Notícias

+ Esportes

Devron Garcia concede entrevista exclusiva para o Esportes Mais

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O jogador do Orlando City B, Devron Garcia, conversa sobre sua carreira com o Esportes Mais

Devron Garcia é meio-campista, possui 20 anos de idade, é natural de Honduras, só teve passagens pelo Club Deportivo Victoria (Honduras) e atualmente veste a camisa do Orlando City B (Estados Unidos), além de ter representado a Seleção de Honduras na Copa do Mundo Sub-17 em 2013 e na Copa do Mundo Sub-20 em 2015.

O Orlando City B disputa a United Soccer League Pro (USL Pro), liga por qual o time principal foi Bicampeão, mas atualmente o Orlando City B ocupa a décima posição na Conferência Leste, obtendo 11 pontos na tabela e apenas 10 pontos de diferença do Louisville City, que é líder da Conferência Leste. Vamos para a entrevista?

Arthur Fernandes: Devron, você começou sua carreira no CD Victoria há pouco tempo. Qual foi seu melhor momento neste clube e o que mais gostava no CD Victoria?

Devron Garcia: Sim, eu iniciei minha carreira aos 12 anos idade e joguei em equipes inferiores até os meus 19 anos. O meu melhor momento foi o dia que comecei minha carreira como profissional, no mesmo dia do meu aniversário, e meu primeiro gol na equipe que resultou em 3 pontos. Vivi muitas experiências incríveis com o Victoria, portanto, tenho muito carinho pela instituição!

Arthur Fernandes: Agora você está jogando no Orlando City, nos Estados Unidos, que é uma grande equipe e possui uma grande estrutura. Como surgiu essa oportunidade? Qual é a sensação de vestir a camisa desse time?

Devron Garcia: Primeiramente, tenho que agradecer a Deus pela oportunidade de sair do meu país, minha família que sempre me apoiou e ao meu agente Gonzalo Clavijo que me colocou aqui na equipe, abriu as portas e estou feliz por jogar em um grande clube como o Orlando City, aqui eu posso crescer muito como jogador.

Arthur Fernandes: Você tem passagem pela Seleção de Honduras Sub-17 e Sub-20, portando a braçadeira de capitão nas Copas do Mundo de 2013 e 2015. Você acha que pode ter uma outra oportunidade na Seleção, agora como profissional?

Devron Garcia: Sim, todo jogador de futebol quer jogar na Seleção de seu país. Graças a Deus pude jogar em 2 mundiais, no qual fui bem no Sub-17 e fomos eliminados nas quartas de finais, nenhuma Seleção inferior de Honduras havia chego ou teve essa conquista antes. Graças a Deus pudemos colocar o nome de Honduras nas alturas e sonhamos em vestir a camisa da Seleção principal, por isso trabalhamos bastante para ter essa conquista.

Arthur Fernandes: O Orlando City B está na United Soccer League e o Orlando City na Major League Soccer, que é o principal torneio dos Estados Unidos. Você deseja trabalhar com o Adrian Heath e jogar na equipe principal?

Devron Garcia: Sim. O Orlando City B está na USL, uma liga jovem, pode crescer ao longo do tempo com algumas equipes da MLS, que possuem uma  segunda equipe na liga para dar oportunidade aos jovens que não estão jogando a liga principal. Graças a deus eu tenho meu contrato com a primeira equipe, fiz toda a pré-temporada com eles e treinei várias semanas com eles até o início da USL, quando ingressei  no segundo time. Eu acho que se você não joga com a primeira equipe é bom ter oportunidade na segunda. Para ter continuidade, sabemos que a primeira equipe há muitos jogadores de experiências e jogadores jovens, que tem contrato com ambas as equipes como o Richy Laryea e Hadji. Ter essa oportunidade de jogar com o OCB é muito bom. Adrian é um bom treinador e em poucos meses que trabalhei com ele aprendi muito, assim como toda Comissão Técnica é muito boa!

Arthur Fernandes: Na sua equipe tem o Rochez, que é outro hondurenho e tem uma passagem pelo Orlando City. Como é a relação de vocês dentro e fora de campo?

Devron Garcia: Graças a Deus tenho o Rochez. Ele é hondurenho, me ajuda muito com as coisas da cidade e outros latinos, como: Rivas, Higuita e Céren tem me ajudado muito. Porém, a equipe vem me tratando muito bem e por isso estou me adaptando rápido aqui em Orlando.

Arthur Fernandes: O Orlando City B não está muito bem na USL, tem só 11 pontos e muita expectativa na equipe. Na sua opinião, O que vocês necessitam melhorar para alcançar um resultado melhor?

Devron Garcia: Sabemos que não estamos em uma posição comoda. A equipe está crescendo a cada partida e melhorando, isto é importante para não repetirmos os resultados e não cometer os mesmo erros novamente, mas todos os dias tentamos melhorar e se Deus quiser nas próximas partidas teremos resultados melhores.

Arthur Fernandes: O Orlando City tem grandes jogadores, como: Kaká, Júlio Baptista, Nocerino, Brek Shea e entre outros. Qual você mais gosta?

Devron Garcia: Há muitos jogadores de boa qualidade, que tem muita experiência no futebol europeu e com passagens por grandes equipes. Eu gosto do Kaká, ele é profissional dentro e fora de campo. Um grande jogador, por qual aprendemos muito com ele.

Arthur Fernandes: Garcia, nós sabemos que o futebol dos Estados Unidos é diferente dos outros torneios da América. Qual a diferença do futebol apresentado nos Estados Unidos para o futebol de Honduras? Foi fácil se adaptar com essa maneira de jogar?

Devron Garcia: O futebol de Honduras é mais físico e força, nos Estados Unidos é muito trabalho com a bola e tático. Acredito que me adaptei rápido, com as ideias dos treinadores e trabalhando o máximo possível todos os dias, para melhorar e me adaptar da melhor maneira.

Arthur Fernandes: O Brasil tem a fama de ser o “País do futebol”, tem grandes lendas como Pelé e grandes jogadores como Ronaldinho Gaúcho. Você gosta do futebol brasileiro? Qual jogador e equipe você gosta?

Devron Garcia: Muitos jogadores emblemáticos e referência no mundo do futebol foram revelados no Brasil. Quase não vejo o futebol brasileiro, mas a equipe que eu torço é o São Paulo!

Arthur Fernandes: Devron Garcia, muito obrigado por aceitar conversar com o Esportes Mais, eu e todos os colaboradores desejamos muito sucesso para você, espero poder te ver por muito tempo no Orlando City. Para terminar a entrevista, você quer deixar alguma mensagem para nossos leitores ou para os torcedores do Orlando?

Devron Garcia: Muito obrigado pela entrevista! Torcedores do Orlando, muito obrigado pelo o apoio em cada partida, tanto nos jogos da equipe principal quanto nos jogos da equipe segundaria. Tratamos de dar o nosso melhor para trazer muita alegria  a vocês. Muito obrigado mesmo!

Reportagem: Arthur Fernandes

Idioma da entrevista: Espanhol

Tradução: Arthur Fernandes

Arthur Fernandes (341 Posts)

Arthur Fernandes é carioca, o seu hobby é o aprendizado de idiomas e dialetos, o seu objetivo é superar o máximo de expectativas impostas e torce exclusivamente para o Orlando City.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta