Notícias

Sem categoria

“É um sentimento ruim” diz Jucilei após eliminação do São Paulo no Paulistão

Captura de tela 2017-04-23 20.29.21

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

São Paulo não conseguiu reverter o placar de 2 a 0 imposto pelo Corinthians, empatando por 1 a 1. Corinthians encara a Ponte Preta, reeditando final de 1977

Neste domingo, 23, o São Paulo foi até Itaquera para reverter o complicado placar de 2 a 0, imposto pelo Corinthians no Morumbi no jogo de ida do Paulistão. O Tricolor só conseguiu o empate por 1 a 1, sendo eliminado na semifinal da competição. Jô marcou para os donos da casa no primeiro tempo e Pratto deixou o dele no final da partida.

O São Paulo mostrou que daria tudo para conseguir a virada sobre o Corinthians nos primeiros minutos de jogo, com um chute cruzado de Lucas Pratto. Mas os donos da casa não acuaram e reagiram com Pablo na frente. Em seguida, foi a vez de Rodriguinho impor o ritmo da partida com um chute fora da área. O Tricolor precisando mais do que nunca do gol tentou com Cueva, com Pratto e com Gilberto. Mas, aos 47 minutos, o rei dos clássicos, Jô jogou um balde de água fria no São Paulo, abrindo o placar para a equipe alvinegra.

Os são-paulinos reclamaram do lance, alegando que o atacante corintiano estava impedindo. A arbitragem manteve a decisão e a continuidade da partida foi prejudicada. No segundo tempo, o nervosismo tomou conta e o clássico que estava bem disputado, não teve o seu melhor futebol apresentado. Com o placar agregado de 3 a 0, o São Paulo mostrou impaciência e começou a apostar nos cruzamentos e o Corinthians aproveitou a situação para esfriar a partida. Acreditando até o final e um pouco desesperado, Lucas Pratto achou um gol aos 38 minutos. Mas não foi o suficiente para ao menos ser decidido nos pênaltis. Principalmente com a expulsão de Thiago Mendes no final do jogo.

Arbitragem polêmica e Corinthians na final

O lance do gol corintiano acabou prejudicando o andamento da partida, tendo reclamações dos jogadores do São Paulo. Abalado, após o apito final, o volante Jucilei disse que a eliminação da equipe não foi apenas devido a jogada polêmica.

“É um sentimento ruim. Perdemos em casa de 2 a 0. Não pode sair perdendo de 2 a 0 em um clássico. A arbitragem tem que ter cuidado. Foram dois gols impedidos. Não estou botando desculpa no juiz. Agora é levantar a cabeça. Tem que dar parabéns a entrega e determinação”, avaliou.

Eliminado no Paulistão e na Copa do Brasil na mesma semana, o técnico Rogério Ceni acredita que é preciso ser repensado o planejamento para o Brasileirão. “É difícil fazer avaliação quando é eliminado. Nos últimos jogos, os números de posse, finalização… Temos que trabalhar e repensar o planejamento para o Brasileiro. Eu acho que nós ganhamos corpo, é um time mais competitivo. Acho que fico feliz com os jogadores”, disse.

Do lado corintiano a euforia tomou conta. Apontado como o menos forte dos quatro paulistas, o Corinthians cravou a sua classificação para a final, terminando invicto em clássicos na competição em 2017. No final da partida o atacante Jô falou sobre a classificação e a reedição da final de 1977.

“Estou feliz da vida. o objetivo de chegar à final foi alcançado, depois de muitas críticas. Agora é seguir no caminho certo que é ser campeão paulista. Não vai ser um jogo fácil, a Ponte tem se destacado muito. Vai ser legal reeditar uma final de tantos anos atrás”, concluiu.

Na coletiva, o técnico Carille exaltou o campeonato da equipe corintiana, mesmo com alguns problemas, o Corinthians foi eficiente chegando forte para a final. “Mesmo não sendo um futebol bonito, tem organização, tem quem cumpre função, procurando triangulação, coisa que precisamos e vamos melhorar. Chegamos muito forte para essa final”.

Corinthians e Ponte Preta fazem a final do Campeonato Paulista nos dias 30 de abril e 7 de maio às 16h. O primeiro jogo será em Campinas e o segundo em São Paulo.

Gabriela Tostes (30 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta