Além de outras lendas tangueiras, como o poeta uruguaio Horacio Ferrer, que adotou o Globo como seu time argentino isso fez o nobre uruguaio um Quemero fanático.

Motivo de orgulho

O Estádio Tomás Adolfo Ducó, conhecido como El Palacio, é a casa do Huracán. O estádio ser encontra no bairro de Parque de los Patricios, na capital argentina  Buenos Aires, o estádio possui uma capacidade de 48.314 isso é algo muito importante com essa capacidade o estádio é um dos maiores da Argentina tanto que recebe shows também de vários artistas.

Além disso a casa do huracán ficou famosa no mundo todo após o estádio Foi cenário de famosa cena de El secreto de sus ojos, filme argentino que faturou nada menos que o Oscar de melhor filme estrangeiro no ano de  2010, onde um jogo entre Huracán e o Racing é usado como pano de fundo para uma operação policial.

Entre Glórias e Quedas

Entre glórias passadas  e desespero com quedas para a B Nacional , Em 2014 o clube com um belo futebol  os torcedores do Globo viveram  um dos melhores anos da história do Huracán. Com diferença de dias, a equipe conquistou o acesso à elite do futebol argentino  e a épica Copa Argentina, que lhe deu direito a voltar à Copa  Libertadores. O time campeão perdeu nomes importantes, como o meia Gonzalo Martínez (para o River) e o lateral Rodrigo Erramuspe (para a LDU), mas continuam  alguns destaques, entre eles o goleiro Marcos Díaz, o meia Patricio Toranzo, referência técnica do time, e o matador Wanchope Abila que atualmente está no boca o clube fez uma boa campanha na sua voltar a maior competição continental.

Como aconteceu com  tantos clubes no mundo, a trajetória de mais de um século do Huracán foi atravessada por um furacão (curiosidade: Huracán em português é furacão) e divide-se entre passado de triunfos e presente de nostalgia e incertezas. É provável que neste ano o clube chegue a uma copa internacional  não é um futebol que encante como em outros tempos, mas, como vimos, não será por falta de história que vai se apequenar na luta por vagas nas competições  continental.

Copa Huracán
Clique na imagem para acessar o site

Leia mais sobre o futebol argentino

Marcos Riquelme (29 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta