Notícias

Futebol Brasileiro

“Conseguimos matar o jogo” diz Guto Ferreira após partida contra o Blooming

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Bahia goleia o Blooming e avança a segunda fase da Sul-Americana

O Bahia recebeu o Blooming na noite dessa quarta-feira (23) na Arena Fonte Nova e saiu com um ótimo resultado. A equipe tricolor goleou a equipe boliviana por 4 a 0 em grande atuação de Zé Rafael com dois gols.

O jogo começou difícil, o Blooming marcava muito forte e não largava da defesa. Mas mesmo assim o Bahia conseguiu abrir o placar numa cobrança de falta que Zé Rafael aproveitou bagunça na área e meteu para o fundo das redes do Vaca.

O Bahia até tentou chegar no segundo gol na primeira etapa, mas o Blooming marcava bem. Logo no começo do segundo tempo, Elton aproveitou cruzamento de Vinicius e cabeceou para as redes, deixando o Bahia mais tranquilo. Daí em diante ficou mais fácil, o Blooming saia pra atacar e deixava contra ataques para o Esquadrão. E foi assim que Junior Brumado saiu de dois zagueiros e tocou pra Zé Rafael que aproveitou e mandou para as redes. Zé Rafael estava em noite inspirada, achou Régis que tabelou com Mena que cruzou para Brumado que fechou o placar.

O resultado da noite foi o maior placar do Bahia contra um time estrangeiro em sua história.

Guto Ferreira sobre a partida:

“Primeiro tempo muito exaustivo. Eles estavam com linhas baixas. Então, além de trabalhar a bola, você tinha que romper linhas. Isso exigiu bastante”

“A gente conseguiu matar o jogo, diferente de outros jogos pelo Brasileiro. Fizemos um placar elástico”

“Quando eles tiveram que sair, fizemos três gols. Quando eles estavam recuados, tivemos dificuldade de fazer o primeiro”

“O problema nem é o aspecto mental. Muitas vezes, você joga contra adversários que se pouparam. Você vem no desgaste e ele não”

Guto fala sobre a partida contra o Vasco pelo Brasileirão no domingo:

“Vamos ter um jogo difícil. Não é o Vasco que veio aqui. É outro tipo de campeonato, é outro tipo de competição

Sobre Zé Rafael:

“Esse ano, em cima do desempenho dele, ele colocou na cabeça que tem que procurar o protagonismo, de ser um dos jogadores que tem que puxar a equipe. Colocou metas na cabeça”

Sobre Brumado:

“A equipe, com Brumado, procura jogar mais no pivô. Com o Edigar, procura mais o facão. Muda a característica da equipe”

“Brumado, além da característica, ele tem 19 anos. É um jogador ainda sendo lapidado. Embora seja grandão, ele não é um jogador extremamente potente. Ele ainda vai elevar sua potência”.

Léo também falou na Coletiva:

“A gente vai pegando maturidade com o tempo. Tem hora que você tem que parar… O calendário brasileiro é fora do normal. Parei para me cuidar”

“A Sul-Americana requer muita força física, vontade. Os times lá de fora vêm pra tentar intimidar, então você tem que se impor”

“Quero exaltar o torcedor que foi lá com educação. Se tiver cobrança e respeito, vai acontecer isso aqui, essa resposta”

“Estamos nos cobrando. Não tem ninguém de sacanagem. É um momento difícil, mas tem que exaltar as competições que temos feito em alto nível”

Esportes Mais

 

Facebook

Clique na imagem para acessar o site
Matheus Silva (300 Posts)

Estudante de administração, torcedor do Bahia, do Fluminense de Feira, Kansas City Chiefs, Arsenal e Colônia. Escritor em formação, 18 anos.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta