Notícias

Sem categoria

Federer e Nadal farão nova final em Miami após doze anos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Nadal venceu Fognini com autoridade. Federer venceu Kyrgios no detalhe em jogo épico

Os finalistas do Masters 1000 de Miami foram definidos na última sexta-feira (31). Enquanto Nadal não correu riscos contra um apático e encurralado Fognini, o suíço da Basileia precisou jogar seu melhor tênis para vencer Kyrgios, o maior expoente da nova geração, em duríssimos três sets decididos no detalhe. No jogo da tarde, o Touro de Manacor foi objetivo e não encontrou nenhuma resistência por parte do adversário, que por sua vez, esteve apressado na maioria dos pontos e abusou dos erros não forçados, teve um baixo aproveitamento de segundo saque nas duas parciais e não soube lidar com o vento. No jogo da noite, tivemos o melhor jogo do torneio até aqui, e, certamente, um dos melhores da temporada. Em atmosfera de Copa Davis, vimos equilíbrio do início até o fim entre Kyrgios e Federer. Saques potentes e variados, lindas trocas de bola, apuro técnico de ambos e um vasto repertório de estratégias. Foi um jogo que correspondeu as expectativas, a vitória seria bem merecida por qualquer um dos dois. O tênis agradece!

Semifinais Masculinas – Chave de Simples:

[5] Rafael Nadal (ESP) 2×0 Fabio Fognini (ITA) – 6/1 e 7/5, em 1h29 min.

[4] Roger Federer (SUI) 2×1 Nick Kyrgios (AUS) – 7/6 (9), 6/7 (9) e 7/6 (5), em 3h10 min.

Agora, estamos diante de mais um encontro entre duas das maiores lendas da história do tênis. Será mais um novo capítulo de uma das maiores rivalidades da era aberta. Nadal leva ampla vantagem no confronto direto (23-13), mas ambos estão empatados em duelos na quadra dura (10-10). Federer venceu os últimos três confrontos, sendo que o mais recente ocorreu semanas atrás em Indian Wells. Depois de tantas decepções e frustrações diante de um jogo que não funcionava de jeito nenhum contra o espanhol, o suíço enfim parece ter encontrado um caminho para anular a indigesta tática do rival. Além da clara evolução em seu backhand, Federer está demonstrando um tempo de bola impecável e busca pressionar o tempo todo, principalmente nas ousadas devoluções de dentro da quadra, e também, na consistência das longas trocas de bola, que empurraram Nadal ainda mais para trás da linha de base nos últimos duelos. Por outro lado, sabemos que o espanhol vai tentar se beneficiar da lentidão do piso de Miami para executar seu jogo que exigirá muito de seu posicionamento em quadra.

Nos dois únicos encontros que tiveram no Miami Open, vimos grandes fatores em jogo. Na edição de 2004, houve o 1º dos 36 confrontos entre eles: Nadal levou a melhor em sets diretos contra o até então recente número 1 do mundo. Um ano depois, Federer deu o troco, agora na final, vencendo o espanhol de virada em cinco sets, conquistado em grande estilo o primeiro dos seus dois títulos em Miami. Passados quase exatos doze anos, Nadal tentará impor o respeito de antigamente ao seu histórico freguês, e finalmente conquistar o seu primeiro título em Miami, um dos poucos torneios Masters 1000 que ainda não possui. A grande final de 2017 na chave masculina de simples acontecerá neste domingo (02), às 14h, com transmissão ao vivo do canal SporTV3 para o Brasil. E mais uma vez, o tênis agradece!

suporte (2042 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta