Notícias

Sem categoria

Especial lendas do futebol: Mestre Telê Santana

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

No dia 29 de julho de 1931, em Belo Horizonte, nascia Telê Santana da Silva, uma lenda do futebol nacional. Como jogador, Telê fez história no Fluminense e também atuou por Guarani, Madureira e Vasco da Gama. Como treinador, Telê treinou diversos clubes, obtendo maior destaque com o São Paulo, além de uma passagem marcante treinando a seleção brasileira.

Carreira de jogador

TelêTelê iniciou a sua carreira no Fluminense em 1951, após conquistas na categoria de base do Tricolor Carioca. Jogando com a camisa do clube das Laranjeiras, Telê atuou por 557 partidas e anotou 165 gols,  assim se tornando o terceiro jogador que mais atuou pelo Fluminense e também o terceiro maior artilheiro do clube.

Após uma longa passagem pelo Fluminense (1951–1960), Telê se transferiu para o Guarani, onde jogou por dois anos antes de voltar para o Rio de Janeiro, vestindo a camisa do Madureira e Vasco da Gama, respectivamente.

 

A fantástica seleção brasileira de Telê Santana

TelêTelê assumiu a seleção brasileira  em 1980, com o objetivo  de se classificar para a disputa da Copa do Mundo da Espanha  de 1982.  Contando com Waldir Peres, Júnior, Leandro, Cerezo,  Zico, Falcão, Sócrates e Éder, Telê Santana montou
uma das equipes com o futebol mais vistoso da história, sendo lembrado até hoje por todos. Infelizmente, o belo futebol apresentado não trouxe para o Brasil uma Copa do Mundo, já que aquela fantástica seleção acabou sendo eliminada diante da Itália de Paolo Rossi, autor dos três gols italiano no dolorido 3 a 2.

O treinador ainda permaneceu na seleção até a próxima Copa do Mundo, em 1986, no México. Mas a equipe voltou a fracassar e acabou eliminada pela França, nas quartas-de-final, após perder na disputa de pênaltis.

Inicio no São Paulo

Telê

No São Paulo, Telê iniciava uma trajetória vitoriosa e sem duvidas o seu auge na carreira. Em 1990, o treinador levou o Tricolor até a final do Campeonato Brasileiro, porém, acabou sendo derrotado para o seu rival, Corinthians.

No ano seguinte, em 1991, Telê levou o São Paulo a dois títulos, sendo o Campeonato Brasileiro, contra o Bragantino, e o Campeonato Paulista, em uma revanche contra o Corinthians.

O começo da glória

Em 1992, Telê Santana atingiu de vez o seu auge, levando o São Paulo a conquista da Copa Libertadores da América e do Mundial. Na decisão do torneio Sul-Americano, o Tricolor venceu o Newell´s Old Boys, da Argentina, nas penalidades máximas, em um Morumbi lotado com 105 mil torcedores.

No Mundial, o São Paulo foi até o Japão enfrentar o Barcelona, campeão da Champions League e com um time considerado um dos maiores da história do clube, contando com Guardiola, Koeman, Stoichkov, Zubizarreta, Nadal, Sergi e comandado pelo treinador Johan Cruyff. O Tricolor saiu atrás no placar, porém, com dois gols de Raí, virou a partida e pela primeira vez conquistou o mundo.

Telê

Ainda em 1992, o São Paulo retornou para o Brasil para a final do Campeonato Paulista, já que faltava a realização do jogo da volta diante do Palmeiras. O Tricolor já havia vencido o jogo de ida por 4 a 2, com três gols de Raí. Na volta, 2 a 1 São Paulo, assim garantindo o terceiro titulo na temporada.

A continuidade do espetáculo

No ano de 1993, o São Paulo já entrou nas oitavas de finais da Copa Libertadores, pois era o atual campeão. Na primeira partida, mais uma vez contra o Newell´s Old Boys, derrota por 2 a 0 na Argentina. Porém, no jogo de volta, uma goleada, 4 a 0 São Paulo.

O Tricolor ainda passou por Flamengo e Cerro Porteño, até chegar a decisão diante Universidad Católica, do Chile.

No jogo de ida, no Morumbi, um massacre. 5 a 1 São Paulo, com mais um show de Raí. Na volta, o Tricolor perdeu por 2 a 0, mas mesmo assim garantiu o bicampeonato da Libertadores.

Telê

O São Paulo também disputou a  Recopa Sul-Americana e a Supercopa da Libertadores, ambas vencidas pelo Tricolor, contra o Cruzeiro e Flamengo, respectivamente.

No Mundial, o adversário era o Milan, vice-campeão da Champions League e que herdou a vaga graças a um esquema de manipulação envolvendo o campeão europeu daquele ano, o Olympique de Marselha.

Dessa vez sem o craque Raí, o São Paulo não era o favorito, porém, venceu a partida por 3 a 2, com um gol de costas de  Müller faltando 4 minutos para o fim do jogo. O Tricolor conquistava o mundo pela segunda vez, novamente com Telê Santana.

O último show

Telê

Em 1994, o São Paulo conquistou o Bi da Recopa diante do Botafogo e venceu a Copa Conmebol  com uma equipe repleta de jogadores da base, inclusive Rogério Ceni.

O Tricolor ainda chegou em mais uma final de Libertadores. Porém, dessa vez não conseguiu o titulo e acabou sendo derrotado nos pênaltis para o Vélez Sarsfield.

O fim de um Mestre

TelêEm 1995, começou o fim de Telê Santana.  Algumas doenças passaram a atormentar a saúde do Mestre, e assim, acabou deixando o São Paulo. Em 1996, Telê sofreu uma isquemia cerebral, mesmo assim acabou sendo anunciado como novo técnico do Palmeiras. Mas, o treinador nem sequer assumiu o cargo.

Sem poder exercer as suas funções como treinador, Telê passou a viver em Minas com a  família. No ano de 2003 o Mestre ainda teve de amputar a perna esquerda após uma cirurgia de revascularização.

No ano de 2006, Telê foi internado às pressas com uma grave infecção abdominal. Em um 21 de abril do mesmo ano de 2006, o Mestre Telê Santana não resistiu e acabou falecendo.

 

Segundo

 

 

Wesley Contiero (717 Posts)

Estudante de jornalismo, 23 anos, natural de Lins, Interior de São Paulo.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta