Notícias

Sem categoria

Especial Draft – Trocas pela primeira escolha geral

draft

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Faça uma jornada no tempo e descubra quais trocas pela primeira escolha no Draft deram certo e quais não

No dia 14 de Abril de 2016, o Los Angles Rams surpreendeu o mundo do Futebol Americano ao fazer uma troca para conseguir a primeira escolha geral do Draft, onde os times escolhem os melhores jogadores de universidade nos Estados Unidos faltando 14 dias para o evento. O Rams entregou 1 escolha do primeiro round (2016), 2 escolhas no segundo round (2016), 1 escolha no terceiro round (2016) e 1 escolha no primeiro e terceiro round (2017). Em troca, eles recebem a primeira escolha do Tenessee Titans (1o geral) e 1 escolha no quarto e sexto round (2016). Basicamente, o time entregou as suas melhores escolhas para esse ano e o ano que vem, em troca da primeira escolha geral desse ano!
A Franquia se mudou no início do ano para o estado de California depois de passar os últimos 20 anos como o St. Louis Rams, e pelo jeito devem começar na nova cidade com um novo Quarterback. Não é a primeira vez que acontece uma troca pela primeira escolha do draft e não deve ser a última, mas será que um risco como esse vale a pena? Venham comigo numa jornada pelo tempo para analisarmos as outras ocasiões onde isso aconteceu e se ajudou ou não o time que se arriscou em fazer essa troca. Vamos olhar todas as trades desde 1970, quando a fusão da NFL com a antiga AFL foi finalizada.
Draft
Antes de mais nada, vou falar sobre o Draft de 2004, pois ela não está na lista. Nesse ano, o San Diego Chargers selecionou o Quarterback Eli Manning com a primeira escolha geral, porém o jogador não queria assinar com o time. Depois, com a quarta escolha, o New York Giants decidiu pelo Quarterback Philip Rivers e em seguida fez uma troca com o Chargers, levando o Eli Manning para o Giants e o Rivers para o time de San Diego, além de algumas escolhas em drafts futuros.
Draft
Clique na imagem para acessar o site
Trades que deram certo:
2001 – A última troca de escolhas que teve antes de um draft foi em 2001, quando o Atlanta Falcons entregou o jogador Tim Dwight e algumas escolhas do no draft (um deles acabou sendo usado para selecionar LaDainian Tomlinson) para o San Diego Chargers em troca da primeira escolha geral. O Falcons usou essa pick para pegar o Quarterback Michael Vick, que rapidamente se tornou um dos jogadores mais dinâmicos e populares do início do Século. Ele levou o time aos playoffs em duas ocasiões e foi ao Pro Bowl 3 vezes.
1997 – O St. Louis Rams (olha só, então ja fizeram isso antes) fez uma troca com o New York Jets para ter a primeira escolha no Draft e a usou para selecionar o Offensive Tackle Orlando Pace. Ele se tornou o principal jogador na linha ofensiva do Rams que acabou sendo campeão do Super Bowl na temporada de 1999 e foi honrado como membro do Hall da Fama da NFL em 2016.
1991 – O Dallas Cowboys trocou alguns jogadores e duas escolhas altas no draft para ter a primeira pick geral do New England Patriots. Com essa escolha eles pegaram o Defensive Tackle Russell Maryland e ele passou a ser uma peça importante para os três Super Bowls que o time conquistou na década de 90.
1984 – Temos uma situação de duas trocas nesse ano. Em 1983 o Cincinatti Bengals entregou o jogador Jack Thompson em troca da primeira escolha do Tampa Bay Buccaneers no próximo ano. Por sorte, essa escolha acabou sendo a primeira geral. Ai entra o New England Patriots, que fez uma troca com o Bengals um mês antes do draft para conseguir a primeira pick. Conseguiram e com ela selecionaram o Wide Receiver, Irving Fryar. Fryar se tornou um dos melhores jogadores do time na década de 80 e jogou 17 temporadas na NFL.
1979 – O Houston Oilers achou ouro com essa troca, pegando a primeira escolha geral do Tampa Bay Buccaneers e selecionando Earl Campbell, um dos melhores Running Backs de todos os tempos. Pra ter uma ideia do quanto essa escolha deu certo, o Campbell liderou a NFL em jardas terrestres nos seus primeiros três anos de carreira e é membro do Hall da Fama.
1975 – O Atlanta Falcons estavam desesperados por um Quarterback, por isso fizeram uma troca com o Indianapolis Colts para assegurar a primeira escolha geral do Draft. Com ela a equipe escolheu o jogador Steve Bartkowski, que acabou sendo titular do time pelos próximos dez anos e foi eleito para dois Pro Bowls.
1974 – Trocas dentro do mesmo estado nesse ano. O Dallas Cowboys fez uma troca pela primeira escolha do draft com o Houston Oilers, ambos os times são do estado do Texas. O Cowboys usou essa pick para selecionar o Defensive End Ed “Too Tall” Jones. Ele foi um dos principais jogadores do time pelos próximos 15 anos, jogando três Super Bowls, ganhando uma, e 16 partidas de playoffs. Sua especialidade em bloquear passe era tanto que a NFL passou a contabilizar isso como estatística oficial.
Trades que deram errado:
 
1995 – A situação mais recente de uma troca trazer um resultado ruim para o time foi em 1995. Nesse ano o Cincinatti Bengals pegou a primeira escolha geral do Carolina Panthers e usou ela no running back Ki-Jana Carter. O jogador sofreu uma série de lesões desde o seu primeiro ano com o time e acabou não conseguindo corresponder as expectativas de ser o primeiro jogador escolhido no Draft, jogando apenas 3 anos nos Bengals.
1990 – O Indianapolis Colts precisavam de um Quarterback e decidiu fazer uma troca com o Atlanta Falcons para conseguir isso. Receberam a primeira escolha geral do draft e usaram ele para selecionar Jeff George, que vinha com muita expectativa por causa do talento para passe que ele demonstrava, até aquele momento consideravam o braço dele como um dos melhores a sair do Futebol Americano Universitário. Ele começou 49 partidas pelo Colts e perdeu 35 delas, jogando mais interceptação do que touchdown em seus três anos jogando pelo time. Depois disso ele jogou por mais 6 times, nunca conseguindo ser aquele jogador que todos esperavam.
1979 – Essa é uma situação engraçada. O Buffalo Bills fez uma troca com o San Francisco 49ers para ter a primeira escolha geral. Usaram isso para selecionar o Linebacker Tom Cousineau porém o jogador nunca chegou a vestir a camisa dos Bills. O time da liga Canadense de Futebol Americano, Montreal Alouettes ofereceu o dobro do que o time de Buffalo e optou por jogar no Canada, onde teve uma carreira de muito sucesso. Ele chegou a jogar na NFL depois de alguns anos, só que pelo Cleveland Brown e San Francisco 49ers.
Draft
Jeff George
Ai está. Olha só quantas trocas ja aconteceram na NFL após a sua fusão. Parece que o Los Angeles Rams tem chance de se dar bem, se for tomar por base a história dos times que decidiram arriscar uma troca pela primeira escolha do Draft. Resta saber qual jogador eles devem selecionar, Carson Wentz ou Jared Goff? Isso é uma discussão para outro dia…
Draft
Clique na imagem para acessar o site
suporte (2043 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta