Notícias

Sem categoria

Flamengo e Chapecoense decidem vaga às quartas na Sul-Americana

Foto: Eduardo Valente

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Estilos distintos marcam o jogo dessa quarta-feira. Enquanto o Flamengo aposta no jogo ofensivo, Chape acredita na cautela e nos contra-ataques

Na noite dessa quarta-feira (20), Chapecoense e Flamengo se reencontram pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O jogo tomará parte no estádio Luso Brasileiro, no Rio de Janeiro, às 19h15.

No primeiro embate entre as duas equipes, equilíbrio. Foi o que o torcedor rubro-negro e alviverde presenciaram na última quarta-feira na Arena Condá. Muitos davam a vitória do Flamengo como certa, devido à superioridade técnica (evidente) e ao mau momento vivido pela Chapecoense no ano. Porém, o que se viu em campo foi uma Chape aguerrida, que igualou o jogo e em diversos momentos teve a oportunidade de sair à frente do placar, e do confronto.

Ambas as equipes vêm de vitória no Campeonato Brasileiro; os cariocas venceram o Sport, pelo placar de 2×0, jogando em seus domínios, enquanto os catarinenses conseguiram um triunfo maiúsculo frente ao Grêmio, dentro da Arena, em Porto Alegre. Com os resultados, o Flamengo encostou no G4, e a Chape respirou e afastou-se do Z4.

Foco dividido

Essa é a situação atual no Flamengo. Na semana que vem, o rubro-negro carioca decide a Copa do Brasil contra o Cruzeiro, em Minas Gerais. Uma vitória simples pode levar a equipe ao título e garantir vaga na Libertadores da América de 2018. Para a torcida, seguir na Sul-Americana é obrigação, devido à grandeza do clube e os investimentos efetuados para a montagem do atual grupo. A experiência do técnico Rueda em competições continentais é mais um ingrediente na receita do Fla para seguir adiante na competição.

Experiência de Rueda pode ser determinante para a classificação (Foto: Reprodução/Twitter)

 

Para o duelo frente à Chapecoense, não deverão haver grandes mudanças em relação a equipe que atuou no jogo de ida, em Chapecó. A grande dúvida é se o goleiro Alex Muralha, que teve grande atuação no fim de semana, continua na equipe, ou se, a exemplo da primeira partida, Diego Alves será o dono da camisa 1 rubro-negra. Na zaga, ainda há o mistério entre Rodolfo e Juan, e Rueda ainda não definiu se escalará Diego e Éverton Ribeiro juntos, conforme fez na partida frente ao Sport. Detalhes que serão descobertos momentos antes do jogo iniciar.

Chapecoense motivada

Clima de desconfiança e pessimismo. Esse era o panorama do Verdão do Oeste antes do primeiro jogo das oitavas da “Sula”. Porém, a grande atuação frente ao Flamengo, e a vitória fora de casa, frente ao Grêmio, pelo Brasileirão, renovaram os ânimos da torcida alviverde. Para o duelo dessa quarta, a Chape aposta em seu retrospecto em partidas internacionais, são 7 vitórias nas últimas 10 partidas disputadas em competições continentais.

Jogo contra o Fla foi a “virada de chave” na Chape (Foto: Márcio Cunha/Estadão)

 

Mais do que o bom retrospecto, o Verdão vive um momento interno “diferente”. Ao que parece, o grupo de jogadores está fechado com o técnico interino Emerson Cris, e o objetivo de classificação e bicampeonato da Sul-Americana agora mescla-se com a permanência na Série A. Apesar de ter situação ainda desconfortável no Brasileirão, o comandante alviverde deve levar a campo o que tem de melhor. A grande ausência é o meia Canteros, emprestado pelo próprio Flamengo, que recupera-se de lesão. Para sua vaga, o substituto natural é Lucas Marques.

Durante o último treinamento, a Chape praticou cobranças de pênalti, lembrando que o 0x0 leva a decisão para as penalidades, e qualquer empate com gols classifica os catarinenses. A Chapecoense chegou as oitavas de final após eliminar dessa forma o surpreendente Defensa Y Justícia.

Jandrei vibra com classificação da Chape nos pênaltis: "Histórico" Nelson ALMEIDA/AFP
Goleiro Jandrei foi determinante na classificação alviverde (Foto: Nelson Almeida/AFP)

 

Opinião

Obviamente que esta opinião é carregada de otimismo pelos recentes resultados e a mudança drástica de atitude da equipe da Chape. Como diria o grande técnico Gilmar Dal Pozzo, que levou a Chape da série B para a série A em 2013; contra o Flamengo, o Verdão tem que jogar “por uma bola”. Igualar em disposição e intensidade e buscar um tento para complicar a vida dos cariocas. Indubitavelmente, a  qualidade técnica dos jogadores rubro-negros é incomparável a dos atletas alviverdes, e a Chape deve entrar em campo tendo plena consciência dessa situação.

Vencer o Flamengo, no Rio de Janeiro, frente a um estádio lotado e que tem um ambiente incrível, como o Luso Brasileiro, é uma tarefa (quase) impossível, mas lembremo-nos que era “impossível” vencer o Grêmio na Arena, o Palmeiras em São Paulo ou o Cruzeiro no Mineirão. Essa Chape já fez isso, já venceu, às vezes convencendo, às vezes não, mas confesso, amanhã, contenta-me o empate com gols.

Ficha Técnica – Flamengo x Chapecoense

Data: 20/09/2017

Hora: 19h15, horário de Brasília

Local: Estádio Luso Brasileiro – Rio de Janeiro (RJ)

Arbitragem: Michael Espinoza (PER)

Flamengo: Muralha; Rodinei, Réver, Rodolfo e Pará; Márcio Araújo, Arão, Éverton Ribeiro e Diego; Berrío e Guerrero. Técnico: Reinaldo Rueda.

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro, Lucas Mineiro e Lucas Marques; Alan Ruschel, Arthur Caíke e Wellington Paulista. Técnico: Emerson Cris.

goleiros

 

 

Derlei Alex Florianovitz (49 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta