Notícias

Sem categoria

Guia do Catarinense 2017: Almirante Barroso

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Tudo sobre o Barroso para a disputa da Série A do Campeonato Catarinense 2017

A bola vai rolar nos gramados de todo o estado, para a 94ª edição do Campeonato Catarinense – Série A. Dez equipes disputarão turno e returno, e uma finalíssima entre os campeões de cada etapa decidirá o grande campeão. Os dois times com pior campanha serão rebaixados para a segunda divisão.

Confira a seguir um guia completo sobre o Clube Náutico Almirante Barroso para a disputa deste evento tão tradicional:

Temporada anterior

O Almirante Barroso teve um excelente desempenho na temporada passada. Após anunciar seu retorno às competições profissionais depois de 45 anos, a equipe conquistou o acesso à elite do Campeonato Catarinense, coroado com o título da série B.

Disputando 18 partidas, conquistou a segunda colocação, somando um total de 38 pontos, que foram conquistados com 11 vitórias, 5 empates e apenas 2 derrotas. O artilheiro do time foi também vice-artilheiro do campeonato: o meia Anderson Safira marcou 12 gols.

Enfrentando o Tubarão em duas partidas para decidir quem levaria o caneco, o Barroso foi consistente. A boa vitória em casa no primeiro jogo por 3 a 1 encaminhou o título, confirmado na semana seguinte no sul do estado, numa derrota por 1 a 0.

Barroso campeão
Barroso campeão da série B do Catarinense (Foto: Divulgação/Almirante Barroso)

Imensa parte deste sucesso deve-se à parceria feita com o Sport Club Litoral, clube da cidade de Penha, que cedeu sua vaga na segundona em troca da utilização das estruturas do Barroso. Além disso, o clube anunciou, também em 2016, contrato firmado com a R9, empresa da lenda do futebol Ronaldo Fenômeno, que está administrando as categorias de base da equipe.

Um gramado sintético foi instalado no Estádio Camilo Mussi, que, apesar de receber certificado “Padrão FIFA”, gera algum desconforto aos jogadores em dias muito quentes, por não haver sistema de irrigação.

Expectativas

Com um orçamento mensal muito pequeno comparado aos demais clubes da primeira divisão, o Barroso tem expectativas modestas para esta temporada. O objetivo principal para 2017 é a permanência na elite catarinense. Para isso, o time aposta principalmente no entrosamento entre jogadores e comissão técnica, que estão juntos há quase três temporadas.

Apesar da pequena capacidade de seu estádio (cerca de 1 mil lugares), os torcedores barrosistas devem apoiar com afinco seu time neste novo desafio. Formada em sua maioria por bons saudosistas, a torcida local vê na brilhante campanha passada, e no potencial para este ano, uma oportunidade para orgulhar-se do futebol municipal, que nos últimos anos viveu de poucos altos e muitos baixos.

Renê Marques, o comandante

O jovem e promissor técnico, Renê Marques, 39 anos, é ex-goleiro e atuou profissionalmente até 2012. Defendeu as traves de vários clubes, com destaque para o Grêmio Barueri, onde pendurou suas luvas. Teve, inclusive, uma passagem pelo agora algoz C. N. Marcílio Dias, em 2003. Como treinador, este é seu terceiro trabalho. Antes de chegar ao Barroso, comandou o SC Litoral e o Naviraiense-MS. Inspirado no futebol contemporâneo, o estilo de jogo proposto por Renê é de muita marcação e ofensividade com a posse de bola, em esquemas compactos, e sempre buscando seu próprio padrão e tentando ditar o ritmo das partidas.

Em entrevista ao DC, o técnico afirma espelhar-se principalmente em Cuca:

“Lógico que todo mundo busca referência no Tite, que é um cara que conseguiu conquistar o carinho de todo mundo. Mas tenho muita admiração pela maneira de conduzir o elenco do Cuca. Acho que é muito bacana a maneira simples com que ele dirige uma equipe.”

Renê Marques
Técnico Renê Marques (Foto: Diorgenes Pandini/Agência RBS)

Novidades

Nei e Schwenck são as principais contratações do Alviverde para o Catarinense.

O lateral, que já balançou as redes do Barcelona de Messi, chega em virtude da grave lesão de Pichu, até então considerado dono da posição no elenco. Já o velho conhecido centroavante desembarca em Itajaí após boa passagem pelo Nova Iguaçu-RJ.

Nei e Schwenck
Schwenck e Nei trazem experiência à equipe (Foto: Divulgação/Almirante Barroso)

O clube também anunciou mais onze reforços, além de acertar a permanência da maioria do elenco do ano anterior. Composto por 30 jogadores, e com média de 25 anos de idade, este é o plantel que deve disputar o Catarinense:

Goleiros
Rodolfo – 29 anos
Edmar – 25 anos
Lira – 19 anos

Laterais
Rodolfo Ferreira – 25 anos
Pichu – 21 anos (lesionado, 3 meses)
Chuva – 28 anos
Eduardo – 21 anos
Paulo Menezes – 19 anos
Nei – 31 anos

Zagueiros
Téssio – 28 anos
Robenval – 32 anos
Lucena – 28 anos
Marcão – 20 anos

Volantes
Van Basty – 22 anos
Buru – 30 anos
Welker – 24 anos
Dime – 26 anos

Meias
Rodrigo Couto – 32 anos
Safira – 33 anos
Bruno Meurer – 20 anos
Diogo Dolem – 24 anos

Atacantes
Caio – 21 anos
Abner – 20 anos
Darlan – 22 anos
Carlos Henrique – 24 anos
Jefferson Paulista – 25 anos
Diego Santana – 21 anos
Pedro Hulk – 22 anos
Neto – 19 anos
Schwenck – 37 anos

O Barroso também anunciou reformas em seu estádio, e aumentará sua capacidade máxima para até 3 mil torcedores. Além disso, está providenciando melhorias nas cabines de imprensa, visando atender exigências para jogos contra os “grandes” do estado.

Pré-temporada

Além de seguir sua intensa rotina de treinamentos, o clube participou de três jogos-treinos, enfrentando Internacional de Lages, Avaí e Metropolitano.

No primeiro teste, ficou apenas no 0 a 0 frente ao Inter, em partida disputada no município de Penha. Os dois times mantiveram seus titulares em campo até os 15 minutos do segundo tempo, quando todos os 22 jogadores foram substituídos.

Barroso empate sem gols com Inter de Lages (Foto: Fernando Carvalho/Divulgação)

No jogo contra o Avaí, em Águas Mornas, a chuva foi decisiva, com a partida sendo interrompida aos 13 minutos da segunda etapa. Até então, o placar marcava 1 a 0 para o time da capital, porém com ritmo bastante intenso e muitas chances para o Almirante.

Na última partida, em casa, venceu o Metropolitano por 1 a 0 em um jogo bastante preso no setor médio do campo. O gol foi marcado no primeiro tempo pelo meia Safira, numa jogada confusa dentro da área. Após o intervalo, várias mudanças foram feitas, porém nenhuma das equipes conseguiu impor seu ritmo, com poucas chances de gols.

Esquema tático e avaliação dos principais recém-contratados

Sem muitas surpresas, estes são os jogadores que mais participaram da pré-temporada, e portanto devem iniciar na estreia do Barroso contra o Joinville:

A equipe adotou o 4-3-3 na partida contra o Avaí, e repetiu o esquema contra o Metropolitano. Sem a bola, os comandados de Renê formam um 4-1-4-1 com Van Basty à frente dos zagueiros, e Schwenck mais avançado, mostrando muita compactação em campo. Especialmente no último jogo-treino, os titulares demostraram bastante empenho defensivo, e os espaços nas entrelinhas eram poucos, dificultando a vida do Metrô.

O lateral-direito Nei jogou apenas o primeiro tempo da última partida, e defensivamente foi sólido. Apesar de não estar 100% fisicamente, e não ser o mesmo jogador que fez fama no Inter, Nei tem muita consciência tática, e está sempre orientando seus companheiros sobre o posicionamento ideal.

Schwenck não destacou-se nos testes, mas não há muito o que cobrar. A função do centroavante de 37 anos é empurrar a bola para o gol quando esta aparece dentro da área, e as oportunidades até aqui foram raras.

Van Basty foi excelente. O jogador demonstra muita qualidade, e deve ser um dos destaques do elenco na competição. Tem bom passe, sabe driblar, e desarma com eficiência. Cometeu alguns erros de marcação que são normais para um jogador que acaba de chegar ao clube. Com o tempo, deve adquirir entrosamento e entendimento tático sobre o que quer seu técnico.

Fique de olho!

Nome: Van Basty Sousa e Silva
Nascimento: 27/11/94 (22 anos)
Naturalidade: Olivedos-PB
Pé: Canhoto
Altura: 183 cm
Peso: 83 kg

Contratado para esta temporada, o volante Van Basty, 22 anos, tem como principais atributos o passe de média e longa distância e o desarme. Apesar da pouca idade, o jogador acumula títulos em todos os clubes por onde passou. Em 2013 fez parte do elenco campeão da Copa Nordeste, a “Lampions League”, jogando pelo Campinense-PB. No ano seguinte foi jogar no Brasília. Jogou a Copinha SP de Juniores e foi promovido ao elenco principal, conquistando a 1ª edição da Copa Verde. Já em 2015, foi titular absoluto na campanha do Comercial no campeonato mato-grossense, e além do título estadual, foi eleito melhor volante da competição. Em 2016 disputou o Módulo II do Campeonato Mineiro, e adivinhe só: mais um título, assegurando o retorno do Democrata-GV à elite do campeonato mineiro.
Van Basty chega ao Barroso para ser titular, e tem tudo para crescer durante a competição. Confira alguns lances do jogador:

 

O Barroso faz sua estreia no Campeonato Catarinense contra o Joinville, neste domingo (29). A partida será disputada no Estádio Camilo Mussi, em Itajaí, às 17h.

Kelvin Eduardo (27 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta